(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Casal tinha maconha em residência para ajudar tratamento de familiar

Segurança Comentários 26 de abril de 2018

Os namorados justificaram que o extrato da droga poderia ser utilizado para auxiliar no tratamento do pai do rapaz


A Polícia Civil, através do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) e do Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri), da 3ª Delegacia Regional de Anápolis, prendeu, na última segunda-feira 23, G.A.C.A., de 22 anos, e sua namorada H. M. L., de 20 anos, que mantinham uma plantação de maconha numa casa alugada no Jardim Europa, na região sul de Anápolis.
A Polícia chegou ao local durante investigações quando tomou conhecimento, através de uma ligação anônima, de que havia uma pessoa cultivando a droga no quintal. Na casa, os policiais encontraram uma espécie de estufa artesanal e 28 pés de maconha.
Ao serem interrogados, os acusados disseram que cultivavam a droga porque receberam a informação de que o extrato da maconha poderia ajudar no tratamento do pai do rapaz, que sofreu um acidente de moto e está internado com traumatismo craniano.
Foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). O casal foi ouvido, liberado e vai responder em liberdade junto ao Poder Judiciário.

Homicídio
A Polícia Civil, através do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da 3ª Regional de Anápolis, realizou, na manhã de quarta-feira (25), uma operação voltada ao cumprimento de mandados de prisão de homicidas e busca e apreensão em pontos de comercialização de substância entorpecente.
A Operação Sudoeste recebeu o apoio do Grupo de Repressão a Narcóticos (Genarc) e do Grupo de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri), e teve como objetivo o combate ao crime de homicídio naquela região da cidade.
Até o momento já foram apreendidas pequenas quantidades de drogas, uma motocicleta com restrição de furto/roubo foi recuperada e um Mandado de Prisão expedido em desfavor de autor de homicídio foi cumprido.
A operação foi coordenada pela Delegada Emilli Bailloni, componente do GIH-Anápolis, com participação de aproximadamente 30 policiais civis.
Ainda na quarta-feira, o GIH realizou uma operação voltada ao cumprimento de mandados de prisão de homicidas e busca e apreensão em pontos de comercialização de substância entorpecente.
Pela manhã foi cumprido um mandado de prisão expedido em desfavor de Roger Murilo de Sá, acusado de ter matado Antônio Galdenio da Silva Junior, no último dia 19 de março, no Bairro Calixtolândia. Também foram apreendidas pequenas quantidades de drogas, com duas pessoas conduzidas à delegacia. Foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra uma mulher e um Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC) contra um menor. Na Operação também foi recuperada, em outro endereço, uma motocicleta roubada na noite de ontem e um simulacro de arma de fogo. Os autores deste roubo foram presos durante a operação e serão autuados em flagrante.
A Operação Sudoeste, que foi coordenada pela delegada Emilli Bailloni, do GIH, recebeu o apoio do Grupo de Repressão a Narcóticos (Genarc) e do Grupo de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri), envolvendo 30 policiais civis e teve como objetivo o combate ao crime de homicídio naquela região da cidade.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Segurança

Ministério Público cobra investimento no sistema prisional

07/12/2018

O coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal do Ministério Público de Goiás, Luciano Miranda Meireles, juntamente...

Parceria prevê mais 350 câmeras

07/12/2018

A Prefeitura de Anápolis, representada pelo Observatório Municipal de Segurança, e a empresa Enel devem bater o martelo, n...

Milhões de brasileiros são vítimas de fraudes

23/11/2018

Um levantamento da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil...

Promotor exige lanche noturno para presos

16/11/2018

O Promotor de Justiça Marcelo Celestino instaurou incidente de desvio de execução contra a Diretoria-Geral de Administraç...