(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

CelgSaneago: Vereador cobra fim de apagões e falta d´água

Cidade Comentários 14 de outubro de 2011

Para o vereador Mauro Severiano, afirmação de que apagões podem continuar causam pânico à população desse serviço que é essencial


O vereador Mauro José Severiano (PDT), criticou o posicionamento do Presidente da Celg, vice-governador José Eliton de Figuerêdo Júnior, durante uma entrevista coletiva para esclarecimento sobre as interrupções no fornecimento de energia elétrica, no qual o mesmo teria afirmado, segundo o edil, que os apagões devem continuar.
Para o vereador anapolino, José Eliton é um político que ocupa um cargo técnico. “Isso está errado”, asseverou, acrescentando que ao invés de causar pânico na população, o Presidente da Celg deveria mostrar ações positivas para a recuperação da empresa “que é um patrimônio de todos os goianos”, disse.
Mauro Severiano defendeu a proposta de realização de uma audiência pública com as direções da Celg e da Saneago, a fim de que as empresas mostrem o trabalho realizado e os projetos a serem executados para evitar que falte energia e água, respectivamente. Em relação a água, inclusive, o vereador diz que tem recebido em seu gabinete inúmeras reclamações de moradores de diferentes regiões da cidade, que o produto está em falta.
O vereador considera que os apagões são um atraso e causam prejuízos aos moradores que têm equipamentos queimados, perdas de alimento e muitos outros transtornos. “Não são todos os hospitais que têm gerador próprio, assim, as quedas de energia também colocam vidas em risco”, assinalou.
Na entrevista, José Eliton tranquilizou os consumidores sobre os serviços prestados pela Celg. “A dificuldade financeira da Celg não tem qualquer relação com o serviço prestado ao consumidor. A Celg se encontra absolutamente em dia com todos os prestadores de serviços, fornecedores de peças e materiais, construtores e empreiteiros. Nós não temos nenhuma fatura no financeiro com mais de dois dias em aberto”, e completa dizendo que empresa está sendo rápida na solução dessas questões, “Nós queremos sempre prestar melhores serviços à comunidade. Determinadas situações são pontuais e ocasionais. Nós vamos buscar as soluções mais rápidas possíveis, dentro das possibilidades da empresa, dentro das condições técnicas, para atender como fazemos, melhor que muitas distribuidoras do Brasil”.
Ainda de acordo com José Eliton, a Celg investiu este ano R$ 8,5 milhões na expansão e melhoria das redes de distribuição; na manutenção das redes de distribuição foram aplicados R$ 127,9 milhões, desse montante R$ 11 milhões na capital.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

UniEVANGÉLICA apoiou evento voltado a idosos

16/11/2017

A UniEVANGÉLICA participou das celebrações dos 15 anos do Instituto de Seguridade Social de Anápolis – ISSA, vinculado ...

Município vai ter encontro do Projeto Goiás 2038

16/11/2017

A secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico (SED-GO) reunirá representantes do Governo Municipal e da sociedade orga...

Fechamento de bares mais cedo volta à discussão em Anápolis

16/11/2017

Proposta já aplicada em várias cidades brasileiras e defendida por muitas outras, inclusive Anápolis, a limitação de hor...

Mudança extingue a 137ª Zona e remaneja mais de 46 mil eleitores

09/11/2017

Mais de 46 mil eleitores da 137ª zona eleitoral de Anápolis devem ser remanejados para as 3ª, 141ª e 144ª zonas eleitora...