(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casos de Polícia - Ed.520

Causos de Polícia Comentários 21 de maio de 2015

Notas Gerais


Briga de trânsito


O Valdivino vinha em seu Ford Cargo pelas proximidades do Viaduto Ayrton Senna, quando colidiu com a traseira do Corsa dirigido pelo David. Este acabou abalroando o Pálio que tinha o Wilton ao volante. Tudo parecia um acidente comum, não fosse a brabeza do David. Ele, ao ser abordado por Valdivino, o motorista do caminhão, deu na vasilha de briga e começou a esmurrar o caminhoneiro. Não satisfeito, ainda apanhou o extintor de incêndio e golpeou o Valdivino, ferindo-o no rosto. A polícia chegou e o David mudou o rumo da prosa. Não quis encarar os homens da lei. Descobriram, ainda, que ele não tem CNH. Resultado: David foi preso e vai ter de pagar um bom advogado.


 


Roubo na farmácia


Duas e meia da tarde, Jardim Arco Verde. O Fernando estava em sua farmácia, juntamente com alguns funcionários, quando chegaram dois elementos. Um deles, muito falante, foi logo dizendo: “Valeu, galera. A gente somos do mal e arrepiamos no pedaço. Então vai passando logo os bagúi, a merreca do caixa e tudo o que nóis pode vender na manha”. Os bandidos estavam em uma moto Twister e, cada qual, com um revólver que parecia um canhão. Fazer o quê? O jeito foi obedecer às ordens dos assaltantes. Feito o roubo, os dois sumiram pelas ruas do bairro.


 


Furtou, dançou


Precisando renovar o guarda-roupas, por conta da aproximação do inverno, a Valéria foi a uma grande loja de departamentos na Avenida JK e escolheu várias calças jeans, camisetas e, até, algumas barras de chocolate. Ia saindo sem passar pelo caixa, mas foi interceptada pelos seguranças. “Dona, a senhora não pagou as compras”, disse um deles. “Me respeita, rapaz... Sou gente boa, não roubei nada”, disse ela, na maior valentia. Mesmo assim, foi levada à sala de controle, onde mostraram a ela as filmagens das câmeras de videomonitoramento. “Essa aí não sou eu não. Parece comigo, mas não sou eu”, insistiu a Valéria. Mas, não tinha como negar. Assim, chegou a PM e a levou para uma entrevista na Delegacia. Lá, ela pagou uma fiança de R$ 500 e foi solta na hora.


 


Roubada na rua


Seis e meia da noite, já escuro e a Ana Paula chegava para trabalhar em um hospital do centro da Cidade. Estacionou sua moto, tirou o capacete e quando viu, ao lado, um homem em cima de outra moto. “Boa noite, dona, tudo bem?”, perguntou o desconhecido. Ela, apenas, balançou a cabeça afirmativamente. Ele insistiu: “Seguinte, estou precisando de um celular. A senhora tem um pra me dar aí?” Ana Paula captou a mensagem e quis se afastar, mas o bandido não deixou. Tomou o celular de suas mãos, funcionou a moto e saiu em disparada pela Rua Desembargador Jaime. Ana Paula registrou a ocorrência no Plantão Policial.


 


Assalto covarde


Na Rua Floriano Peixoto, centro da Cidade, foi a vez da Isabela ser assaltada. Era por volta de oito da noite, quando ela viu parar uma moto bem ao seu lado. Isabela pensou no pior e, estava certa. O motoqueiro era um bandido malvado que foi logo dizendo de suas pretensões. Queria o dinheiro a bolsa, o celular, tudo. E, a cotiada da Isabela entregou, inclusive, R$ 200 em grana viva. Ela confessou que não viu arma nas mãos do marginal, mas ficou tão apavorada que obedeceu e entregou os pertences.


 


Jovens criminosos


Madrugada de sábado para domingo e o Hyago ia chegando em casa, na Vila Nossa Senhora D’Abadia. Viu um Monza parado bem em frente e, dele, saíram dois elementos, com caras de meninos. Segundo o Hyago, não tinham mais de 17, 18 anos. Mas, estavam com armamento pesado e anunciaram o assalto. Obrigaram a vítima a entrar em casa, acordaram os demais ocupantes da residência e, sob forte ameaça, saquearam tudo o que puderam. Levaram televisores; note book, celulares, joias e outros objetos de valor. Ele disse que ficou impressionado com tamanha violência.


 


Romance complicado


O Cleberson conheceu a Joelma e os dois iniciaram uma amizade colorida. Ele sumiu e, recentemente, voltou a aparecer, dizendo que precisava de um lugar para ficar por uns dias. A Joelma o aceitou em casa, no bairro Nova Capital. Mas, o Cleberson foi ficando, ficando, até que o filho da Joelma disse que era para ele dar o fora. O Cleberson não gostou e começou a ameaçar todo mundo. Das ameaças, partiu para os finalmentes e a Joelma correu até um posto de combustíveis para pedir ajuda. De repente, o Cleberson apareceu no posto e acabou dando mais uns sopapos nela. Um funcionário do posto foi apartar e, também, levou uns catiripapos. Outros funcionários correram em socorro do amigo e deram o troco. Cleberson, todo esfolado, ainda foi preso.


 


Outro assalto


O Josley parou sua moto verde em frente a uma farmácia na Avenida JK para comprar um remédio. Sua esposa estava na garupa. Mas, de repente, surgiu um elemento de arma em punho e mandou que ele entregasse as chaves. O Josley, que é da paz e não queria deixar este mundo naquela noite, entregou. Logo em seguida, deu o alarme e apareceu um jovem falando que o ladrão era um tal Regis que, momentos antes, havia furtado um capacete na mesma rua. E, disse que o Regis estava “doidão”.


 


Mais briga


Lilian amava Júlio César. Júlio amava Lilian. Os dois se casaram e tiveram uma filha, hoje, com um ano de idade. Mas, o amor acabou e o casal se separou. Ficou o problema da pensão para a menina. Lilian disse que o Júlio não quer pagar e ainda a ameaça. Esta semana ela foi à polícia e disse que ele, além de não pagar a pensão, ainda afirmou que vai buscar a menina por bem, ou por mal. A delegada disse a ela que não é bem assim. (Colaborou Richardson de Bastos)

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Causos de Polícia

Causos de Polícia

16/11/2017

Moto complicada O Gabriel estava todo prosa, circulando em uma moto novinha pelas ruas do Jardim dos Ipês. Mas, foi inter...

Causos de Polícia

09/11/2017

Bateu na mãe O Roberto, morador da Vila Jaiara, tem 45 anos, mas é muito esquentado. Qualquer coisinha ele quer bater. E,...

Causos de Polícia

03/11/2017

Maldade pura I O Eurípedes tinha uma perua FIAT Elba que era o seu maior xodó. Era, porque, esta semana, um embaixador do ...

Causos de Polícia

26/10/2017

Ladrão folgado Um homem (identidade preservada) foi assaltado por dois elementos que estavam em um Celta preto. Ele chamou ...