(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Campanha visa o reconhecimento de paternidade

Geral Comentários 30 de julho de 2015

Estado lança campanha para reconhecimento espontâneo de paternidade. Em Anápolis, funcionará no 3º andar do Fórum


Ter a paternidade reconhecida ainda é, apenas, um sonho para muitos meninos e meninas no Brasil. Estes não sabem quem são os pais ou, simplesmente, não são reconhecidos por eles. E essa realidade pode causar frutos indesejáveis. “É estatisticamente comprovado que a maioria dos jovens que, hoje, estão no mundo das drogas, não tem a paternidade definida”, diz Dinalva Oliveira de Souza, que trabalha no Fórum de Anápolis.


Ela é gestora do Programa Pai Presente, em Anápolis, que está tentando redesenhar a história de muitos desses meninos. Desde que foi implantado, em 15 de outubro de 2013, o programa já fez 700 reconhecimentos de paternidade espontâneos. O objetivo do programa é buscar o reconhecimento paterno, seja de criança, adolescente ou adulto.


Só este ano, 206 pessoas tiveram a paternidade reconhecida através do Programa. “Ter a paternidade reconhecida é muito importante. É a dignidade da pessoa. É direito dela saber sua origem. E, é obrigação da família zelar pela criança”, diz Dinalva.


 


Campanha - Para incentivar, ainda mais, as pessoas a buscarem esse direito, acontece entre os dias 03 e 07 de agosto, em todo o Estado de Goiás, a semana estadual de reconhecimento espontâneo da paternidade.


Os interessados devem procurar o Fórum, de segunda a sexta feiras, das 8h às 18h, munidos de documentos pessoais, comprovantes de endereço e dados do suposto pai. Em Anápolis, o Programa Pai Presente funciona no 3º andar do Fórum.


“Qualquer pessoa pode participar da Campanha. Um pai que ainda não registrou seu filho pode nos procurar que vamos tomar as providências. Ou, mesmo, um pai que, ainda, tenha dúvidas sobre a paternidade. Neste caso, faremos o exame de DNA e, depois de comprovado, faremos os procedimentos legais para que a pessoa tenha o nome do pai em sua certidão de nascimento”, explica Dinalva Oliveira.


Processos que já correm em varas de famílias, também, podem ser resolvidos durante a campanha. “Geralmente em 30 dias temos os resultados de DNA. Com ele, é suficiente para que tomemos as providências legais”, diz Dinalva.


 


Realização - Durante todo o tempo trabalhando no Programa Pai Presente, Dinalva já presenciou várias histórias emocionantes. Algumas delas ficaram marcadas. Ela lembra a história de uma mulher de 32 anos, que conseguiu, finalmente, ser registrada pelo pai. “Nós entramos em contato com o pai, e ele disse que estava doente. Achei que ele quisesse nos enrolar. Mas, depois, ele nos procurou e registrou a filha. Os olhos dela brilhavam. Ela disse que sempre quis ter o nome do pai”, conta.


Outra história marcante é de uma menina de nove anos que, também, descobriu quem era seu pai. “Nós tivemos que fazer o exame de DNA em quatro homens diferentes. Mas, quando descobrimos o verdadeiro pai, ela ficou tão feliz e disse que agora poderia falar na escola que tem um pai”, relembra.


Para que mais histórias assim aconteçam, basta procurar o Fórum, durante toda a semana.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Copa Sesc recebe inscrições até o dia 25 próximo

17/04/2019

Um dos maiores eventos esportivos no Estado, a Copa Sesc já está com inscrições abertas para esportes coletivos e individ...

Policial de Anápolis está no epicentro da crise entre o STF e a Procuradoria

17/04/2019

Um policial civil de Anápolis está entre os investigados no inquérito aberto pelo ministro do Supremo tribunal Federal, Al...

Procon alerta sobre preço de peixes

13/04/2019

Tradicional, a Semana Santa está chegando e a tendência é de aumento da demanda por pescados. Por isso, a Secretaria Munic...

Cadin Estadual tem quase 130 mil inscritos

13/04/2019

O Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais, o Cadin Estadual, completou, recentemen...