(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Campanha visa reduzir número de quedas de idosos

Saúde Comentários 30 de novembro de 2012

Quedas desencadeiam as chamadas “doenças oportunistas”, que podem levar o pacientes a quadros graves


A Secretaria Estadual da Saúde (SES) está desenvolvendo uma campanha, de caráter educativo e permanente, de prevenção a quedas de idosos, com mensagens educativas veiculadas nas emissoras de rádio e televisão e nos sites governamentais, além das redes sociais.
A gerente de Programas Especiais da SES, Carmencita Balestra, ressalta que as regionais de saúde estão prontas para desenvolver a campanha, que tem como principal objetivo reduzir o número de quedas de idosos. Para isso os profissionais de saúde irão distribuir material educativo e sensibilizar a população. “Vamos investir no autocuidado, ou seja, o idoso tem que se sentir responsável pelo seu bem-estar. Ele tem que tomar, ou pedir que alguém tome, as providências necessárias para reduzir os riscos”, explica Carmencita.
Segundo Carmencita, as fraturas provocadas pelas quedas já estão se transformando em um problema de saúde pública, pois terminam num longo período de internação, com doenças oportunistas, como desnutrição, desidratação e depressão. “Em muitos casos podem até levar à morte, porque por mais cuidado que a pessoa seja, uma internação prolongada deixa o organismo debilitado”, destaca Carmencita Balestra.
As principais orientações repassadas aos idosos são: evitar pegar peso, não encerar o piso, usar calçados fechados, usar o corrimão ao subir ou descer escadas, colocar tapetes de borracha no banheiro e barras de apoio no box, iluminar bem a casa e fazer exames oftalmológicos todos os anos.

Estatística
Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes a 2010, revelam que Goiás possui 561 mil pessoas com mais de 60 anos, a maioria mulheres, e a expectativa de vida no País aumenta a cada ano. Para que os anos extras sejam vividos e com qualidade, são necessários inúmeros cuidados, como alimentação correta, prática de atividade física e acompanhamento médico.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Nova unidade atenderá a cerca de 7 mil pessoas na Região Oeste de Anápolis

15/03/2019

Um espaço próprio que acabou de ser construído vai dar lugar a dois postos que funcionavam em locais alugados e precários...

Mitos e verdades sobre a enxaqueca

15/03/2019

Dor de cabeça forte, enjoo e sensibilidade à luz e ao barulho. Esses são os principais sintomas da enxaqueca, doença neur...

Aulas de Hiit são oferecidas gratuitamente em Anápolis

07/03/2019

São 30 minutos a 40 minutos de uma aula intensa: corrida, bicicleta, peso, abdominal. O céu é o limite para as variações...

Saúde intensifica ações de combate à dengue no Município

07/03/2019

De um lado, um batalhão formado por cerca de 400 agentes –250 comunitários de saúde e 150 de endemias. De outro, o Aedes...