(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Centro de Pesquisa com investimento de R$ 4,5 milhões

Cidade Comentários 14 de fevereiro de 2019

Unidade conta com diversos laboratórios modernos


Destacando o papel fundamental da educação para transformar a sociedade, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Adriano da Rocha Lima, participou na terça-feira, 12, da inauguração do Centro de Pesquisa e Pós-graduação da Universidade Estadual de Goiás (UEG), no campus Henrique Santillo, em Anápolis.
Ao lado do reitor da instituição, Haroldo Reimer, e de outras autoridades, o titular da Sedi afirmou que a inauguração da unidade deve ser celebrada pela sociedade goiana. “Nesse momento de crise moral em nosso País, deve estar sempre claro que o único caminho efetivo para mudar essa realidade é a educação. O pilar de nossa sociedade é sempre incentivar e apoiar a educação, pois são essas pessoas capacitadas que vão desenvolver o nosso Estado”, discursou Adriano, que representou o governador Ronaldo Caiado na cerimônia de inauguração.
Reitor da UEG, Haroldo Reimer também reforçou a profundidade da mudança que a educação é capaz de promover. “É uma conquista importante, que vai dar melhores condições para que as pesquisadoras e pesquisadores desenvolvam seu trabalho, promovendo o desenvolvimento regional e atendendo às demandas da sociedade”, afirmou.
Falando sobre seu trabalho como secretário, Adriano classificou como vitais as pesquisas desenvolvidas pela Universidade. Para ele, há estudos que não se transformam em resultados práticos, mas, sem essas investigações, há o risco do conhecimento se tornar obsoleto. “Sem inovar, tudo o que está sendo feito hoje está fadado ao fracasso no futuro. Inovar, portanto, é fundamental”.
Depois da cerimônia de descerramento da placa, a comitiva de autoridades seguiu para conhecer as instalações do Centro de Pesquisas, que possui laboratórios específicos para diversas áreas de pesquisa, como Análise Instrumental, Pós-colheita de Sementes, Ecologia e Botânica, Bioquímica de Plantas e Produtos Naturais.
Construído por um convênio entre a UEG e a Financiadora de Inovação e Tecnologia, órgão ligado ao Ministério de Ciência e Tecnologia, a obra, com valor dos recursos aportados pela UEG, é orçada em mais de R$ 4,5 milhões. A área construída é de 1.737,15 m².
O reitor Haroldo Reimer levou o titular da Sedi para conhecer também outras instalações do campus Henrique Santillo, como a área experimental Ecologia Aquática, inaugurada recentemente, e que é utilizada para pesquisa em projetos com microbiota aquática.
O objetivo do projeto é compreender a dinâmica de dispersão, estratégias de biomonitoramento, efeito de impactos ambientais, entre outros temas da área de pesquisa.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Prefeitura e Saneago retomam diálogo sobre concessão, mas falta acordo sobre valores

27/04/2019

O presidente da Saneago, Ricardo José Soavinski, acompanhado de diretores da estatal, esteve em Anápolis nesta sexta-feira,...

Prefeitura garante repasse para que Santa Casa mantenha UTI pediátrica funcionando

27/04/2019

Na manhã desta sexta-feira, 26/04, o Prefeito Roberto Naves recebeu a diretoria da Santa Casa de Misericórdia de Anápolis....

Revitalização do centro é desafio na segunda etapa do mandato de Roberto

26/04/2019

Um passo crucial para a revitalização da região central de Anápolis, a retirada dos ambulantes que ocupam as calçadas, ...

Cidade terá exposição de Mangalarga Marchador

25/04/2019

Criadores da raça Mangalarga Marchador de quatro estados brasileiros e do Distrito Federal, estarão em Anápolis durante o ...