(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed. 416

Causos de Polícia Comentários 03 de maio de 2013

Notas Gerais


Cerveja cara
Francisco é dono da Mercearia Daniela, na Vila Santa Isabel. Daniel, seu vizinho, estava com vontade de tomar uma cerveja bem gelada e foi direto para o estabelecimento. Pegou uma latinha do ‘precioso líquido’ e já ia saindo sem pagar. Advertido pelo comerciante, ele engrossou o caldo e foi preciso chamar a polícia. Resultado, todo mundo para a delegacia.

Na oficina
Janderley deixou seu carro numa oficina na Vila Jaiara e quando foi buscar, disse que haviam trocado dois pneus do veículo. O dono da oficina, de nome Ruy, disse que era mentira dele. Confusão armada e foi preciso a interferência de terceiros para que se evitasse um mal maior. Ficou a palavra de um contra a do outro, pois não havia prova testemunhal, muito menos, material.

Doido mesmo
Policiais Civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos, de Goianésia, prenderam José Antônio Severino Maia, de 57 anos, acusado de tráfico de drogas. Somaram-se quatro vezes em que ‘Zéca Doido’, como ele é mais conhecido, foi autuado em flagrante pelo mesmo crime. José Antônio relatou ser usuário de drogas há 45 anos. E, mesmo sabendo que mais de sete pessoas declararam ter comprado droga dele, negou ser traficante e, ainda, desafiou a Polícia Civil e a Justiça afirmando que vai continuar traficando assim que conseguir a liberdade. Ele já foi processado oito vezes, e, em quatro, condenado por tráfico de drogas. Cumpriu integralmente as penas e continuou negociando maconha com usuários.

Briga sem fim
Selma apanhou de Reginaldo. Mais uma vez, por sinal. Ela já perdeu a noção de quantas vezes entrou na taca. Quando moravam em Uruaçu, ela o denunciou na Polícia e ele foi preso, mas, alguns dias depois, já estava na rua. Voltaram a viver juntos e vieram para Anápolis tentar nova vida. Que nada... As agressões continuam. Esta semana ele procurou uma advogada e diz que quer a separação. O casal tem quatro filhos. Selma disse que vai ficar com as crianças, mas quer receber pensão alimentícia.

Pode isso?
O vigilante penitenciário temporário (VPT), Willian Alison Souza Rodrigues. 27 anos, foi flagrado com quatro presos de alta periculosidade dentro de um camburão da Agência Goiana do Sistema de Execução Penal (Agsep). Eles estavam sendo levados para praticarem assaltos no centro de Itumbiara. O delegado regional da Polícia Civil, Ricardo Torres Chueire, contou com o apoio da Polícia Militar para interceptar o camburão. Os detentos cumprem pena no presídio de Itumbiara e podem ser transferidos para o Núcleo de Custódia do complexo prisional de Aparecida de Goiânia.

Que papelão!
Alaor e Pedro saíram da Pecuária, já amanhecendo o dia e, completamente embriagados. Chamaram os motoboys Fabiano e Lucas para levá-los até o Conjunto Filostro. Chegando lá, alegaram que não tinham dinheiro para pagarem a corrida. Os motoboys pegaram o celular para chamarem a Polícia. Nisto, o pai de Alaor acordou com o bate-boca na porta de casa e arranjou R$ 20 para quitar a dívida. Fabiano e Lucas contaram que temiam ser assaltados pela dupla, embora os dois estivessem completamente bêbados.

Estranho furto
O ex-prefeito de Mundo Novo de Goiás, Elvilázio Limiro (PP), solicitou ao Ministério Público de Nova Crixás, através do promotor de Justiça Felipe Oltramari, e, também, à delegacia de Polícia Civil da cidade, a abertura de inquérito Civil Público para a apuração de retirada de documento contábil da prefeitura. O acusado é o vereador reeleito José Ubiratan Ramos de Oliveira (PP), conhecido por “Miranda”. De acordo com a denúncia feita pelo ex-prefeito, o vereador teria invadido, em janeiro deste ano, o escritório onde funcionava o serviço de contabilidade do Poder Executivo, retirando toda a documentação contábil da prefeitura, referente aos meses de junho e dezembro do exercício 2012, inclusive extratos bancários.

Vendendo rebite
Em Anápolis, um frentista de 27 anos foi detido por comercializar ‘rebites’ em um posto de combustíveis, localizado às margens da BR-060. O flagrante ocorreu quando a polícia percebeu algumas atitudes suspeitas do rapaz, que se dirigia ao seu veículo, um GM Corsa, quase sempre que algum caminhoneiro chegava ao local. Após revistar o carro, a PRF encontrou, dentro do porta-luvas, 210 comprimidos em cartelas 15 unidades. Na embalagem estava escrito "Nobese Forte". A venda da anfetamina é proibida no Brasil. Ela é utilizada por motoristas que querem se privar do sono para prolongarem a viagem. O suspeito confessou que todos os dias recebia de um homem ainda não identificado, um pacote contendo os comprimidos, pagava cerca de R$ 19,00 por cartela e revendia a R$ 30,00 para caminhoneiros que passavam pelo posto.

Caiu mais um
Fazendo-se passar por empresário, Rogério Nunes abriu uma conta na Caixa Econômica Federal com documentação falsa. Queria fazer um empréstimo. Mas, os funcionários desconfiaram que ele estivesse com documentos falsos e chamaram a PM. Não deu outra. Na casa de Rogério, no Residencial Copacabana, os policias encontram vários documentos falsos e cerca de 200 folhas de cheques. Autuado por estelionato.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

24/11/2017

Castelo fraco Valdeci montou um comércio no Residencial Copacabana e ia de vento em popa. Não faltavam clientes. Só que,...

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...