(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Caso Bretas: Recuperação ambiental deve ser concluída até agosto

Cidade Comentários 24 de maro de 2016

Restam, ainda, para serem concluídas a canalização de um trecho do Córrego Água Fria, o calçamento do Parque Linear, a instalação de aparelhos de ginástica, a iluminação de toda a sua área e o plantio de árvores nativas


Todas as ações determinadas pelo Ministério Público em um termo de conciliação firmado em março de 2013 serão, finalmente, concluídas até o início do segundo semestre deste ano pela SEI Empreendimentos e Participações S/A, empresa responsável pela obra de construção do prédio do Supermercado Bretas e que causou danos ambientais na Área de Proteção Ambiental do Córrego Água Fria, no Jardim Europa.
É o que revelou o secretário municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação, Leonardo Viana Silva, anunciando para maio o início da obra de canalização de um trecho de 210 metros, no ponto mais crítico do Córrego Água Fria, para evitar outros danos a este curso d’água, depois que o supermercado foi construído. Com a técnica de utilização de gabião, a obra de canalização deste trecho deverá ser concluída em 90 dias, de acordo com previsão do secretário, caso a temporada de chuvas não se estenda além do mês de maio. Outros serviços de responsabilidade da Prefeitura deverão ser executados no mesmo prazo.
“Nossa expectativa é a de que até o final de agosto todo o processo que envolveu a construção do Supermercado Bretas e suas consequências ambientais seja concluído em agosto, finalizando as ações determinadas pelo Ministério Público”, acrescentou Leonardo Viana, revelando que até agora, em cumprimento ao que foi determinado pelo MP, a SEI Empreendimentos já construiu duas praças em áreas públicas do Jardim Europa e fez a doação de equipamentos de ginástica que serão instalados em um parque linear de 600 metros de extensão, situado entre as avenidas A e Pereira do Lago.
Estudos
O secretário informou também que, além disso, a SEI Empreendimento já entregou à Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação o estudo hidrológico da bacia do Córrego Água Fria e o levantamento topográfico de sua calha com a indicação de intervenções necessárias para estabilizar e revitalizar o curso d’água, segundo ele, também exigidos pelo MP no Termo de Conciliação assinado pela construtora. Leonardo Viana revelou que a entrega dos documentos foi feita recentemente, depois que a secretaria que dirige exigiu que fossem feitas pequenas correções no estudo hidrológico e no levantamento topográfico.
Estes dois estudos, de acordo com o secretário, serão utilizados na busca de recursos para a execução de obras de infraestrutura e de revitalização em toda a bacia do Córrego Água Fria, desde a sua nascente até à sua foz, no Ribeirão Antas. Leonardo Viana reconheceu que foi um processo longo, mas acha que foi salutar porque envolveu discussões e soluções técnicas que serão visivelmente constatadas ao longo do tempo.
Informou, também, que, de responsabilidade da Prefeitura, resta para ser executada a obra de calçamento do Parque Linear; a instalação dos equipamentos de ginástica doados pela SEI Empreendimentos, a iluminação de toda a sua área e o plantio de espécie de árvores nativas, no trecho da APP do Córrego Água Fria. “Tudo isso, também, deve ser concluído até agosto”, promete o secretário garantindo que a Cidade ganha uma obra que vai beneficiar os moradores do Jardim Europa e dois importantes estudos de vital necessidade para preservar e revitalizar toda a Área de Proteção Ambiental do Córrego Água Fria.
Leonardo Viana elogiou a participação da promotora Sandra Mara Garbelini, afirmando que o seu empenho pessoal foi de fundamental importância em todo o processo que, segundo ele, deverá culminar com a melhoria da APP do Córrego Água Fria, depois dos danos ambientais que a ela foram causados, com a construção do supermercado. Ele revelou que à época da assinatura do Termo de Conciliação, o custo de todas estas obras e estudos foi estimado em R$ 1,5 milhão, sem incluir os serviços de responsabilidade da Prefeitura.

Autor(a): Ferreira Cunha

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

MP pode aliviar dívida municipal com o INSS

18/05/2017

Durante a marcha dos prefeitos à Brasília, na terça-feira,16, o Presidente Michel Temer assinou uma Medida Provisória amp...

Escola de Pais promove evento para a família

18/05/2017

A Escola de Pais do Brasil (EPB) – Seccional Anápolis- realiza no próximo dia 26, a partir das 19h30, o 31º Seminário R...

Presidente do Tribunal de Justiça visitou a Base Aérea

11/05/2017

O comando da Base Aérea de Anápolis, agora denominada Ala 2 de Anápolis - Otávio Lage de Siqueira -, recebeu, na segunda-...

ABIH quer pressa para Centro de Convenções e Aeroporto de Cargas

04/05/2017

O momento vivido pela rede de hotelaria de Anápolis foi debatido no Denali Hotel na manhã do último dia 28 de abril, em ma...