(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Candidatos agregam 26 partidos na disputa do segundo turno

Política Comentários 14 de outubro de 2016

Os candidatos João Gomes (PT) e Roberto do Órion (PTB) arregimentaram, até agora, 26 partidos - o petista tem 12 legendas marchando com a sua campanha e, o petebista, 13, pelo menos, oficialmente


No primeiro turno da eleição, o candidato do PT, João Gomes, conseguiu atrair 10 outras legendas para apoiar o projeto do partido, com vistas à sua eleição. Engajaram-se na campanha petista: PP; PRP; PMDB; PSB; PDT; PMN; PPL; PC do B, PR e PT do B. Agora, no segundo turno, a aliança ganhou, também, apoio do PHS, liderado pelo Pastor Elismar Veiga, que foi candidato a vice na chapa de Carlos Antônio (PSDB). No total, agora, são 12 partidos marchando com João Gomes.
O candidato do PTB, Roberto do Órion, iniciou o primeiro turno com um número menor de partidos o apoiando, em relação à chapa adversária. Estiveram com o petebista, os partidos: PSD; SD; PMB; PROS; REDE; PRB, PPS e PTN. Agora, no segundo turno, a campanha foi reforçada pelo PSDB; PSC, PV e DEM. Estes quatro partidos apresentaram candidatos próprios à sucessão municipal, respectivamente: Carlos Antônio; Valeriano Abreu, José de Lima e Pedro Canedo. Portanto, marcham com Roberto do Órion, 13 partidos.
Ainda há outros partidos que podem ser agregados às alianças políticas de João Gomes e Roberto do Órion. De qualquer forma, a construção dessas alianças já demonstra que esta é uma disputa equilibrada e que poderá ser assim até a contagem final dos votos.
A semana foi marcada por uma grande movimentação nos bastidores, principalmente, por conta da adesão dos ex-candidatos Prefeito à campanha de Roberto do Órion.
Não há nenhum estudo ou comprovação de maneira científica, de que um ex-candidato possa transferir votos para outro. E, neste segundo turno, o número de partidos na aliança não tem nenhum peso na divisão do horário gratuito de rádio e de televisão, porque agora, conforme está expresso na legislação eleitoral, o tempo será dividido igualmente entre os dois concorrentes. Mas, o principal nesta conformação de partidos é fazer com que os mesmos possam colocar suas militâncias e apoiadores em geral para fazerem o que é de principal numa campanha política, ou seja, pedir votos.
O comprometimento dos partidos com as campanhas dos candidatos terá desdobramentos além-eleições, já que, certamente, estes partidos vão buscar preencher espaços na próxima administração. O que faz com que a montagem do secretariado e composição de outros cargos de expressão na Prefeitura, já seja um dos primeiros (e grandes) desafios do eleito.

Rádio e TV
A campanha no horário gratuito de rádio e televisão terá início neste sábado (15) e vai se estender até o dia 28 próximo, inclusive aos domingos. Entretanto, conforme foi acordado entre os candidatos, o tempo diário foi reduzido de 20 para 10 minutos. No rádio, os programas vão ocorrer das 07 às 07h10 e das 12 às 12h10, sendo que em cada programa, na manhã e pela tarde, cada candidato terá 05 minutos. Na televisão, os programas serão veiculados no período da tarde, das 13 às 13h10 e no período noturno, das 20h30 às 20h40. Da mesma forma, com 05 minutos para cada candidato nas duas veiculações.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Deputado apoia luta contra erotização precoce

15/02/2018

Presidente da Comissão da Criança e Adolescente da Assembleia Legislativa de Goiás e da Frente Parlamentar Interestadual d...

Ex-Governador Irapuan Costa Jr. assume o comando da segurança

15/02/2018

O governador Marconi Perillo deu posse nesta quinta-feira, 15, ao novo secretário de Segurança Pública, o ex-governador e ...

Projeto proíbe partidos de mudarem de nome ou sigla

15/02/2018

Tramita na Câmara dos Deputados projeto de lei (PL 8546/17) da deputada Maria do Rosário (PT-RS) que proíbe os partidos po...

Senador Ronaldo Caiado quer DEM e MDB coligados para eleições 2018

15/02/2018

De passagem por Anápolis, no feriado de carnaval, o Senador Ronaldo Caiado (DEM) admitiu ter seu nome disponibilizado para a...