(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Carnaval com alegria e segurança

Geral Comentários 28 de fevereiro de 2019


No Brasil, uma das datas mais esperadas do ano é, sem dúvida, o carnaval, que além de uma festa tradicional e popular, reúne elementos da nossa cultura e reforça nossos laços de brasilidade. Para Alguns, é tempo de retiros espirituais e meditação, quando eles procuram lugares mais calmos e silenciosos para apreciarem a natureza e, ás vezes, participarem de ritos religiosos e reflexões sobre a vida em geral. Para outros, o carnaval é o momento de extravasar suas alegrias e até suas frustrações, com muita música, danças, bebedeiras e paqueras amorosas. Nada pode ser tratado como se fosse uma bobagem ou uma transgressão das regras morais da sociedade, mas apenas como um momento em que cada um faz o que acha melhor para seu estilo de vida.
Ocorre que, nessa época, alguns aproveitadores e meliantes se aproveitam para praticarem crimes os mais variados, que vão do furto, roubo, assédio sexual, violência física e podem chegar até ao homicídio, em muitos casos, por motivos fúteis. Então, é importante para os foliões e apreciadores dessa grande catarse pública, ficarem atentos a alguns procedimentos que podem prevenir ou evitar dissabores, para não transformar seus festejos em pesadelos que podem durar muito além do carnaval.
Assim, quando você sair para a folia, lembre-se de que, dependendo do tipo de condução que você utilizar, é necessário alguns cuidados, para evitar surpresas desagradáveis. Se você for de carro ou moto, estacione em lugares seguros e iluminados, que não fiquem muito distantes do lugar em que você for passar a maior parte do tempo. Se tiver algum estacionamento fechado e vigiado, melhor ainda, desde que haja garantia de que, em caso de algum imprevisto, você será ressarcido de eventuais prejuízos.
Outra dica: se você for consumir bebidas alcóolicas, é prudente ter um motorista da vez, anotar e guardar o número do telefone de algum amigo ou parente que possa ajudá-lo em caso de emergência e, se nenhuma dessas soluções for viável, o melhor é usar as alternativas do transporte público ou por aplicativos. Para quê arriscar a sua vida e a dos outros?
As grandes vedetes deste carnaval, certamente, serão os celulares. Aquelas pessoas que gostam de exibir seus aparelhos bonitos e caros, estão mais expostas aos ladrões, que organizam verdadeiras quadrilhas, com pessoas que parecem insuspeitas, mas que na primeira oportunidade, provocam uma confusão ou um empurra-empurra para surrupiarem os aparelhos celulares, que elas vendem para consumirem drogas, bebidas ou somente angariar dinheiro fácil, deixando as vítimas atônitas e a festa sem nenhuma graça.
A dica é não levar o celular para lugares de muito tumulto, mas, se levar, tomar o cuidado de não o deixar muito exposto e não ficar distraído assistindo vídeos ou fazendo selfs, pois, é exatamente nestes momentos que os amigos do alheio aproveitam para furtarem, empregando astúcia ou violência, acobertados por outros membros da quadrilha. Se possível, o melhor é manter-se em grupos de amigos, com o compromisso entre todos de proteção mútua.
Outros procedimentos lamentáveis são o assédio e a importunação sexual, que podem ocasionar situações constrangedoras para as mulheres e também para os homens. Ainda existem pessoas que não sabem estabelecer os limites entre uma demonstração de interesse por uma parceira ou um parceiro e outras que pensam que podem sair por aí passando a mão, beijando ou falando o que quiserem para quem quiserem. As coisas não funcionam assim. Atrás de cada pessoa que participa de uma folia, existem esposas, filhas, amigas, maridos, filhos e amigos e até quem faça a defesa de outra pessoa que está sendo assediada, sem que tenha nenhuma relação com ela. Respeitar os direitos do próximo é a senha para exigir o respeito que lhe é devido.
O cuidado com as crianças é essencial, pois, em um segundo, os pais perdem a criança de vista e podem ter dores de cabeça desnecessárias, com consequências que podem ser traumáticas. Com o aumento do número de animais de estimação, o cuidado com o PET também é muito importante, pois, existem ladrões que ficam de olho na raça do animal e, se tiverem oportunidade, certamente, irão roubá-lo.
Quando necessário, o melhor é acionar os agentes das polícias Militar ou Civil, contando também com o apoio da Guarda Civil e seguranças contratados em eventos pagos. Muitas outras dicas podem ser conferidas nos sites das forças de segurança, que serão úteis à sua diversão saudável, alegre e duradoura, para que o carnaval deixe apenas boas lembranças e não um grande prejuízo ou um Boletim de Ocorrência.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Procon de Anápolis promove curso de Defesa do Consumidor

15/03/2019

Nesta sexta-feira, 15, comemora-se o Dia Internacional do Consumidor e, em alusão a data, a Prefeitura de Anápolis, por mei...

Mulher trabalhadora recebe 79,5% do rendimento do homem no Brasil

15/03/2019

Em 2018, o rendimento médio das mulheres ocupadas com entre 25 e 49 anos de idade (R$ 2.050) equivalia a 79,5% do recebido p...

Adesão automática a cadastro vai à sanção presidencial

15/03/2019

A adesão automática de consumidores e empresas aos cadastros positivos de crédito segue para sanção presidencial. O Plen...

Vereador pede reativação da Delegacia de Meio Ambiente

15/03/2019

O vereador Valdete Fernandes (PDT) sempre se mostrou incomodado e sensível quanto às questões ambientais no município de ...