(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed.503

Causos de Polícia Comentários 23 de janeiro de 2015

Notas Gerais


Fumacê na Federal
Quando patrulhava a Avenida Federal, o Sargento Washington desconfiou de um grupo de rapazes. Do local saía uma fumaça meio esquisita e, então, o policial resolveu fazer uma abordagem. Quando parou a viatura, os elementos saíram correndo, cada qual para um lado. Ele foi em cima e conseguiu deter o Ailton. Esse tal de Ailton estava com uma balança de precisão (utilizada para pesar drogas) e uma grande porção de maconha em uma sacola plástica. “Que é isso aí, meu chapa?”, perguntou o militar. “Sei não doutor, nem vi...”, disse o Ailton. Mas, não colou. Foi levado para o plantão.

Tiroteio
Quando ouviram vários pipocos no Conjunto Morada Nova, as pessoas pensaram que fosse alguma festa com queima de fogos. Não era. Na verdade, o que acontecia era uma troca de tiros. Chamaram a polícia e, quando os representantes da lei chegaram, encontram um homem baleado, mas consciente. Era o ex-agente prisional Thiago Souza. Ele disse que fora cercado por alguns sujeitos que estavam em um Corola de cor prata e que, sem nada dizer, foram atirando. Thiago estava armado e revidou. Tiro pra lá, tiro pra cá e Thiago foi atingido seis vezes. Ele disse desconhecer os autores e os motivos. E, ainda acabou sendo autuado por porte ilegal de arma. A pistola que ele conduzia tinha registro, mas ele, Thiago, não tinha permissão para conduzi-la.

Dupla folgada
Jonas e Willians, dois elementos que não têm ocupação legal, decidiram sair roubando das pessoas. E, na Avenida Brasil, perto da Unievangélica, cercaram a senhora Beatriz. Os dois estavam de bicicleta. A mulher, coitada, sozinha, com uma faca apontada para sua barriga, teve de entregar seus pertences, incluindo a bolsa. E, pediu socorro. A polícia entrou em ação e, na Vila Santa Izabel, abordou os dois bandidos. A vítima os reconheceu. Quando da abordagem, apareceu a Emille, dizendo que, também, acabara de ser assaltada pela dupla. Mediante tais circunstâncias, os dois foram levados para passarem uns dias por conta do Governo, hospedados na Cadeia Pública de Anápolis.

Fator surpresa
Leide e Sirley vinham batendo um papo bem descontraído, na Rua Argentina, Vila Santa Izabel. Eis que, senão quando, apareceram na frente delas dois sujeitos em uma moto. A conversa foi curta: “Não gritem, não façam escândalo. Vão passando dinheiro; bolsa; celular, correntinha de ouro, tudo pra nós...” gritou um dos assaltantes. As duas sem alternativa, entregaram tudo o que tinham. Isto por volta de oito e meia da noite. Os ladrões saíram voando baixo pelas ruas do bairro. As vítimas, refeitas do susto, ligaram para o 190.

Sem entender
Elisa foi casada com Tiago, mas estão separados há anos. Nesse intervalo de tempo Tiago “saiu” com a Mirian. Ele disse que foi somente uma vez. Mas, a Mirian, segundo a Elisa, não larga de seu pé e vive falando que vai dar um jeito nela. A ameaçadora teria ido até Brasília, em seu local de trabalho, para falar-lhe alguns desaforos. Esta semana a Elisa procurou a polícia para queixar-se da Mirian, dizendo que esta ligara para a casa de seus pais, em Anápolis, e dissera quer iria matar a ela e ao Tiago. “Agora, não sei por que, pois estou separada dele há tempos...” disse ela perplexa.

Bateu na mãe
O Paulo, suboficial da Aeronáutica, tem uma rixa com um irmão. Esta semana os dois se desentenderam, mais uma vez, por conta de acerto de dívidas. E, o pau comeu. Paulo tem 54 anos. A mãe dos brigões, Dona Iara, tentando apaziguar os filhos e manter a paz na família, entrou na confusão e acabou sendo agredida pelo Paulo. Diante disso, a polícia foi chamada e o Paulo preso, acusado de lesões corporais contra a própria mãe.

Roupa nova
Enjoada das roupas de sempre, Valéria resolveu dar uma geral no vestuário e adquirir novas peças, aproveitando a chegada do verão. Foi a uma loja do centro da Cidade e começou a experimentar vários modelitos. Escolhe daqui, escolhe dali e ela separou oito peças. Em seguida ia saindo, sem, contudo, passar no caixa para acertar a conta. Os seguranças da loja que já estavam de olho nela, abordaram-na e deram o flagrante, detendo-a até a chegada da polícia. Valéria foi levada ao plantão, onde prestou depoimento. Detalhe: com as roupas velhas.

Fim de um amor
“Eu não aguento mais esta vida...”, dizia a Letícia, aos prantos, no plantão policial. Ela afirmou que mora, há dez anos, com o Wellington e que, nesses dez anos, só recebeu pancadas; chutes, puxões de cabelo e outras agressões. Esta semana ela disse que vai colocar um fim no relacionamento. “Ele é muito bravo, tenho medo de que me faça coisa pior”, emendou a queixosa. A polícia ficou de bater um papo com o Wellington.

Deu mole
Nove e meia da noite, Gessione saiu de casa, no Jardim Progresso. Levava uma bolsa e, dentro da bolsa, estavam, segundo ele, R$ 79 mil em dinheiro vivo. Não andou duas esquinas, quando apareceram três elementos em um carro Cruze, branco. Os ocupantes pareciam saber que Gessione estava com o dinheiro e não tiveram muito trabalho em tomarem-lhe a bolsa. Também, todos estavam portando armas pesadas. Os bandidos ainda obrigaram a vitima a voltar para casa e reviraram tudo, à procura de mais dinheiro. Depois, fugiam levando alguns objetos e o controle do portão. Gessione chamou a polícia.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

24/11/2017

Castelo fraco Valdeci montou um comércio no Residencial Copacabana e ia de vento em popa. Não faltavam clientes. Só que,...

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...