(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed. 404

Causos de Polícia Comentários 08 de fevereiro de 2013

Notas Gerais


Covardia
Dona Sebastiana, uma simpática senhora de 52 anos, trafegava tranquilamente pelas ruas do Residencial Morumbi, certamente pensando no que iria fazer para o jantar. Era por volta de cinco e meia da tarde. De repente, sugiram dois malas, numa moto que ela não soube descrever e tomaram-lhe a bolsa, derrubando-a no chão. Refeita do susto, ela foi socorrida por populares que chamaram a polícia. Mas, os assaltantes covardes já haviam sumido. Na bolsa, além de uma pequena quantia em dinheiro, ainda estavam os documentos de Dona Sebastiana. Segundo foi apurado, aquela região está infestada de assaltantes.

Morto a pedradas
Nas costas, uma tatuagem com os dizeres "Amor só de mãe". Assim foi encontrado no antigo Clube Recreativo de Porangatu, o corpo de Marcelo Cordeiro Cunha, de 17 anos. A vítima tinha duas perfurações profundas: uma no meio da cabeça e outra próxima à testa. O jovem estava vestido com uma camiseta vermelha e bermuda branca com estampa preta. Ao que tudo indica, e conforme explicações da equipe da Polícia Técnica Científica, o jovem foi morto a pedradas, após ser encurralado em um canto de uma quadra.

Cara de pau
Louco por som, mas sem coragem de trabalhar para comprar um, H. que se diz menor de idade, mas mede 1,80 de altura, velho conhecido da Polícia de Anápolis resolveu aliviar um toca CD que instalado em um veículo perto da Feira de Usados, Avenida Ayrton Senna. Ele só não contava que os policiais estavam “filmando” todos os seus passos. E, não deu outra. Quando estava no interior do veículo foi abordado e não teve como explicar o que fazia ali. Mais uma vez foi levado ao plantão, mas disse que não vai ficar muito tempo preso porque é “de menor”. Pode?

Execução na avenida
O quinto homicídio de 2013 em Niquelândia ocorreu na terça-feira (29) - na Rua Castro Alves, proximidades da Avenida Brasil. A vítima foi Raimundo Afrânio da Silva Júnior, de 33 anos, que era conhecido pelo apelido de Bill. Segundo a Polícia Militar testemunhas relataram que dois elementos desceram de um veículo Gol (cor prata, placa HRV- 4872, de Barro Alto), com revólveres em punho. Um dos criminosos estava encapuzado e outro estava com rosto visível. Eles fizeram pelo menos quatro disparos contra Bill. Os dois fugiram do local e abandonaram o carro nas imediações do Ginásio de Esportes, no Jardim Primavera.

Confusão
Heliandro, que todo mundo chama de “Lili”, morador no Residencial Pedro Ludovico, andava meio implicado com os quatro cachorros de Telma, sua vizinha de muro. Segundo ela, “Lili” andava dizendo que tinha vontade de sumir com os “vira latas barulhentos”. Pois é. No sábado passado ela sentiu falta da “Gabriela” e do “Timtim”, dois bassés (Cofap) marrons. E decidiu culpar o vizinho. Ele disse que ela não tem provas e que vai processá-la por calúnia. Ela disse que tem um sobrinho advogado e que não tem medo de processo. O marido de Telma, Orlando, disse que não compensa malquerença com vizinho por causa de cachorro e vai deixar do jeito que está. Também porque não tem certeza de que foi o acusado pela sua esposa, o responsável pelo sumiço dos cães.

Traficante desativado
Em Goianésia policiais civis sob o comando do delegado Marco Antonio Maia Junior prenderam durante a madrugada, vários usuários de drogas que estavam aguardando a chegada do traficante que iria fornecer-lhes a droga. Logo, Fernando Lopes, vulgo “Pescoço”, 22 anos, chegou portando várias porções de crack, cocaína em quantidades diversas. A Polícia o abordou e, com ele, foram apreendidos a quantia de R$ 182,00 (cento e oitenta e dois reais) em dinheiro e uma porção média de maconha. Na sede do GENARC, mesmo com os indícios, Fernando negou que seja traficante e, apenas, usuário. Ele é tido como um dos grandes “comerciantes” de drogas na região.

Loucura, meu...
E., de 14 anos, morador em Jaraguá (80 KM de Anápolis) decidiu que iria ser famoso. E conseguiu. No final de semana ele, com a ajuda de um primo (mais maluco ainda) encharcou as cuecas com álcool, colocou fogo e mandou primo filmar para colocar na internet. Resultado: sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus, inclusive no órgão genital, que, por pouco, não precisou ser extirpado e teve de ser trazido às pressas para o Hospital de Queimaduras de Anápolis. Por certo ele vai ficar famoso para o resto da vida. Sempre será lembrado como “o cara do .... assado”.

Gaiola
Josiel Paulista Vieira, 30 anos, que consta na ocorrência policial como “Érica Cafetina” tem uma casa onde abriga mais de dez travestis. Na quarta-feira (06) foi todo mundo parar na delegacia. É que ele estava sendo acusado de exploração de menores para a prostituição, tráfico de seres humanos e outros delitos ligado a crimes sexuais. Mas ele negou tudo. Disse que, apenas, hospeda o grupo que “ganha a vida” nas noites anapolinas. Os “hóspedes” foram ouvidos e liberados. Josiel continuou preso “para maiores esclarecimentos”. Ele já havia sido preso em Anápolis (abril de 2012) Brasília, Belém e outras cidades, pelo mesmo motivo.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...

Causos de Polícia

26/10/2017

Ladrão folgado Um homem (identidade preservada) foi assaltado por dois elementos que estavam em um Celta preto. Ele chamou ...