(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Candidatos instruídos e maduros. Mulheres ainda com pouco espaço

Política Comentários 20 de julho de 2014

Segundo a estatística de candidaturas do TSE, um dado interessante é que a maioria dos concorrentes tem formação superior e está na faixa etária de 50 a 54 anos


A Justiça Eleitoral recebeu, em Goiás, 962 candidatos para concorrerem a cargos eletivos no pleito de outubro próximo - governador e vice; senador e primeiro e segundo suplentes; deputado federal e deputado estadual. Os números parciais sobre o registro de candidaturas, divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral, permitem traçar um perfil dos candidatos goianos. Além, ainda, de apresentar um diagnóstico sobre a participação dos partidos políticos no pleito.
Conforme os dados pesquisados pelo CONTEXTO no site do TSE, 30 partidos solicitaram registro de candidatos e, dentre eles, os que mais apresentaram nomes foram o PSL (80); o PMDB (70); o PHS (68), o PT (57) e o PSB (53). O PSTU foi a legenda que apresentou o menor número de pedidos de registro de candidaturas: apenas 03.
Os partidos que lançaram chapa majoritária (governador e senador), foram: PCB; PMDB; PSB; PSDB; PSDC, PSOL e PT. Para a eleição proporcional os 30 partidos lançaram 158 candidatos que vão concorrer às 17 vagas na Câmara Federal e 769 para disputarem uma cadeira na Assembleia Legislativa.
Os partidos que lançaram mais concorrentes ao cargo de deputado federal, foram: PHS (18); PSD e PTC (17 cada um); PMDB (13); PRTB e PSL (08 cada um). Vários partidos lançaram apenas um nome para concorrer ao cargo. É o caso de PC do B; PCB; PDT; PMN; PPL; PPS; PR; PRB; PSTU, PTN e SD.
Na disputa por vaga na Assembleia Legislativa, quem sai na frente em número de candidaturas lançadas é o PSL, com um total de 72 pedidos de registros encaminhados à Justiça Eleitoral. Depois vêm o PMDB (54); o PHS (40), o PEN (47) e o PT (46). O PCB e o PSTU foram os partidos que menos registraram candidatos para o cargo, apenas 01 cada.

Perfil
Dos 962 concorrentes, 716 (74,43%) são do sexo masculino e 246 do sexo feminino (25,57%). Os candidatos a governador são 06 do sexo masculino (85,71%) e 01 do sexo feminino. Igual número de percentual foi registrado para os candidatos ao Senado. Para deputado federal são 116 homens (73,42%) e 42 mulheres (26,58%) na disputa e, para deputado estadual, 570 homens (74,12%) e 199 mulheres candidatas (25,88%).
Em relação à ocupação, do total de candidatos, 104 declararam serem empresários; 50 vereadores; 48 advogados, 37 comerciantes e 35 deputados. Entre os governadoriáveis são dois advogados; um empresário; um governador; um odontólogo, um professor do ensino fundamental e um professor do ensino superior. Dos candidatos a Deputado Federal, as principais ocupações mencionadas, foram: 09 comerciantes; 12 empresários; 12 advogados; 11 servidores públicos estaduais e 06 vereadores. Já as ocupações mencionadas em maior número pelos candidatos a deputado estadual, foram: 89 empresários; 43 vereadores; 38 advogados; 28 comerciantes; 23 servidores públicos municipais, 23 administradores e 22 deputados.
Com relação à idade, dentre o total de candidatos, a maior parte situa-se na faixa etária de 50 a 54 anos (17,46%) e 45 a 49 anos (17,26%). A menor faixa etária, 20 a 24 anos, tem 17 concorrentes (1,77%) e a maior, 80 a 84 anos, 01 candidato (0,10%). Para governador, a distribuição por faixa etária é a seguinte: 30 a 34 (01); 40 a 44 (01); 45 a 49 (01); 50 a 54 (03) e 80 a 84 (01). Para senador: 35 a 39 anos (01); 45 a 49 anos (01); 50 a 54 anos (01); 55 a 59 anos (01); 60 a 64 anos (01) e 65 a 69 anos (01). Para deputado federal, as faixas etárias que concentram maior número de candidatos são de 50 a 54 anos (31) e 45 a 49 anos (27). Na menor faixa etária, 20 a 24 anos, o cargo tem, apenas, 02 concorrentes e, na maior, 70 a 74 anos, 06. Finalmente, para deputado estadual, as faixas etárias com mais candidatos são de 50 a 54 anos (130) e 45 a 49 anos (134). Na menor faixa etária, de 20 a 24 anos, estão inscritos 15 candidatos e na maior, 70 a 74 anos, 10.

Grau de instrução
Em relação ao grau de instrução, os dados do TSE revelam que, do total de candidatos, 430 têm o ensino superior completo; 299 o ensino médio completo; 87 o ensino superior incompleto; 68 o ensino fundamental completo; 43 o ensino médio incompleto e apenas 03 sabem ler e escrever. Dos 07 governadoriáveis, 06 têm diploma de curso superior e 01 possui ensino médio completo. Para senador, 05 candidatos possuem curso superior completo, 01 o curso superior incompleto e 01 o ensino médio completo. Entre os candidatos a deputado federal, o quadro é o seguinte: superior completo, 72; ensino médio completo, 53; ensino superior incompleto, 11; ensino fundamental completo, 10; ensino médio completo, 07; ensino fundamental incompleto, 04 e lê e escreve, 01. Entre os candidatos a deputado estadual, o quadro é o seguinte: superior completo, 335; ensino médio completo, 243; superior incompleto, 70; ensino fundamental completo, 57; ensino médio incompleto, 35; ensino fundamental incompleto, 28 e lê e escreve, 01.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Câmara homenageia professores com a outorga de comendas

20/10/2017

A Câmara Municipa, realizou, na última terça-feira,17, no Teatro São Francisco, sessão solene para a outorga da Comenda ...

Justiça faz trocar armas com defeito

20/10/2017

O juiz de direito da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, Ricardo Prata, acatou ação impetrada pelo Governo de Goiás e d...

Governo faz homenagem a jovens com a comenda

20/10/2017

A ação transformadora da juventude e a reafirmação das liberdades democráticas foram destacadas pelo governador Marconi ...

Baldy relata projeto de fiscalização em insntituições financeiras

19/10/2017

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (18), o projeto de lei que aumenta o poder de Banco Central do B...