(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Candidato do PMDB diz que se eleito, continuará obras de Marconi em Anápolis

Política Comentários 11 de setembro de 2014

Iris Rezende, em reunião com empresários na ACIA, revelou também um projeto que pretende lançar na campanha: o maior parque ambiental do País


O peemedebista Íris Rezende esteve em Anápolis na última quarta-feira, 10, participando do “Conversa com o Empresário”, evento realizado pela Associação Comercial e Industrial (ACIA) com os nomes mais bem posicionados na disputa pelo Governo de Goiás. Na ocasião, ele apresentou algumas de suas propostas caso venha a vencer as eleições e pediu o apoio da classe empresarial para o seu projeto político.
Iris Rezende comentou sobre as pesquisas de intenção de votos, que o colocam na segunda posição na disputa, atrás do candidato à reeleição, Marconi Perillo (PSDB). O candidato disse acreditar que dentro dos próximos 10 dias, as pesquisas irão, de fato, trazer uma leitura mais clara sobre o comportamento do eleitor goiano, em relação à sucessão estadual. Durante a conversa com os empresários e, também, com os jornalistas, ele não poupou o adversário tucano de críticas, principalmente, citando o fato de o Governo ter gasto, segundo ele, nos últimos cinco anos, mais de R$ 500 milhões em propaganda.
O candidato do PMDB, antes de responder a algumas questões formuladas pela entidade, com um viés mais econômico, discorreu sobre a sua trajetória política. Íris lembrou que começou na política militando no movimento estudantil, foi vereador em Goiânia e prefeito da Capital por dois mandatos. Ele, também, exerceu dois mandatos de governador e foi, ainda, ministro de Estado nas pastas de Agricultura, no Governo Sarney e da Justiça, no Governo Fernando Henrique Cardoso.
Íris Rezende destacou que a experiência pública, aliada à sua motivação e ao fato de estar preocupado “com o caos em Goiás”, levaram-no a aceitar o desafio de enfrentar as urnas mais uma vez este ano.

Projeto
O candidato do PMDB deixou escapar, durante a reunião, um dos projetos que considera o mais ousado da campanha, o qual, segundo ele, está em fase final de estudos. Trata-se da implantação de um grande parque ambiental na reserva “Altamiro de Moura Pacheco”, que fica entre Anápolis e Goiânia, próxima ao lago do Ribeirão João Leite. Segundo observou, se consolidado, este parque deverá ser um dos maiores do País e, na sua avaliação, terá um impacto importante na economia da região, principalmente, com o fomento ao turismo.
Íris Rezende foi questionado pelos empresários, sobre a continuidade de obras importantes que estão sendo realizadas no Município pelo governo de Marconi Perillo, seu adversário político. O peemedebista declarou que é um compromisso terminar as obras que estão em andamento na Cidade e que, conforme disse, são aguardadas pelo setor produtivo e a comunidade em geral.
Em relação à expansão do Distrito Agro Industrial de Anápolis, Íris falou que não vê nenhum problema, se eleito, fazer a ampliação da área para que o DAIA possa continuar recebendo novas indústrias. Além da área, ele observou ser necessário o investimento em infraestrutura.

Incentivos fiscais
Sobre a possibilidade do fim dos incentivos fiscais, Íris Rezende defendeu que irá trabalhar para que essas ferramentas sejam mantidas. E, lembrou que foi em seu primeiro governo, em meados da década de 80, que foi criado o Programa Fomentar. Conforme disse, esse programa foi fundamental para que o Distrito Agro Industrial de Anápolis pudesse se consolidar.
O candidato falou, ainda, sobre seus projetos para as áreas de educação saúde e segurança pública. Neste último setor, ele defendeu que, caso ganhe a eleição, irá dobrar os efetivos das polícias Militar e Civil.
Sobre a importância que daria ao Fórum Empresarial de Anápolis, em especial, no tocante à indicação de um nome da Cidade para a Secretaria de Indústria e Comércio, como tem tradicionalmente ocorrido nos últimos anos, Íris Rezende afirmou que, também, não vê nenhuma dificuldade em o titular da Pasta ser indicado por Anápolis. “Tem que ter competência, pois sou muito exigente com a minha equipe”, enfatizou.
O candidato do PMDB destacou que, até o final da campanha, ainda pretende reforçar o trabalho político na Cidade, onde há uma disputa muito acirrada pelos votos dos anapolinos por seus adversários, o governador Marconi Perillo (PSDB), que sempre teve boas votações no Município e Antônio Gomide (PT), ex-prefeito de Anápolis e que obteve elevados índices de aprovação de sua gestão.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

“Coloco o meu trabalho e minha história para o eleitor de Goiás”, diz Odilon

14/09/2018

Pela terceira vez na disputa de uma vaga na Assembleia Legislativa de Goiás, o advogado e empresário Odilon de Oliveira, do...

Lúcia Vânia teve movimentada agenda em Anápolis esta semana

14/09/2018

Candidata à reeleição pelo PSB, a Senadora Lúcia Vânia cumpriu agenda em Anápolis na última quarta-feira, 12. O primei...

Kátia Maria diz que “time de Lula” está motivado para buscar votos

06/09/2018

A candidata do Partido dos Trabalhadores, Kátia Maria, fez campanha em Anápolis na última quarta-feira, 05. Ela participou...

Alckmin: campanha em Goiás começa com o “pé direito” por Anápolis

06/09/2018

O candidato à presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckimin, esteve em Anápolis na noite da última quarta-feira,0...