(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed. 420

Causos de Polícia Comentários 31 de maio de 2013

Notas Gerais


Loucura?
A menor de inicial C, 16 anos, estava no interior de uma loja na Praça Bom Jesus, isto na tarde de quarta-feira, 29. De repente, aproximou-se outra menor, de inicial K, 17 anos e pediu seu celular emprestado para fazer uma ligação. Respondendo, C disse que não emprestaria e deu as costas. Foi quando, s em mais nem menos, K puxou-a pelos cabelos e, ato contínuo, enfiou-lhe uma faca na barriga. Foi a maior correria. A menor agressora foi imobilizada por populares até que a Polícia Militar chegasse. A vítima foi levada ao Hospital de Urgências e a agressora para a Delegacia de Polícia.

Indiciamento
Em Anápolis a Polícia Civil vai indiciar os pais do menino de dois anos, que foi baleado acidentalmente no rosto, no Setor Industrial Munir Calixto no dia 15 de maio. Lucas Francisco Pires, o pai, responderá pelos crimes de lesão corporal grave e posse ilegal de armas. O rapaz confessou ter sido ele quem disparou o tiro cuja bala resvalou no chão e, depois, atingiu o próprio filho. Já a mãe, Adna Mariana da Silva, será indiciada por falso testemunho, pois ela contou à polícia que o tiro teria sido disparado pro um assaltante que estaria no interior da casa.

Segurança no entorno
Esta semana foi realizada uma reunião no Fórum de Cocalzinho, com a presença do coordenador do “Projeto do Entorno do Distrito Federal”, Bernardo Boclin e do promotor de justiça Eliseu Antônio da Silva Belo, Promotor de Justiça local, além de outras autoridades. Isto, porque, Cocalzinho e mais oito municípios do Entorno do DF passaram a fazer parte do projeto elaborado pelo Ministério Público de Goiás, que tem como objetivo articulações técnicas para obter recurso em várias áreas do Governo Federal e Estadual em prol destas comunidades eleitas. Tratou-se da urgência de se construir um quartel para a Polícia Militar cujo terreno já foi doado pelo município.

Esquartejamento
Mais um caso de barbárie. A polícia prendeu dois homens que confessaram o assassinato e o esquartejamento de um colega, que bebia cerveja com eles na zona rural de Águas Lindas de Goiás. De acordo com o delegado Fernando Gama, que investiga o caso, o crime foi motivado porque um dos colegas, que é caseiro, considerou um desrespeito a vítima ter tirado a camisa dentro da casa do assassino. Meses atrás, também em Águas Lindas, foi encontrado o cadáver de uma criança, também esquartejado.

Roubo de cargas
O roubo de cargas, principalmente nas rodovias próximas a Anápolis é uma das principais preocupações das autoridades da segurança pública regional. Esta semana o delgado do Sexto Distrito Policial, Manoel Vanderic Filho comandou uma operação que levou à descoberta de um galpão que vinha sendo usado como depósito de mercadorias roubadas. Além de uma carreta carregada de cervejas, ainda havia no local uma grande quantidade de outras mercadorias, provavelmente, também, produto de roubo.

Fugitivos
Sete presos fugiram na madrugada do dia 25 de maio da Delegacia Regional de Anápolis. De acordo com a Polícia Civil, os detentos serraram parte da grade da cela e passaram por um pequeno espaço. Agentes policiais acreditam que visitantes tenham entrado no local com a serra. Os detentos estavam em um espaço destinado para seis presos, mas no local estavam 23 presos, o que possivelmente pode ter contribuído para a fuga.

Assaltadas
Janiellle e Juliene têm uma ótica na Rua Noruega, Boa Vista. Esta semana, as duas estavam trabalhando normalmente, quando chegou uma dupla mal encarada. E, eram bandidos. Os assaltantes, sem a menor cerimônia, foram se apossando de tudo o que de mais valioso existia na exposição. Dentre as mercadorias roubadas, estavam oito óculos modelo Ray Ban; 18 relógios de marcas e modelos variados, um par de óculos de grau, dois celulares e demais miudezas que não foram relacionadas na hora. Depois, os bandidões foram embora. Quando a polícia chegou, nem sinal deles.

Quadrilha caiu
Hans; Gustavo; Paulo Henrique, Jefferson e mais uma menor de inicial Y, têm algo em comum: gostam de roubar, assaltar e barbarizar. Tanto é que montaram uma empresa especializada nisso: uma quadrilha. Esta semana, entretanto “a casa caiu”. Eles foram localizados, e presos, numa casa no Jardim Ibirapuera. No imóvel a polícia encontrou um verdadeiro estoque de produtos roubados, como note books, relógios, celulares e aparelhos eletroeletrônicos. Tudo produto de furto e roubo. Jefferson, um dos moradores, por sinal, fazia parte do grupo que fugiu da cela do Primeiro DP no dia 15 de maio. Voltou ao “antigo ninho”.

Criatividade
A polícia de Itumbiara prendeu, em flagrante, Ricardo Fróes Borges. Traficante de drogas no Bairro Nossa Senhora da Saúde, naquele município, ele foi preso com 60 porções de crack e 30 de maconha, além de um tijolo desta última droga, material de embalagem e um computador. Ricardo era alvo de investigação há um mês. Um fato chamou a atenção dos Policiais Civis: Ricardo usava sacolés, ou saquinhos de laranjinha, para embalar a droga e facilitar a venda. Preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, Ricardo, que já responde a processos criminais, pode sofrer uma pena que varia de cinco a 15 anos.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

20/09/2018

Deu mole O Flávio estava todo serelepe a bordo de um Pálio Weekend, quando foi abordado por uma viatura da PM. Ele quis de...

CAUSOS DE POLÍCIA

14/09/2018

Vacilaram, dançaram Jorge e Lucas, amigos de longa data, estavam dando um passeio pelas ruas de Anápolis a bordo de um Fo...

Causos de Polícia

30/08/2018

Moto recuperada Um indivíduo, cuja identidade não foi revelada pela Polícia, furtou uma motocicleta e estava circulando c...

Causos de Polícia

23/08/2018

O laboratorista O Willian, morador no Bairro Dom Pedro II, foi passar uma temporada no “hotel do governo”, também conhe...