(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Centro de Convenções segue cronograma adiantado

Geral Comentários 15 de fevereiro de 2014

Cerca de 25 por centro do serviço já foi executado. Tamanho da obra impressiona quem conhece o canteiro de obras


Em ritmo acelerado, as obras do Centro de Convenções estão dentro do cronograma que poderá, inclusive, ser antecipado para a entrega da primeira parte do prédio, no mês de junho próximo. A informação foi dada pelo secretário estadual de Indústria e Comércio, Rafael Lousa, que esteve em Anápolis na terça-feira,11, para uma visita ao local, acompanhado por várias lideranças do empresariado local.
De acordo com o secretário, trata-se de uma obra que equipará Anápolis a outros grandes centros do País que possuem modernos centros de convenções para realização de eventos diversos. Rafael Lousa adiantou que a expectativa é que a parte principal do projeto fique pronta e seja entregue no mês de junho. A outra parte, que consiste na construção de duas torres e mais espaços para abrigar lojas e até hotel, esta ficará para a etapa do projeto que será executada através de concessão pública. O prédio principal também deverá ter gestão do setor privado, por meio de licitação.
O Centro de Convenções ocupará uma área de 32 mil metros quadrados localizada à margem da BR-060, saída para Goiânia e ao lado do trevo do Distrito Agro Industrial de Anápolis. O espaço contará com teatros, restaurante, camarotes, teatro de arena, camarins, salas multiuso e de exposições, dois auditórios com 139 lugares, primeiro socorros, auditórios com 700 e 2.300 lugares, estacionamento, sanitários e outras áreas. A obra teve início em outubro passado. O valor investido, segundo o Governo do Estado, é de R$ 112,2 milhões, provenientes do FunProduzir da Secretaria de Indústria e Comércio.
O superintendente do Porto Seco Centro-Oeste, Edson Tavares, que se fez presente à visita, disse que o Centro de Convenções será mais uma ferramenta à disposição de Goiás para a atração de novos investimentos, além do seu potencial na agroindústria e na logística. Ele enfatizou que bem próximo estará a Ferrovia Norte-Sul, o Aeroporto de Cargas e a Plataforma Logística. “Nossa economia ganhará muita visibilidade”, arrematou. O presidente da FIEG Regional Anápolis, Wilson de Oliveira, assinalou que em Brasília e Goiânia, os centros de convenções têm eventos agendados para dois ou três anos, devido a alta demanda e, com a inauguração do Centro de Convenções de Anápolis, essa elevada demanda poderá ser absorvida, impactando uma série de outros setores da economia, como o segmento hoteleiro, prestação de serviços (postos de combustíveis, bares e restaurantes), além do fato de o espaço poder, também, mostrar todo o potencial da região.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Cartões do Renda Cidadã estão no radar do MPF

20/04/2018

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO), por meio de sua Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), instaurou, na últi...

Memorial resgata parte da história do classismo e da economia local

20/04/2018

Um acontecimento casual levou à descoberta de um acervo importante para o resgate da história da Associação Comercial e I...

Mãe se diz punida, apenas, pelo seu inconformismo

20/04/2018

Desde a morte do filho, Paulo Gabriel Lopes Tonetto, ocorrida em novembro de 2014, quando o mesmo contava, então, com 24 ano...

PRF se engaja em campanha “Eu sou do bem, Eu sou de Deus”

20/04/2018

Na manhã da última quarta-feira, 18, mais um passo importante foi dado para tornar nacionalmente difundida a campanha “Eu...