(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed.511

Geral Comentários 20 de maro de 2015

Notas Gerais


Assaltada no ponto
Sete da noite e a estudante Elisane estava em um ponto de ônibus perto da Faculdade Anhanguera. Foi quando parou uma moto verde, com dois elementos. Os dois eram assaltantes e de arma em punho, tomaram a bolsa da Elisane. Na bolsa estavam documentos, um telefone celular e uma pequena quantia em dinheiro. Refeita do susto, ela ligou para o 190. Mas, aí, já era tarde. Os ladrões haviam desaparecido.

O revólver
“Pra quê esse revólver aqui, amigo”, perguntou o PM ao Valdeir, que foi abordado por uma viatura na GO 080. “Para me precaver, doutor... Aqui está cheio de assaltante”, respondeu ele. “Mas, o senhor tem porte de arma?”, retrucou o policial. “Tenho não... sei nem o que é isso...!” tornou a falar o Valdeir. “Então, o senhor vai com a gente bater um papo com o delegado”, rebateu o PM. E, o Valdeir, foi. Chegando lá, pagou uma fiança e vai responder em liberdade por porte ilegal de arma.

Que apelidos!!!
O Adauri trabalha em uma cerâmica. Lá, trabalhava, também, um sujeito que tem o apelido de “Bostão”. E, foi justamente esse sujeito que pegou a moto do Adauri emprestada, no dia dois de janeiro, dizendo que voltaria logo. Mas, não voltou. Procura daqui, procura dali, nas delegacias de Ouro Verde e Campo Limpo e em outros locais. Então Adauri, ficou sabendo que a moto estava em uma boca de fumo, controlada por um sujeito apelidado de “Tição”. Esse “Tição” disse que comprara a moto do “Bostão” por 400 reais. O Adauri não quis saber de conversa e chamou a polícia. Agora, o “Tição” e o “Bostão” vão se entender com o delegado.

Roubo de taxi
Sujeito honesto e trabalhador, o taxista Marciel foi atender a uma chamada no Jardim das Américas. Quando chegou ao endereço, viu um carro Gol, de cor prata, parado, com dois elementos. Os dois, sem muitas delongas, sacaram armas de fogo e apontaram para a cabeça do Marciel e falaram o que queriam: o carro dele, um Honda Civic, também, de cor prata. Levaram o carro, os celulares, R$ 200 em dinheiro e, ainda, deram uma coronhada na cabeça do profissional do volante. Ainda não eram dez da noite.

Droga na cadeia
Durante revista de rotina nas celas do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc”, os agentes penitenciários descobriram quatro pedras de crack e 61 papelotes de maconha. Começaram a indagar e, logo, apareceram os donos do ‘bagulho’. Eram o Diego e o Rafael. Como já estavam presos, a polícia não teve muita dificuldade em enquadrá-los. Só não se explicou como a droga foi parar dentro da cadeia.

Seguro pelo segurança
O Givanildo é segurança de uma boate no Bairro Calixtolândia. Esta semana ele estava de serviço e deixou seu carro, um Pointer vermelho nas proximidades. O Carlos, querendo bancar o esperto, entrou no veículo, com uma chave de fenda e estava desmontando algumas peças. Foi quando o Givanildo chegou e o flagrou. Carlos quis correr, mas Givanildo, fazendo jus à profissão de segurança, o deteve e chamou a polícia. Quando os policiais chegaram, perguntaram ao Carlos o que ele fazia dentro do carro do Givanildo. Ele respondeu: “Nada não, só tava olhando”. Os policiais, claro, não acreditaram e levaram o Carlos para uma entrevista com o delegado de plantão.

Meninas travessas
As menores R., de 13 anos e, K. e L., ambas de 14 anos, chegaram a um restaurante no Jardim das Américas e começaram a comer. Comeram e, repetiram. Tomaram refrigerantes, pediram mais carne e reclamaram da comida que segundo elas, estava um pouco salgada. E, quando os donos do restaurante se descuidaram, as três saíram correndo, sem pagar a conta. A polícia foi chamada e, em alguns minutos, já estava com as três garotas levadas na mão, encaminhando-as ao plantão policial.

Não é o cantor
Odair José, que não é aquele cantor goiano que fez muito sucesso nos tempos da Jovem Guarda, mora em Anápolis. Ele gosta, mesmo, é de bater na companheira, a Luciene. Da última vez, foi demais. Bateu nela com uma pedra, com um cabo de vassoura e com um pedaço de pau. A Luciene correu e chamou a PM. A PM chegou e descobriu o paradeiro do Odair, deu-lhe voz de prisão e o encaminhou ao plantão policial.

A coincidência
O João, morador no Santo Expedito, é um sujeito muito nervoso. Volta e meia, ele dá uma sova na mulher. Ela disse que isto acontece há dez anos e que quando fala em separar-se dele, sofre ameaças de morte. Mas, esta semana ela perdeu a paciência e chamou a polícia, depois que o João arrombou a casa, desacatando-a e dizendo que iria colocar fogo na residência, o que não conseguiu porque estava chovendo muito. Isto, às dez da noite. Mas, os policiais agiram a tempo e detiveram o João, levando-o para o Plantão Policial. Lá, ele foi autuado com base na Lei “Maria da Penha”. Ah, o nome da esposa do João? Maria da Penha.

Outro assalto
A Isabela estava chegando em casa, no Conjunto Vila Verde. Iria descansar, depois de uma árdua jornada. Mas, o pior estava para acontecer. Quando ela manobrou seu carro, um Siena preto, para entrar na garagem, surgiram dois assaltantes e mandaram que ela descesse, saísse correndo e não olhasse para trás. Ela quase que morre de medo, mas obedeceu. Ficou sem o carro; o celular, documentos e outros objetos de valor que estavam no veículo.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Uma viagem de realidade e ficção a Praga

18/08/2017

Tudo começou numa viagem de família à Praga, capital da República Tcheca, em 2013. A cidade antiga, cheia de belezas e de...

Anápolis recepciona interessados em conhecer os cursos

18/08/2017

O Campus de Ciências Exatas e Tecnológicas Henrique Santillo da Universidade Estadual de Goiás (UEG), em Anápolis, realiz...

Ministério oferece cursos gratuitos e a distância

18/08/2017

Estão abertas as pré-matrículas para cursos de qualificação profissional na área do turismo com subsídios do Programa ...

Governo espera cadastrar 15 mil estudantes

18/08/2017

Depois de ter sido lançado em Anápolis, recentemente, o programa Passe Livre Estudantil foi apresentado de forma detalhada,...