(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Campeonato de Tiro Esportivo reúne mais de 400 competidores do País em Anápolis

Geral Comentários 16 de novembro de 2018

Pela terceira vez na Cidade, competição está sendo realizada na Associação Anapolina de Tiro Esportivo, no distrito de Joanápolis


Mais de 400 atiradores de todos os estados brasileiros participam da Etapa Final do XXXI Campeonato Brasileiro e Open Internacional de IPSC Handgon 2018, entre os dias 13 e 18, na Associação Anapolina de Tiro Esportivo, próxima ao Distrito de Joanápolis. Uma das mais importantes competições do gênero no País, esta foi a terceira vez que a final do Campeonato realiza-se em Anápolis, atraindo atiradores de todo o País e também de outras nações. Os reflexos são positivos na rede hoteleira e restaurantes considerados de excelente qualidade pelos competidores e também pelos visitantes que os acompanham.
Além dos atiradores, o final do Campeonato trouxe a Anápolis mais de 100 árbitros, os campeões estaduais de todos os estados brasileiros, campeões sulamericanos e mundiais. Foi montada uma grande estrutura, com pistas de tiros, onde, segundo o presidente da Associação Anapolina de Tiro Esportivo, Edson Tavares e o vice-presidente do Iron, a organização mundial de árbitros de IPSC, José Carlos Beline, dispararam-se cerca de 160 mil tiros.
Mais participantes
A competição atraiu, também, portadores de deficiência física e crianças praticantes das modalidades em disputa, conforme disseram Edson Tavares e José Carlos Beline. Segundo o vice-presidente do Iron, as armas utilizadas na competição são fabricadas pelas industriais brasileiras regulares, como a Taurus e a Imbel e, também, as estrangeiras com o a C2, Taqnflogio, Glock, STI, SVI, Smith and Wesson, dentre outras. Em toda a competição foram utilizados vários calibres, entre os principais, .40, 9mm, 38 super, 380 e 45.
José Carlos Beline e Edson Tavares explicaram que as competições exigem dos participantes muito raciocínio, agilidade, precisão, potência na munição e velocidade na execução dos desafios. “Verdadeiramente, as pistas são grandes desafios para os competidores”, acrescentou José Carlos Beline. Ele explicou que todos estes requisitos são exigidos dos competidores para que eles se saiam bem. E, ainda, que a competição é dividida em standard; production; revólver; open e light, cada qual com um tipo de arma e com regimes diferentes por arma.

O FUNCIONAMENTO
O presidente da Associação Anapolina de Tiro Esportivo, Edson Tavares informou que a entidade funciona há mais de 25 anos sem o registro, nesse período, de qualquer acidente ou incidente. As pessoas aprendem técnicas com total segurança, seguindo orientações e observações muito rígidas. Para ingressar na associação, os interessados não podem ter registro de passagem pela Polícia ou responder a processo criminal.
“Mesmo assim, exigimos do interessado uma declaração da Polícia Civil”, acrescentou Edson Tavares justificando que essa exigência evita que pessoas com registro policial ainda em tramitação se filiem à Associação. O filiado só pode portar a arma nos deslocamentos de casa para o clube e vice-versa e. Ao se filiar, a pessoa recebe uma guia de tráfego e transporte de arma com validade para competições nacionais e internacionais.
O Clube de Tiro Esportivo de Anápolis é considerado de utilidade pública porque cede suas instalações, sem nenhum custo, para treinar e adestrar policiais da Polícia Federal; da Polícia Rodoviária Federal; da Polícia Civil; da Polícia Militar e da Agência Prisional. “Fornecemos. Inclusive, nossas instalações para o Ministério Público e para o Judiciário”, disse Tavares.

Autor(a): Ferreira Cunha

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Geral

Inaugurada a Unidade de Piscicultura em Anápolis

13/12/2018

A Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), entregou na última quarta-fei...

Câmara Municipal aprovou a lei orçamentária de R$ 1,4 bi para 2019

13/12/2018

Os vereadores aprovaram, em sessão extraordinária realizada na última quarta-feira,12, a Lei Orçamentária Anual (LOA) pa...

CODEGO é alvo de nova investigação: Obras do Anel Viário do DAIA

13/12/2018

A obra do anel viário de Anápolis, de responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento do Estado de Goiás (Codego) virou a...

Sancionada lei que assegura convalidação de incentivos

13/12/2018

O governador José Eliton sancionou na última terça-feira,11, as Leis de Convalidação dos Incentivos. O projeto aprovado ...