(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed. 434

Causos de Polícia Comentários 06 de setembro de 2013

Notas Gerais


Execução em casa
Em Inhumas, policiais civis prenderam João Victor Martins de Melo, Murilo Henrique Pompeu de Pina, Cleomar Antônio de Souza e Michel Bruno Fernandes. Os presos são acusados de terem assassinado Luiz Cláudio de Rezende, conhecido como Luiz Gordo, e tentado matar Daniel Bueno Fernandes, o Daniel da Globo. Segundo investigações da Polícia Civil, os detidos foram até à residência da vítima e, chegando ao local, João Victor e Murilo Henrique desceram do veículo, entraram e perguntaram se ela estava devendo e de imediato efetuaram vários disparos.

Assaltados
Paulo César e Leonardo Januário trabalham em uma loja de departamentos na Vila Jaiara. Sete e meia da noite chegaram por lá dois indivíduos com cara de poucos amigos e logo se identificaram como agentes especializados em subtrair coisas que não lhes pertencem. Ou seja: eram ladrões. E, estavam armados. Os dois funcionários não tiveram como reagir e viram a dupla de assaltantes levar vinte celulares dos mais caros, oito tablets e R$ 190 em espécie. Quando os soldados Rangel e Coutinho chegaram, os bandidos já estavam longe.

Intrigas
Antônio Célio chamou o Cabo Furtado e o soldado Weder e disse que Paulo Ricardo estava rondando sua casa e dizendo que iria aplicar-lhe um corretivo. Só não falou sobre os motivos de tais ameaças. Assim sendo, os policiais militares levaram os desafetos para o Primeiro Distrito, a fim de que eles explicassem ao delegado de plantão o porquê da malquerença.

Brigas de (ex) amor
Priscilla já teve um caso com José Oliveira. Viveram felizes por muito tempo, no maior dengo, até que a relação começou a azedar. Depois das brigas, as ameaças. Esta semana ela disse ao Sargento Laércio e ao Soldado Jansgles que o ex-amásio não larga de seu pé e que vive a importuná-la. Diante disso, os militares levaram o casal brigão para uma conversa com o delegado. Com certeza os ex-amantes ouviram “um monte” da autoridade.

Assaltada
O Cabo Guimarães, que não é o ex-vereador, juntamente com o soldado Aneilton foram chamados por Maria Eunice, no Jardim América. Ela contou que um sujeito mal-encarado a abordou quando caminhava tranquilamente pelas ruas do Jardim América e, sem mais delongas, tomou seu celular. Feito isso, o bandidão montou em uma bicicleta e sumiu. Isto às oito da noite, na Rua Um. Ela ficou mais chorosa porque perdeu toda a agenda com os números dos amigos.

No posto
Adailton, que trabalha em um posto de combustíveis na Avenida Pedro Ludovico, foi abordado por dois elementos em uma moto preta. Sem muita conversa, a dupla anunciou o assalto, isto às oito e meia da noite. Os bandidos levaram todo o dinheiro e fugiram em uma moto Titan de cor preta. Suspeita-se de que tenham sido os assaltantes Naim Ulisses e Marco Aurélio, mortos em confronto com a polícia naquela mesma noite. O Sargento Godoy e o Soldado Lacerda atenderam a esta ocorrência.

Roubo à noite
Dez da noite e Sebastião ia contemplando o luar, caminhando pela Rua D, no Santo Antônio. Nem viu quando uma moto parou ao seu lado e dela desceu um jovem de camisa listrada, aparentando ser gente boa. Que nada! Era um assaltante. Levou de Sebastião a quantia de R$ 400, mais talão de cheques, cartões de crédito e seu telefone celular. Foi o que ele disse ao Cabo Hercílio e ao Soldado Gilvane.

Muito doidos
Glayson e Lucas, que não formam nenhuma dupla sertaneja, estavam doidões, em plena Avenida Goiás, isto às duas e meia da manhã. O Cabo Washington e o Soldado Harley desconfiaram dos dois e fizeram a abordagem. Ambos estavam totalmente ‘noiados’ e foram levados para a delegacia.

Outro celular
Leila tinha um celular de última geração. Tinha, pois esta semana ela ficou sem o aparelho. Isto por volta de nove da manhã, na Rua Benjamin Constant, no centro. Ela disse ao Sargento Rosonei que um indivíduo alto, de cor branca e montado em uma bicicleta, a abordou e tomou-lhe o telefone na marra. Sem condições físicas para reagir, ela só fez chorar e, gritar.

Briga em casa
Antes das três da tarde os soldados Alcântara e Marcelo Rodrigues foram chamados ao Novo Paraíso, na casa de Cleuzeny. Ao chegarem, encontraram a mulher com um profundo corte na cabeça, feito pelo seu companheiro, de nome Elias. Este, presente ao local, não se intimidou com os policiais e resolveu enfrentá-los. Nem é preciso dizer o que aconteceu. Autuado em flagrante pela Lei “Maria da Penha”, Elias foi conduzido ao Plantão de Polícia. Cleuzeny foi levada para o Hospital Municipal.

Roubo em restaurante
O restaurante de Simone e Gustavo foi visitado por dois elementos. E, não eram fregueses. Eram assaltantes que levaram talões de cheques, cartões de crédito e uma bolsa com R$ 300, mais R$ 3.000 que estavam no caixa. Mais tarde, soube-se que os bandidos seriam Naim Ulisses e Marco Aurélio, que acabaram sendo mortos pela polícia na região da Praça Lemos.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...

Causos de Polícia

26/10/2017

Ladrão folgado Um homem (identidade preservada) foi assaltado por dois elementos que estavam em um Celta preto. Ele chamou ...