(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed.576

Causos de Polícia Comentários 23 de junho de 2016

Notas Gerais


Venda frustrada
O Itamar espalhou que tinha um revólver para vender. Em um minuto todo mundo já estava sabendo. Inclusive, os policiais da viatura 7459, que cobrem a região do Jardim das Américas. Em poucos segundos eles já estavam na porta da casa do Itamar. “Cadê o ‘berro’ que o senhor quer vender?”, perguntou um policial “Né pra vender não, doutor, é pra minha segurança. Eu trabalho como vigilante”, justificou o Itamar. Mas, não teve jeito. Foi levado ao Plantão, com o 38 e tudo. Pagou fiança de 800 reais e vai responder em liberdade. O revólver ficou lá na delegacia.

Bate em mulher
O Anderson, dizem seus vizinhos, é valente como ele só. Tem algumas passagens por delegacias de polícia. Esta semana ele deu uma surra na companheira, a D.G.P., que está no oitavo mês de gestação. A mulher teve o supercílio aberto por um soco e sangrava muito, quando os policiais da viatura 7458 chegaram. O Anderson perdeu a valentia na hora e subiu no telhado para se esconder. O PM mandou que ele descesse e ele obedeceu. A companheira, entretanto, disse que não quer representar contra o Anderson, pois ele é muito violento e quando saísse da cadeia, a coisa ficaria pior para ela. Mas, diante dos fatos, com o testemunho dos vizinhos, o Anderson foi levado para o Plantão. Lei “Maria da Penha”.

Visita maldita
O Flávio tem um pequeno comércio no Residencial do Servidor. Esta semana ele estava por lá, antes das oito da noite, quando chegaram dois elementos. Um deles, portando um tremendo revólver, que apontou para a cabeça do comerciante. “Fica quieto, não grita, não olha pra mim. Se não obedecer, vai se encontrar com São Pedro hoje ainda”, disse o meliante. O Flávio, sem ter como reagir, obedeceu. Um dos ladrões foi ao caixa e pegou 100 reais, mais as chaves da caminhonete do Flávio. Em seguida, a dupla despareceu na escuridão.

Levaram a égua
Toda desconsolada, Lidiane foi ao Plantão Policial queixar-se do desaparecimento de uma égua de sua propriedade. “Ela é mansinha. De vez em quando sai para pastar, mas volta logo. Esta noite ela se desprendeu da corda e sumiu. Esperamos e a coitadinha não voltou”, disse a Lidiane. Ela acha que a égua foi furtada. A égua tem 10 anos de idade, é castanha, tem uma mancha branca no pescoço e está prenhe de oito meses. De acordo com a Lidiane, todo mundo está triste com o sumiço do animal.

Na rodovia
O Philipe, de 20 anos, seguia pela BR 060, sentido Anápolis-Brasília, dirigindo um bitrem carregado de combustíveis. De repente, parou em sua frente uma viatura da Polícia Rodoviária Federal, na qual estavam os patrulheiros Leila e César. Mandaram que ele parasse e, ele parou. Detalhe: a carreta não era do Philipe, muito menos a carga. Era produto de assalto em um posto de combustíveis perto de Anápolis. Três elementos assaltaram o caminhoneiro e o colocaram em um carro Gol, de cor preta. Um dos bandidos tomou a direção da carreta e seguiu viagem. E, era, justamente, o Philipe. Ele veio com uma história comprida, dizendo que era motorista profissional e que fora contratado por 1.500 reais para levar a carreta até Brasília. Claro que os policiais não acreditaram. Eles querem saber, agora, para onde ia o combustível, já que o Philipe não é dono de nenhum posto e não iria vender o diesel e a gasolina em praça pública.

Na avenida
O relógio marcava sete e meia da noite de domingo. A Laura vinha tranquilamente pela Avenida Belo Horizonte, na Vila Góis. De repente, ouviu o barulho de uma moto. A moto se aproximou e nela estavam dois elementos. Um dos elementos disse que era assaltante e que estava com muita pressa. Não queria conversa. Queria a bolsa da Laura. Ela, sozinha, de noite, contra dois assaltantes, não teve saída. Entregou 250 reais em dinheiro, mais um cheque no valor de 390 reais, documentos e outros objetos de uso pessoal. Os bandidos, do mesmo jeito que chegaram, saíram. O assalto durou poucos segundos. A Laura procurou a Polícia e registrou a queixa.

No parque
Gustavo e Gislaine estavam curtindo as belezas do Parque Ipiranga. Era noite de sábado e o casal trocava uma série de informações. Falava do clima, das últimas novidades e de outros assuntos próprios dos jovens. E, do nada, apareceram três sujeitos, também jovens, mas, muito esquisitos, com cara de poucos amigos. O mais afoito estava com uma faca na mão que mais parecia uma espada romana. “Perdeu, playboy, perdeu... Passa o celular e o dinheiro. Você também, garota!”, gritou o bandido. Gustavo olhou para um lado, olhou para o outro. Pensou em correr, mas, disse que não seria covarde para deixar a amiga sozinha. Então, raciocinou melhor e fez o óbvio. Entregou o celular. O mesmo ocorreu com a Gislaine. Fato bastante comum nos parques e praças de Anápolis.

Na chácara
A Senhora Nancy, esposa do João Antônio, estava chegando à propriedade rural da família, em Campo Limpo. De longe, buzinou para ele abrir a porteira. Ele foi atender à companheira quando, do nada, surgiram dois elementos armados e obrigaram a mulher a abrir o porta-malas do carro e ordenaram que João Antônio entrasse nele. Antes, feriram suas pernas com três facadas. Em seguida, levaram a mulher para dentro da casa e exigiram dinheiro. Ela disse que não havia. Ao saberem que o carro tinha rastreador, os bandidos rasgaram seus pneus e fugiram na moto do João Antônio, levando celulares, uma pequena quantia em dinheiro e outros objetos de valor. Era por volta de oito e meia da noite.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...

Causos de Polícia

26/10/2017

Ladrão folgado Um homem (identidade preservada) foi assaltado por dois elementos que estavam em um Celta preto. Ele chamou ...