(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

CEPA: Laboratório vai qualificar mão-de-obra para o setor químico

Geral Comentários 16 de maro de 2012

O Centro de Educação Profissional de Anápolis (CEPA) inaugurou na última terça-feira, 13, o segundo Laboratório de Química, que será utilizado para atender à grande demanda de mão-de-obra qualificada para o setor farmoquímico goiano


O Centro de Educação Profissional de Anápolis (CEPA) inaugurou na última terça-feira, 13, o segundo Laboratório de Química, que será utilizado para atender à grande demanda de mão-de-obra qualificada para o setor farmoquímico goiano. Além disso, na mesma oportunidade, foram entregues dois novos laboratórios para cursos na área de informática.
O diretor do CEPA, José Teodoro Coelho, destacou que o Laboratório de Química é uma resposta a um anseio do setor, sendo que o mesmo foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) quanto aos requisitos de processo operacional padrão, fluxo, segurança, dentre outros. “É muito difícil conseguir um laboratório com essas aprovações”, observou, acrescentando que o aparato será um suporte importante às empresas de vários segmentos.
O presidente do Sindicato das Indústrias Farmacêuticas no Estado de Goiás (Sindifargo), Marçal Henrique Soares, ressaltou que o setor químico é fundamental para a sustentabilidade da indústria, dentre elas, a farmacêutica. “Nós vínhamos fazendo essa cobrança, por que queremos que as empresas tenham bons profissionais como os que serão formados pelo CEPA, tanto na parte teórica quanto na prática”, disse, elogiando a qualidade dos equipamentos que compõem o novo laboratório. “Goiás é um estado que está crescendo acima da média nacional e o setor farmoquímico tem alavancado este crescimento”, pontuou o Presidente do Sindifargo, completando que há, entretanto, uma carência ainda muito grande de mão-de-obra especializada, que em parte deverá ser suprida pelos profissionais a serem formados pelo CEPA.


Bolsa Futuro
O diretor do CEPA, José Teodoro, informou, ainda, que a unidade está se preparando para receber uma grande quantidade de alunos para os cursos que serão oferecidos dentro do programa Bolsa Futuro, do Governo de Goiás, que em todo o Estado, já tem 35 mil pessoas matriculadas, devendo chegar à meta de 50 mil. Em Anápolis, 600 alunos já estão inscritos e há um novo edital que irá possibilitar a abertura de cinco mil vagas. Além dos cursos técnicos, haverá matrículas para qualificação em línguas estrangeiras - inglês e espanhol - visando atender às oportunidades que serão criadas com a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

PROCON vê medidas para impedir os abusos nos preços

16/11/2017

A superintendente do Procon Goiás, Darlene Araújo, afirmou na última terça-feira, 14, que, em conjunto com a Delegacia do...

Dona de casa tem direito aos benefícios do INSS?

16/11/2017

A Previdência Social é o ombro amigo da população brasileira, e tem como um dos princípios a solidariedade que busca amp...

Conferência debate os rumos da saúde

16/11/2017

A 10ª Conferência Municipal de Saúde será realizada nos dias 04, 05 e 06 de dezembro próximo. Na oportunidade, serão de...

Joanápolis sedia a Festa do Milho

16/11/2017

Agregar valor à produção local e movimentar a economia. É com este objetivo que a Prefeitura, via Secretaria Municipal de...