(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Carro que completou 12 anos não tem direito à isenção

Geral Comentários 05 de agosto de 2016

Tribunal de Justiça julgou caso de proprietário que se julgou prejudicado por lei que mudou parazo


A 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) negou mandado de segurança impetrado por um proprietário de um veículo ano de fabricação 2002, que pretendia deixar de pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O voto teve relatoria do juiz substituto em segundo grau Wilson Safatle Faiad.
Na petição, o autor, Jefferson Gomes, alegou que tinha ficado isento da tributação em 2012, data em que seu automóvel completou dez anos. Por causa disso, o impetrante argumentou que a Lei Estadual nº 19.021/2015 – responsável por alterar a isenção para 15 anos – lhe prejudicou ao retroagir. Isso significa que a normativa impôs o pagamento a todos aqueles motoristas que já haviam deixado de contribuir, donos de veículos entre 10 e 14 anos de uso.
Para o magistrado relator (foto à direita), contudo, não cabe mandado de segurança contra lei. “O entendimento majoritário dos tribunais pátrios é o de não ser cabível o mandado de segurança nessas situações, posto não ser capaz de provocar lesão a direito líquido e certo, mormente se não há, como no caso em exame, requerimento de declaração incidental da inconstitucionalidade”.
Wilson Faiad observou, ainda, que a concessão de isenção de IPVA “decorre do poder discricionário da administração pública, por não ser onerosa, em atendimento ao princípio da legalidade, conforme artigo 178 do Código Tributário Nacional”. (Fonte: Assessoria do TJGO)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Capitão Waldyr pode ser nome da Plataforma

13/07/2017

Decano da indústria, com uma folha de mais de 60 anos prestados aos classismo e, em especial, à Federação das Indústrias...

Prevista redução de construtores com novas exigências do MC

13/07/2017

A exigência do Ministério das Cidades para que todos os pequenos e médios construtores tenham o Cadastro Nacional da Pesso...

Anápolis presente no Conselho Nacional de Juventude

06/07/2017

A assessora de juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Larissa Pereira, foi eleita para ocupar uma das três cadeiras d...

Ubiratan Lopes é empossado na presidência da FACIEG

29/06/2017

O empresário anapolino Ubiratan da Silva Lopes foi empossado na presidência da Federação das Associações Comerciais, In...