(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed.533

Causos de Polícia Comentários 26 de agosto de 2015

Notas Gerais


Lanche indigesto


O Cláudio já estava voltando para casa, quando decidiu parar em um pit-dog da Avenida Brasil, perto da Câmara Municipal. Pensou em fazer um lanche e ir dormir. Mas, o futuro lhe reservava uma surpresa. No pit-dog apareceram dois sujeitos mal- encarados, deram-lhe voz de assalto e obrigaram-no a entrar em seu carro, um Golf branco. Seguiram com ele no banco de trás, rumo à BR 060 e, na altura do povoado de Igrejinha, o abandonaram, amarrado, no meio do mato. Ele demorou a se safar das amarras e, quando conseguiu, ligou para a Polícia.


 


Zona rural


Um grupo de quatro trabalhadores rurais estava na Fazenda Soledade, região de Interlândia, isto por volta de uma e pouco da tarde. De repente, surgiram vários desconhecidos que foram, logo, tocando o terror. Eram assaltantes. Os bandidos estavam armados e renderam a todo mundo. Levaram relógios; bicicletas; dinheiro; telefones celulares; televisores, equipamentos agrícolas e, até, móveis. Estavam em dois carros: um Santana e um FIAT Uno. Depois do roubo, os bandidos sumiram.


 


Sem a moto


A Tatiane estava chegando em casa, por volta de 11 horas, no Parque Iracema e, parou a moto para abrir o portão. Nisto, surgiram dois marmanjões e a abordaram, dizendo que eram assaltantes, que eram perigosos, que já mataram, isto e aquilo. Ela, coitada, toda trêmula, ficou sem ação e não teve alternativa que não fosse entregar as chaves da moto. Um dos bandidos, o mais covarde, ainda a agrediu com uma coronhada nas costas. Os marginais estavam em um Chevette rebaixado.


 


Assalto ousado


Emerson, dono de uma casa de artigos para festas, no centro da Cidade, já se preparava para fechar o estabelecimento, depois de um duro dia de trabalho. Nisto, chegou um elemento alto, aparentando 25 anos, barba cerrada. Emerson pensou ser um cliente e foi todo solícito atendê-lo. O cara era assaltante e com uma pistola prateada, disse que se o comerciante criasse algum problema, iria para o IML cheio de buracos. O Emerson entendeu a senha e se rendeu. O bandido, então, se apoderou de 13 mil reais e fugiu em uma moto de cor preta, que estava estacionada nas imediações.


 


Princesa roubada


A Kamilla disse aos policiais de plantão que deixou o portão aberto por alguns instantes e que a Princesa saiu sorrateiramente.  Princesa é o nome da cadelinha da raça York Shire de propriedade da Kamilla, que mora no Residencial Itália. Procura daqui, procura dali e resolveram verificar a câmera de videomonitoramento. Foi quando viram que um carro Pálio, de cor prata, parou perto da Princesa. Do carro desceu uma mulher. A mulher olhou para um lado, olhou para o outro, abaixou-se e, chamou a Princesa, estalando os dedos. Esta veio toda alegrinha, abanando a cauda. A mulher apanhou a Princesa e entrou no carro, desaparecendo na primeira esquina.


 


Casal assaltado


Vander e Sara, marido e mulher, vinham pelas ruas do Polocentro, por volta de nove e meia da noite. Com eles, o Snoopy, o cachorro da família. De repente, apareceram quatro elementos em um carro Gol, de cor prata e foram logo dizendo o que queriam: a mochila do Vander (tinha um videogame no interior); o dinheiro, o celular, tudo de valor que o casal conduzia. Diante de um revólver, não houve como reagir. O casal entregou tudo. Como o cachorro não parava de latir, um dos assaltantes apontou-lhe a arma dizendo que iria matá-lo. A Senhora Sara pediu clemência e o bichinho foi poupado.


 


Sem o carro


Domingo, oito da noite, a Edna estava com seu Ford Eco Sport na Vila Santa Maria de Nazareth. Foi quando, do nada, apareceu um elemento armado e disse que precisava do carro. Edna disse que não poderia ceder, pois dependia dele para trabalhar. O bandido, então disse que se ela criasse caso, não precisaria nem daquele, nem de outro carro, pois iria para um lugar onde ninguém anda de carro e que esse lugar era o cemitério. A Edna, então, diante de tal argumento, entregou o veículo e ficou lamentando, até a chegada da polícia.


 


Visita indesejada


A Divina chegou em casa no Bairro Calixtolândia e viu que a porta dos fundos estava arrombada. Entrou e sentiu a falta de dois botijões de gás e de uma bolsa com material de trabalho em salão de beleza. Ela mesma fez uma averiguação e encontrou uma carteira de trabalho em nome do Paulo. Este Paulo é conhecido da família. A polícia foi ao seu encontro e ele veio com a seguinte explicação: “O marido dela me deve. Eu fui lá receber o dinheiro e não tinha ninguém na casa. Para não perder a viagem, peguei os objetos”. A Divina disse que o marido dela não deve nada para o Paulo e que a confusão tem a ver com a venda de algumas pedras de crack. Todo mundo para a delegacia.


 


Moto recuperada


O Onofre, entregador de pizza, ficou, por uns dias, sem poder trabalhar. É que, roubaram o seu instrumento de trabalho, uma moto Titan 150. Isto aconteceu quando ele fazia uma entrega na Rua Portugal, Vila Santa Isabel e foi abordado por dois assaltantes. Um dos quais aparentava ser menor de idade. Estes, armados, não deram qualquer chance para o Onofre. Além da moto, levaram o celular do entregador. Mas, ele deu sorte: dois dias depois, o veículo foi localizado na região do Bairro Boa Vista. O celular, ainda, está desaparecido. Onofre diz que perdeu todos os contatos que estavam no aparelho. (Colaborou Richardson de Bastos).

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

24/11/2017

Castelo fraco Valdeci montou um comércio no Residencial Copacabana e ia de vento em popa. Não faltavam clientes. Só que,...

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...