(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Candidato do PSB propõe ações integradas contra as drogas

Política Comentários 28 de agosto de 2014

Em campanha pelo interior, Vanderlan Cardoso destacou necessidade de união de esforços para fortalecer política antidrogas


O candidato ao Governo de Goiás pelo PSB, Vanderlan Cardoso, afirmou durante eventos públicos de campanha na Região Metropolitana do Distrito Federal, que o enfrentamento ao problema das drogas no Estado terá uma ação conjunta de uma série de projetos no Plano de Metas da coligação Participação Popular. “É importante compreender que o nosso Plano de Metas foi pensado para integrar as ações governamentais com foco nos resultados. Dessa forma entendemos que a solução para o problema envolve um conjunto de ações, e não simplesmente uma ação isolada”, disse.
Vanderlan propõe o fortalecimento dos serviços da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), que inclui as tarefas de atenção básica até os serviços especializados em Saúde Mental. A rede inclui serviços específicos à população usuária de drogas, como o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Unidade de Acolhimento Transitório (UAT) e o Consultório na Rua, que atualmente está em transição para Atenção Básica.
“Em nosso Plano de Metas, temos o projeto Franquia Saúde, que vai oferecer cooperação técnica aos municípios para que junto ao governo federal consigam a implantação desses projetos”. O candidato também defendeu o fortalecimento das parcerias com a sociedade organizada, que têm experiência no tratamento aos usuários de drogas.
“Por um custo baixo, essas entidades ajudam a tratar os usuários de drogas. Um exemplo é a Jocum (Jovens com uma Missão), uma das muitas casas de recuperação com que trabalhamos há anos. Uma entidade séria, que chega a atender até 70 pessoas”, disse.
Vanderlan criticou a construção dos Centros de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeqs) e ressaltou que os recursos investidos nessas unidades dariam mais resultados se fossem aplicados na RAPS e nessas organizações não governamentais. “É um desperdício de dinheiro. Só na construção de cada unidade são R$ 25 milhões, além dos gastos de manutenção do hospital que irá tratar apenas 90 pessoas”.

Ação conjunta
No Plano de Metas, constam outros projetos que serão importantes no enfrentamento desse problema: Aluno em Tempo Integral, Mapa do Emprego, Estação Futuro, Policiamento Ostensivo, Casa do Cidadão e Portal da Cidadania, no qual todos vão trabalhar em conjunto.
“Vamos encarar o problema tanto no aspecto da saúde, quanto da Segurança, Educação, Desenvolvimento Econômico e Social. O governo do Estado vai assumir suas responsabilidades e não transferir para os outros, o que temos visto o atual governo fazer”, disse.
Nesse sábado, Vanderlan percorrerá as cidades de Formosa e Planaltina e terá reunião com lideranças desses municípios. Hoje, o candidato cumpriu agenda em Cristalina, Luziânia, Cidade Ocidental e Valparaíso, onde comandou caminhadas e carreatas.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

19 prefeitos assinam filiação ao PSDB

18/08/2017

Os deputados estaduais Manoel de Oliveira (PSDB), Santana Gomes (PSL), Francisco Oliveira (PSDB), Charles Bento (PRTB), Gusta...

Fundo bilionário para patrocinar as campanhas

10/08/2017

Os deputados integrantes da comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) acabam de rejeitar um ...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...