(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

CELG: Deputado se posiciona contra privatização

Geral Comentários 26 de junho de 2015

O Deputado Federal Rubens Otoni está propondo uma mobilização da sociedade para debater assunto


Com o objetivo de fortalecer a luta em defesa da Companhia Energética de Goiás (CELG), o deputado federal Rubens Otoni (PT) participou de um ato público em defesa da estatal ao lado do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Urbanitárias de Goiás (Stiueg), que reúne servidores da Companhia, da Saneamento de Goiás (Saneago), da Usina Hidrelétrica de Cachoeira Dourada, assim como da Companhia Hidrelétrica do Vale do São Patrício.


 “Nós não estamos aqui para marcar posição, é uma luta difícil, mas temos todas as condições de reverter essa situação. Por isso, propus uma frente parlamentar de deputados federais, estaduais e vereadores de todo Estado em defesa da Companhia. A Celg é um patrimônio de Goiás”, destacou Otoni.


 Rubens Otoni  diz que está buscando o diálogo junto ao Governo Federal pela defesa da CELG, para que ela continue sendo um patrimônio do Estado. “Sempre fui contra sua privatização por entender que é uma empresa que já contribuiu muito para o nosso desenvolvimento e ainda tem muito a contribuir”.


 Otoni acredita que não existe justificativa real para que o Governo Federal e o Governo do Estado, ambos com 51% e 49% das ações da Celg, abrirem mão de uma empresa tão importante, deixando que ela vá para o domínio privado. “É uma luta muito difícil, mas não está perdida. Eu acredito que o Governo Federal não tem todas as informações necessárias sobre o processo de privatização, por isso buscaremos mostrar a verdadeira realidade da Celg para que ele entenda que não é pertinente sua privatização”, ressaltou Otoni.


O parlamentar participou de reunião com membros da Executiva do PT de Goiás para traçar ações que fortaleçam o manifesto contra a não privatização da CELG. Neste sentido, o deputado propôs que o partido esteja ao lado dos movimentos sociais e demais segmentos da sociedade nessa discussão, que uma frente parlamentar em defesa da estatal seja fortalecida com a presença de deputados federais, estaduais e vereadores de todos os municípios do Estado e que o PT tenha participação na interlocução com o Governo Federa, mostrando o posicionamento contrário e suas consequências em defesa da privatização da CELG.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Capitão Waldyr pode ser nome da Plataforma

13/07/2017

Decano da indústria, com uma folha de mais de 60 anos prestados aos classismo e, em especial, à Federação das Indústrias...

Prevista redução de construtores com novas exigências do MC

13/07/2017

A exigência do Ministério das Cidades para que todos os pequenos e médios construtores tenham o Cadastro Nacional da Pesso...

Anápolis presente no Conselho Nacional de Juventude

06/07/2017

A assessora de juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Larissa Pereira, foi eleita para ocupar uma das três cadeiras d...

Ubiratan Lopes é empossado na presidência da FACIEG

29/06/2017

O empresário anapolino Ubiratan da Silva Lopes foi empossado na presidência da Federação das Associações Comerciais, In...