(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Centro de Solução de Conflitos e Cidadania é implantado

Justiça Comentários 19 de junho de 2014

Unidade torna mais rápida a prestação de serviços, sem necessidade de aguardar sentença do juiz


A população de Anápolis conta a partir deste mês, junho, com o atendimento do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, instalado na Faculdade Anhanguera de Anápolis. O local, antigo Centro de Pacificação Social que a unidade abrigava, passa a realizar conciliações pré-processuais (casos que ainda não chegaram à justiça) e também processuais (já têm ação judicial em andamento) que poderão ser resolvidas sem a necessidade de aguardar a sentença do juiz.
“Professores e alunos do curso de Direito seguem atuando como conciliadores e mediadores nas tentativas de solucionarem os problemas. Com essas conciliações, a quantidade de demandas diminui, pois aumentamos os números de acordos e reduzimos processos e ações, deixando a justiça mais rápida e a população satisfeita”, explica a professora, Valéria Eleonora de Alencar, coordenadora do curso de Direito da Anhanguera.
O Centro atende à Resolução 125/2010 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que instituiu a Política Nacional de Tratamento de Conflitos de Interesse. Anápolis é a segunda maior comarca do estado com mais de 150 mil processos em tramitação.
Criado pelos tribunais de justiça, o projeto é realizado com a parceria firmada entre a Faculdade Anhanguera de Anápolis e Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. Por meio de cooperação mútua, a faculdade se responsabiliza pela cessão do espaço, mobiliário, equipamentos que são utilizados pelas bancas de conciliação e colaboradores que atuam diretamente nas conciliações.
Atendimento
O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Anápolis funciona nas dependências da Faculdade, de segunda a sexta-feira, de 8 às 12h e 13 às 18h. O atendimento também pode ser agendado pelo telefone (62) 3098 5103. O espaço conta com a gestão do coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos, juiz Paulo César Alves das Neves e Aline Vieira Tomás, juíza e coordenadora do 2° Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Anápolis.


Serviço:
Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Anápolis
Dias: segunda a sexta-feira
Horário: 8 às 12h e 13 às 18h
Local: Faculdade Anhanguera de Anápolis – Avenida Universitária 683, Centro
Mais informações pelo telefone:(62) 3098 5103

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Justiça

MP quer fim da bolsa estudantil para jovem “rica”

29/11/2018

A promotora de Justiça Villis Marra recomendou à diretora do Programa Bolsa Universitária da Organização das Voluntária...

Mulher indenizada por empréstimo não autorizado

25/10/2018

O Banco Itaú Unibanco S/A deverá pagar R$ 20 mil de indenização por danos morais a uma cliente. A instituição financeir...

Advogado condenado por ficar com dinheiro de cliente

12/07/2018

A juíza Tatianne Marcella Mendes Rosa Borges, da comarca de Rio Verde, condenou o ex-vice-presidente da Ordem dos Advogados ...

Advogados anapolinos assumem o comando da recuperação judicial da Irmãos Soares

07/06/2018

Os Advogados Dobson Vicentini, Victor Andrade, e o desembargador aposentado Floriano Gomes, sócios da empresa Valor Judicial...