(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed.482

Causos de Polícia Comentários 22 de agosto de 2014

Notas Gerais


Esqueceram de mim
Ivete estava de passagem pro Anápolis, a bordo de um ônibus. O veículo parou na Estação Rodoviária e ela aproveitou para ir ao sanitário. Mas, ficou por lá mais tempo do que devia. Quando saiu, cadê o ônibus? Pior: no veículo estava seu filho de inicial D, de 11 anos. Foi preciso chamar a polícia e o Sargento Santos, com o Soldado Ygor correram atrás do ônibus, dirigido pelo Wemerson. No final, tudo se acertou.

Adeus, moto
Na Rua Primeiro de Maio, centro da Cidade, Ana estacionou sua moto Biz, bem em frente ao trabalho. Deu a hora do almoço e ela, ainda despediu-se dos colegas e disse que estava de saída. Mas, quando chegou do lado de fora, viu que haviam levado sua condução. Desesperada, ela ligou para o 190 e foi atendida pelo Sargento Castro e pelo Soldado Bolba.

Assaltados
Ruan, Simone e José trabalham em um depósito de material para construção situado na Avenida Pedro Ludovico. Esta semana, pouco mais de duas da tarde, apareceu por lá um elemento gordo; de brincos nas duas orelhas; boné vermelho, blusa e jaleco bege e, o principal: um baita 38 na mão. Nem precisou avisar que era um assalto. O bandidão levou os três comerciantes para os fundos da loja e, sob ameaça, acabou roubando cerca de R$ 1.750,00. Ato contínuo, fugiu à pé, na maior tranquilidade. Foi o que as vítimas contaram ao Soldado Caio e ao Sargento Barroso.

Estranho furto
Furto mais sem graça foi o que vitimou o Leonardo, residente na Rua 16, JK Nova Capital. Ele saiu para trabalhar e, quando voltou, viu que o hidrômetro de sua residência havia sido furtado. Léo ficou indignado e perguntava a todo mundo por que é que uma pessoa furta um hidrômetro. O Sargento Xavier esteve no local junto com o Soldado Marcelino e orientaram o Leonardo a registrar a queixa no Plantão.

Ficou à pé
Arlete deixou seu carro, um Voyage vermelho, em frente à residência, na Quarta Etapa da Vila Formosa. Às sete da noite ela abriu a porta para conferir e o veículo estava lá intacto. Arlete entrou e, uma hora depois, resolveu dar outra conferida. O Voyage havia evaporado. Ela, desesperada, ligou para a Polícia Militar e foi atendida pelo Cabo Batista e pelo Soldado Porto.

Pinga e volante
Tiago estava dando um rolê pelas ruas do Conjunto Filostro, a bordo de uma reluzente caminhonete Hillux. Quando viu a viatura comandada pelos soldados Lima e Costa, acelerou e tentou escapar. Os policiais foram em cima e abordaram o fujão. Daí, descobriram por que ele não queria nada com a PM. Tiago estava “bebinho da silva”. Foi o que constatou o exame de alcoolemia feito no posto da Polícia Rodoviária Federal. Tiago foi convidado a dar um pulinho no plantão, pois o pessoal de lá queria bater um papo com ele.

Roubo de malote
Raphael apanhou o malote na empresa que fica em um dos shoppings da Cidade, com R$ 26 mil e ia depositar no banco. Ia, porque foi interceptado por um desconhecido, com um revólver na mão direita. O bandido foi dizendo: “Olhaí, chefia, deixa que eu mesmo cuido desse bagulho”. E, foi assim que tudo aconteceu. Raphael ficou no pátio do shopping e, ainda viu o assaltante desaparecer entre os carros. Chamou a polícia e foi atendido pelos soldados Flávio e Thallys.

Silas e o “Boi”
Pouco mais de sete da noite, Silas vinha caminhando despreocupado pelas ruas do Residencial Morumbi. De repente surgiu em sua frente um elemento conhecido por “Boi”. E, dizem que esse “Boi” parece um touro de rodeio, de tão bravo que é. E, provou ser mesmo, quando disse ao Silas: “Cê tá mexendo onde não deve. Tá paquerando mulher dos outros. Isso fede a pólvora”. Silas, ainda bem, teve ânimo para correr. E correu como o jamaicano Usain Bolt, aquele recordista dos 100 metros rasos. O “Boi” deu uns cinco tiros em sua direção, porém, não o acertou. Depois, o Sargento Rosonei e o Soldado Wagner ficaram sabendo, do próprio Silas, que ele estava, de fato, namoricando uma gata do setor, mas que nem de longe imaginava que ela fosse comprometida. Silas quase ‘silascou’. Disse que não quer ver mais a dita cuja nem pintada de ouro.

Lanchonete do barulho
Dez e vinte da noite, Paulo Vitor, gerente de uma lanchonete na Avenida Brasil, estava conferindo o caixa, quando dois elementos mal encarados chegaram. “Vão querer algum sanduíche?”, perguntou o gerente, todo solícito. “Não, amizade. Vamos querer é o dinheiro do caixa. E não banque o engraçadinho. Passe tudo pra cá”, rebateu um dos assaltantes. E, tudo o que havia no caixa eram R$ 500. Os marginais agradeceram e foram embora. O Sargento Rodrigues com a Soldado Francielle chegaram em cima da hora, mas os bandidos já haviam desaparecido.

Tiros na praça
Daniel e Jeflei estavam batendo o maior papo em uma praça da Vila Formosa. Não havia dado nem oito da noite. Nisto, chegaram dois elementos em uma moto. O garupa saltou de arma em punho e apontou para Jeflei. Este, sem nem piscar, saiu correndo. O cara da moto atirou e acertou seu braço. Jeflei disse que não conhece os agressores e que não tem qualquer inimizade. O mesmo disse Daniel ao Cabo Mesquita e ao Soldado Wesley que os socorreram Coisa mais estranha...

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

24/11/2017

Castelo fraco Valdeci montou um comércio no Residencial Copacabana e ia de vento em popa. Não faltavam clientes. Só que,...

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...