(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed. 465

Causos de Polícia Comentários 16 de abril de 2014

Notas Gerais


Amores problemáticos
Na Avenida Pedro Ludovico, Dilma, xará da Presidente da República, levou uma surra do ex-esposo, de nome Gilmar. Ela disse ao Sargento Santos que o indivíduo foi chegando e descendo a lenha. Ele não aceita a separação. Mas, quando viu a polícia ficou mansinho da Silva. Foi preso em flagrante. E, no Itatiaia, foi a vez de Josélia entrar na taca. Quem bateu nela foi o Wila, que, também, queria bater na criança filha do casal. Ela disse que, além de bater, o Wila a ameaçou de morte. Este, igualmente, foi detido em flagrante e levado para a delegacia. Isto, quase onze da noite.

Simples assim...
“Tem verdinha aí, mano?”, perguntou Fábio ao Guilherme, ao encontrá-lo no Bairro Jundiaí. “Tem não, chefia. Demorou...”, respondeu ele. “E, grana, vai rolar?”, retrucou Fábio. “Parceiro, só tem aqui nove pernas...”, disse Guilherme. “Tá valeno...”, disse o Fábio. Traduzindo: verdinha é maconha. Nove pernas eram nove reais. Guilherme entregou o dinheiro com medo de tomar uma surra do Fábio. Mas, criou coragem e chamou a polícia. Foi atendido pelo Soldado Caio, que levou vítima e acusado para o plantão. Meio dia e meia...

Adeus, amor
Edilson e Elaine formavam um casal feliz. Formavam, pois entrou areia e os dois vivem às turras. Esta semana o caldo entornou e, das ameaças, ele partiu para os finalmentes. Deu vários socos, chutes e empurrões na ex-amada. Ela, com medo de acontecer coisa pior, pois ele falava, até, em matar, chamou no 190. Que atendou foi o Cabo Osvair. Isto ocorreu meia noite em ponto, no Industrial Munir Calixto.

Assalto na creche I
Francisley e Oseas chegaram para trabalhar na creche do Jardim Primavera antes da sete da manhã. E, antes da criançada chegar, chegaram dois indivíduos que eles não conheciam. Sem muita conversa, ele mostraram um baita revólver e disseram que queriam levar tudo de valor que havia ali. E foram juntando uma mochila; um note book; R$ 202 em dinheiro vivo, cartões de banco e outras coisas Já iam saindo quando se lembraram de mais uma coisa: a moto Honda, estacionada em frente à creche. Pegaram a chave e foram embora.

Assalto na creche II
Mas, à noite, o caso teve sequência. Um indivíduo chamado Lucas estava com uma moto em posto de gasolina no Anápolis City. Deu de cara com o Antônio. Este disse que a moto era de seu irmão, Francisley e segurou o Lucas. Disse o veículo havia sido roubado na manhã daquele mesmo dia. O Soldado Clodoaldo fez a primeira abordagem. Logo chegou o Sargento De Sá. E, tinha mais coisas. Foram atrás de um tal Maxuel, que trabalha numa fazenda como operador de máquina. Com Maxuel estava o celular de Francisley, o dono da moto. No alojamento, os policiais encontraram um revólver Smith and Wesson sem numeração e sem tambor. Levados à presença da vítima, esta os reconheceu. O jeito, então, foi conduzir a dupla para o plantão policial.

Roubo na fazenda I
Eduardo, Lília e Paulo estavam em uma fazenda perto de Bramápolis, quando chegou um elemento com cara de piedade, pedindo um copo d’água. Eles estranharam, pois já estava anoitecendo. O sujeito tomou a água, agradeceu e foi embora. Não demorou nada e ele estava de volta, agora acompanhado de mais três. Na verdade, tratava-se de uma quadrilha que andava roubando nas propriedades rurais daquela região. Sem dificuldades, levaram um Cross Fox e um FIAT Strada, além de outros objetos. Deixaram as vítimas amarradas no banheiro.

Roubo na fazenda II
No dia seguinte, por volta de cinco da tarde, o Sargento De Sá foi informado que no Jardim Primavera havia um Cross Fox, com as mesmas características do que havia sido roubado. O militar, então, resolveu dar uma checada. E, acertou em cheio. Era, mesmo, o carro roubado na noite anterior. De cara prenderam o menor de inicial D., de 15 anos. Depois foi detido outro menor, o G. (17 anos). Em seguida, o K., de 17 anos e logo após a menor R, de 16 anos, junto com outro menor, de inicial J., este, também, com 17 anos. Foram apreendidos, mas como a lei determina, acabaram liberados.

Dupla folgada
“Manêro esse tênis... Quanto custa, tio?”, perguntou um elemento ao Paulo César, dono de uma loja na Rua Desembargador Jaime. “Escolhe aí, depois a gente vê...”, disse o comerciante. E o papo seguiu. O “cliente” estava acompanhado de um amigo que, também, ficou empolgado com a qualidade das mercadorias. Escolheram 15 camisetas; 10 blusas de moletom; dois pares de tênis, do mais caro que havia na loja. Mas, eles não queriam comprar. Queriam roubar. Armados, renderam o comerciante e, de quebra, ainda levaram um note book, perfumes e bonés. Sumiram na rua de baixo, isto à uma e meia da tarde. Desconsolado, Paulo César chamou a polícia e foi atendido pelo Sargento Da Silva e pelo Soldado Porto.

Na loja
O vigilante Abrão viu a porta da loja de Edson aberta, na Rua General Joaquim Inácio. Passava da meia noite. Ele desconfiou e foi lá ver. E, viu que Sandro estava lá dentro. Sandro tem a mania de arrombar lojas e levar coisas para casas. Desta vez, ele foi flagrado e, com uma faca na mão, ainda ameaçou o vigilante. Ato seguinte saiu correndo. Abrão chamou a polícia e o Soldado Martins, esperto como é, acabou por deter o Sandro duas ruas abaixo. Levado à presença da vítima, esta o reconheceu. Sandro foi preso e, quando chegou à delegacia, ficou sabendo que contra ele havia um mandado de prisão. Justamente pelo Artigo 155 do Código Penal (furto). Ficou por lá.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...

Causos de Polícia

26/10/2017

Ladrão folgado Um homem (identidade preservada) foi assaltado por dois elementos que estavam em um Celta preto. Ele chamou ...