(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed. 488

Causos de Polícia Comentários 03 de outubro de 2014

Notas Gerais


Agricultura proibida
Afonso completou 18 anos no dia primeiro de setembro. E, no dia primeiro de outubro já foi preso. Duas da manhã, o Sargento Washington e o Soldado Harley patrulhavam as ruas da Vila Formosa, quando deram de cara com ele. Afonso, esperto como ninguém, pulou o muro de uma residência. Os policiais chamaram na porta e foram autorizados pelo proprietário a adentrarem ao imóvel. No quintal, estava o Afonso, em companhia do menor de inicial M. Com eles, um tablete de maconha prensada, uma balança de precisão e algumas pedras de crack. Olhando melhor, os policiais descobriram um tambor onde estavam plantados vários pés de maconha. Todo mundo para a delegacia.

Negócio mal feito
O Marcelo ficou sabendo que estavam vendendo lotes em uma invasão no Parque das Laranjeiras e que o preço estava ótimo. E, foi correndo para lá. Ao chegar, encontrou-se com dois rapazes que seriam os “corretores”. Ele ofereceu a moto Honda 125 no negócio. Os dois toparam na hora. Marcelo, então, foi contar o fato a um amigo e este respondeu: “Rapaz, isto é fria. Você pode, até, ir preso”. Marcelo, morrendo de medo, voltou ao local para desfazer o negócio. Mas os “corretores” disseram que “negócio é negócio” e sumiram com a moto. Ele, então, ligou para a polícia. Mais tarde, sua moto foi encontrada abandonada no Residencial Copacabana pelo Cabo Mota e pelo Soldado Barroso.

Som da discórdia
Quatro e pouco da tarde e o Soldado Freire foi atender a uma ocorrência de perturbação do sossego público no Bairro Calixtolândia. Ao chegar, viu que, de fato, um veículo estava com o som mais alto do que trio elétrico na Bahia. Ele pediu ao Rafael e ao Alexandre que abaixassem o volume, pois estavam perturbando a vizinhança. Quando o militar saiu, os dois voltaram a aumentar o som, mais ainda. Nova ligação e nova abordagem. Aí, Alexandre e Rafael resolveram criar caso e enfrentaram o policial, desacatando-o. Azar deles...

Assaltados
Carlos e Reginaldo são dois cidadãos honestos e trabalhadores. Ralam a noite toda em um posto de combustíveis para ganharem o sustento das famílias. Mas, nem isso sensibilizou dois bandidos que os abordaram e deram voz de assalto. Os marginais, portando armas de fogo, levaram dois celulares e R$ 400 em grana viva. Ato contínuo, fugiram sem deixar pistas. O Cabo Flávio e o Soldado Luciano atenderam a esta ocorrência.

Fim de um amor
Augusto foi o grande amor de Érica. E, ela, também, foi a grande paixão de Augusto. Tinham, até, planos de se casarem. Mas, um dia, o amor acabou, deixando ressentimentos de ambas as partes. Esta semana, os dois se encontraram e, o caldo entornou. Passava da meia noite, no Bairro Paraíso. E, a chapa esquentou. Bruno desceu o braço na Érica. Esta, sem poder reagir, chamou a polícia e o Sargento Lima chegou bem na hora. Tanto foi assim que ainda encontrou o Augusto. O militar, gentilmente, o convidou para entrar na viatura e disse que o delegado queria bater um papo com ele. Augusto foi...

Companheiros
Dois Brunos e uma história. Ambos foram abordados nas proximidades do Parque Ipiranga, pelo Cabo Célio. Um Bruno tem 19 anos e o outro acabou de completar 18. Mas, ambos, já têm boa experiência com cigarros de maconha. E, na hora da abordagem, estavam portando a “erva maldita”. Foram levados ao Plantão policial, isto três e meia da tarde.

Briga de trânsito
Thiago disse ao Sargento Mauro que vinha em seu carro Volvo pelas ruas do Jundiaí, quando se emparelhou com ele um BMW de cor preta. O condutor deste carro, sem maiores delongas, disse ao Thiago que ele o havia fechado e fez um gesto aparentando que iria pegar alguma coisa no porta-luvas. Thiago, que não é bobo nem nada, sumiu no mundo. Depois ligou para a polícia. Ele disse que não conhece o cara que o ameaçou. Este fato ocorreu às cinco e meia da tarde, no Bairro Jundiaí.

Olha a faca!
Noelson pegou uma faca e saiu correndo atrás de Mirian. Ele tem 43 anos e, ela, 28. Então, mais jovem, Mirian abriu uma boa distância de Noelson. Enquanto isso, os vizinhos chamaram a polícia. Foi quando apareceu o Cabo Martins e colocou ordem na bagunça. A esta altura, já passava das onze e meia da noite, no JK Nova Capital. Foi todo mundo parar na delegacia de plantão.

O valentão
Edvan encontrou-se com a menor de inicial I. de 17 anos, na Vila União. Isto, dez e pouco da manhã. Parou a moto e cercou a garota. Em seguida deu-lhe vários bofetões. Ela chamou a polícia e foi socorrida pelo Sargento Da Silva. E, adiantou: “Além de me bater, ele me chamou de piranha, vadia e vagabunda, seu policial!!!”. O Sargento, então, resolveu levar todo mundo para o plantão, onde o Edvan foi autuado com base na Lei “Maria da Penha”.

Outro assalto
Antes de uma da tarde, Vina sacou 300 reais em um banco na Avenida Minas Gerais. Saiu normalmente, mas, algumas quadras adiante, foi cercada por um casal que lhe tomou a bolsa, com dinheiro e tudo. Ela chamou a polícia e foi socorrida pelo Sargento Félix e pelo Soldado Monteiro. Eles correram com Vina para bloquear o cartão e a senha. Mas, já era trade. Os bandidos já haviam sacado R$ 2 mil de sua conta.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

24/11/2017

Castelo fraco Valdeci montou um comércio no Residencial Copacabana e ia de vento em popa. Não faltavam clientes. Só que,...

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...