(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed.413

Causos de Polícia Comentários 12 de abril de 2013

Notas Gerais


Adeus, celulares
O Vilmar, que tem uma loja para a venda de telefones celulares, na Avenida Xavier de Almeida, chegou para trabalhar pela manhã e viu que algo estranho acontecera na véspera. Examinou direito e notou um buraco no teto. Ficou todo gelado e, quando observou com mais atenção, sentiu a falta de 70 aparelhos que estavam expostos para a venda. Desconsolado, chamou a polícia e foi socorrido pelo Cabo Pereira.

Vacilou, dançou
Foi um instante só... Lucas parou sua moto em frente ao Residencial Pedro Ludovico, isto antes de onze e meia da manhã. Quando retornou, viu que haviam levado os dois espelhos retrovisores e, de quebra, arranharam o tanque do veículo. Perguntou daqui, perguntou dali, ninguém viu nada. Se viu, não falou. Lucas chamou a PM e foi atendido pelo Sargento Costa e pelo Soldado Santana.

Duplo furto
Em plena luz do dia, ladrões entraram na casa de Rogério, no Residencial Pedro Ludovico e levaram, dentre outras coisas, um note book e várias joias. A poucos metros dali, José Júlio, que trabalhava num endereço próximo, notou que os ladrões, possivelmente os mesmos, levaram dele uma maquita (aparelho para cortar cerâmica) marca Bosch. Foi o que relataram ao Sargento Martins e ao Soldado Marinho.

Até pamonharia
Valdivino tem uma pamonharia na Vila Mariana. Esta semana ele estava numa boa, atendendo à clientela, já por volta de onze da noite. Nisto, chegou um elemento desconhecido e pediu dez pamonhas. Quando Valdivino foi entregar, recebeu voz de assalto. Ele ainda tentou correr, mas foi alcançado pelo assaltante que lhe aplicou vários golpes, ferindo-o. Quando a PM chegou, Valdivino já havia sido levado para o Hospital de Urgências. O bandidão sumiu. O Sargento Seir disse que vai descobrir quem é ele.

Álcool e volante
Fabrízio não se emenda... Ele assiste, todo dia, a propaganda sobre tolerância zero para quem bebe e quer dirigir. Esta semana, confiando na sorte, ele encheu o caco e saiu no seu carro Gol. Não deu outra. Foi parado na blitz e submetido ao teste de alcoolemia (bafômetro). Estava bem alterado. Isto aconteceu na Praça Dom Emanuel. Fabrízio foi preso em flagrante pelo Sargento Félix e pelo Soldado Claudivino.

Bebeu, caiu
Vanderlício tomou todas e saiu com sua moto Titan fazendo o maior alvoroço pelas ruas do Granville. A Polícia foi acionada e lá compareceram o Sargento Anderson e o Soldado Martins. Vanderlício, visivelmente embriagado, ainda quis criar caso e se alterou com os policiais. Não adiantou nada. Ele foi levado para o Plantão Policial. A moto, seguiu, de guincho, para o pátio da CIRETRAN.

Assaltado
Maurício estava em seu estabelecimento comercial, na Avenida Pedro Ludovico, por volta de sete e meia da noite, quando apareceu um camarada muito estranho. Maurício ficou desconfiado. E, com razão. Era um baita de um assaltante que, de arma em punho, levou nada menos que R$ 930 do comerciante. O Sargento Xavier e o Soldado César fizeram intenso patrulhamento, mas não encontram o mala, que estava de camiseta azul e calça jeans.

Caiu do telhado
Jackson era foragido da Justiça de Itaguaru e estava escondido em uma casa na Vila São Jorge em Anápolis. A PM ficou sabendo e saiu ao seu encalço. Quando viu a viatura, Jackson, mais do que depressa, subiu no telhado da casa. Mas, foi descoberto e, quando se preparava para descer, as telhas se quebraram e ele acabou caindo. Preso, recusou-se a receber socorro médico. Foi levado ao Plantão Policial no cumprimento do mandado de prisão, pelo Artigo 33 do Código Penal. (Tráfico de Drogas).

Dupla explosiva
Edson e Adriano, que não formam nenhuma dupla sertaneja, iam seguindo pelas ruas da Vila Jaiara em cima de uma moto. A polícia desconfiou dos dois. Isto, mais de nove e meia da noite. Abordagem normal, pedido de documentos e o procedimento de praxe. De repente, um pequeno embrulho dispensado pelos dois no chão, perto da moto. Eram cinco pedras de crack. Não deu pra negar. Edson disse que comprou a droga de Adriano. O Sub Tenente De Deus, o cabo Miguel e o Soldado Nerivon foram com a dupla até à casa de Adriano. Lá estava sua amásia, menor de idade, portando duas identidades com nomes diferentes, só que, com a mesma fotografia. Na delegacia descobriram que Edson é incluso no Artigo 155 (Furto) e Adriano no artigo 33 (Tráfico de Drogas) do Código Penal Brasileiro.

Visita indesejada
Diego tem uma empresa de transportes na Avenida Tiradentes, Jardim Alexandrina. Esta semana ele chegou para trabalhar às sete e meia da manhã e notou que, antes dele, alguém já havia passado por lá. E era verdade. Os ladrões levaram dois monitores de computador, um mouse, um pen drive, um aparelho de som e uma roda com pneu. Ele chamou a Polícia e foi atendido pelo Sargento Arnaldo e pelo Soldado Santos.

No hospital
O fraco de Weliton, 32 anos, não é trabalhar. Ele gosta, mesmo, é de “encontrar coisas”. De preferência que sejam de pessoas honestas. E, não é que, esta semana, o dito cujo entrou no Hospital Municipal e, com cara de quem não queria nada, arrombou os armários das funcionárias? Furtou um par de óculos e R$ 150 de Ilma, além de R$ 65 de Maria, servidoras daquela casa de saúde. Dado o alarme, a polícia foi acionada e ainda encontrou o folgadão dentro do HM. Ele confessou o furto e foi levado para a delegacia, preso em flagrante pelo Sargento Sinvaldo e pelo Soldado Cavalcante.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

24/11/2017

Castelo fraco Valdeci montou um comércio no Residencial Copacabana e ia de vento em popa. Não faltavam clientes. Só que,...

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...