(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Candidato propõe municipalização de água e esgoto

Política Comentários 24 de agosto de 2012

Wilson de Oliveira (DEM), defende ainda a criação do ITU Verde e do IPTU limpo, para incentivar moradores a contribuírem com a limpeza e tratamento adequado do lixo


O candidato da coligação “União por Anápolis: mais transparência, mais resultados” (DEM / PSDB / PSL / PV), Wilson de Oliveira, tem como uma das propostas de seu Plano de Governo, apresentado ao Tribunal Superior Eleitoral, a retomada da municipalização dos serviços de água e esgoto no Município. Com isso, espera baratear o custo da tarifa ou do metro cúbico da água e do esgoto para os usuários.
Também, na área de infraestrutura urbana, o candidato Wilson de Oliveira, se eleito, pretende ampliar o sistema de captação de esgoto para todos os setores que ainda não contam com o benefício, da mesma forma, a ampliação do serviço de água tratada. E, na parte de pavimentação, fazer com que o asfalto chegue a todas as ruas da cidade onde ainda não há pavimentação.
Dentre as propostas para a educação, alguns dos destaques são: a implantação do regime de tempo integral em todas as unidades de ensino da municipalidade, incluindo atividades de esportes, arte, cultura e alimentação dos alunos; implantação da Casa do Profissional da Educação, com vistas à realização de atividades voltadas à cultura, lazer, orientação jurídica e de aprendizagem dos trabalhadores do magistério; Construção de novas unidades de ensino nos bairros periféricos da Cidade, priorizando a acessibilidade dos portadores de necessidades especiais e de idosos; construção de novas salas com recursos multifuncionais, para o atendimento educacional especializado. Além, ainda, de apoio à carreira do magistério, com Plano de Carreira e formação continuada e a implementação do Programa Atleta na Escola, em que os melhores alunos receberão incentivos para representarem a escola em eventos esportivos, dentro e fora do município, com o apoio da Prefeitura e do empresariado anapolino.
Para a área de saúde, o candidato está propondo a construção de um novo Hospital Municipal com instalações adequadas para receber pacientes portadores de necessidades especiais e idosos assim como, a criação de um centro especializado no atendimento e assistência aos deficientes mentais e alcoólatras. E ainda, ampliar o número de postos de atendimento nos bairros; ampliação do número de gabinetes odontológicos com equipamentos modernos para atender a população em geral e os servidores públicos.
No setor de moradia, uma das propostas do candidato Wilson de Oliveira é urbanizar, adequadamente, todos os conjuntos habitacionais populares, oferecendo toda a infra-estrutura necessária: água tratada; esgoto, iluminação pública e asfalto.
Em relação à política de geração de empregos, o Plano de Governo do candidato da coligação União por Anápolis propõe a criação do Centro Municipal de Educação e Tecnologia - Cemetec - com vistas à profissionalização de jovens e adultos, para atender às necessidades do mercado de trabalho local. E a criação de mecanismos que favoreçam a vinda de empresas para o Distrito Agro Industrial, bem como de micros e pequenas empresas para outros setores ou bairros de Anápolis.

IPTU
Em relação ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), que é uma das principais fontes de recursos próprios da Prefeitura, o candidato Wilson de Oliveira defende a criação do ITU Verde, para incentivar aos proprietários de lotes a manterem limpo e arborizado os referidos locais. E o IPTU Limpo, com a finalidade de incentivar os proprietários de imóveis a contribuírem com o processo de reciclagem do lixo.

Outras propostas
Criação da Guarda Municipal para, preventivamente, coibir a proliferação de crimes e garantir a proteção do patrimônio público; criação de centros esportivos nos bairros periféricos; construção do Centro Histórico e Cultural - englobando os seguintes espaços: Museu Aeroespacial; Museu do Imigrante; Museu da Imagem e do Som; Museu Ferroviário; transformação do quadrilátero central da Cidade em calçadões, priorizando o pedestre e o comércio, bem como, a modernização do setor central; divisão da cidade em duas regiões, tendo a Avenida Brasil, como referência, sendo a primeira região - acima da Avenida Brasil - e a segunda região - abaixo da Avenida Brasil -, abrindo-se duas concorrências para o serviço municipal de transporte coletivo; criação de linhas dos setores norte; nordeste; oeste; sul, sudeste e sudoeste diretamente ligadas ao DAIA, sem passar pelo centro, utilizando, para tanto, o anel viário a ser construído com o auxílio do Governo Federal; construção de forno próprio para incineração do lixo tóxico, hospitalar e laboratorial, bem como dos produtos farmacêuticos vencidos; canalização dos córregos que cortam o setor central de Anápolis e arborização ou ajardinamento em suas margens.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Política

Ronaldo Caiado acusa Governo de usar dados para mascarar crise do Estado

08/11/2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) cobrou maior transparência nos dados repassados à equipe de transição pel...

Partido realiza ação social em prol da Casa Joana

08/11/2018

O Democratas Mulher Anápolis irá realizar nesta sexta-feira, 09, a partir das 09 horas, em Anápolis, uma manhã odontológ...

Vereador exige explicações para aumento da energia elétrica em Goiás

08/11/2018

O vereador João da Luz (PHS) informou na tribuna, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,07, que esteve em Bra...

Ronaldo Caiado terá muitos desafios para enfrentar em sua terra natal

02/11/2018

Não dá para falar que se trata de uma “herança maldita”. Mas, dá para dizer que os “gargalos” de Anápolis vão o...