(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Campanha “Mão na Faixa” visa reduzir acidentes e mortes

Trânsito Comentários 26 de outubro de 2017

Companhia de Trânsito pretende que Anápolis seja referência na questão do respeito à faixa de pedestres


Reduzir acidentes, preservar vidas. Estes são os pilares da campanha “Mão na Faixa”, lançada pela Companhia Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), com o objetivo de conscientizar motoristas e pedestres sobre a importância do respeito e o uso da faixa de pedestres. O lançamento aconteceu na última segunda-feira, 23, numa “blitz” educativa na Praça Americano do Brasil, ao lado do Terminal Urbano.
Várias ações aconteceram durante a semana e o encerramento da programação ocorre nesta sexta-feira, 27, embora o trabalho seja uma ação permanente do Departamento de Educação para o Trânsito da CMTT.
O diretor geral da Companhia, Carlos César Toledo, em entrevista ao Jornal Contexto, disse que o órgão busca fazer um trabalho mais intensivo sobre a questão da faixa de pedestre. Segundo ele, por ano, mais de 40 mil pessoas morrem no Brasil, vítimas de acidentes de trânsito e, boa parte dos acidentados fatais se dá por atropelamento. Ele destaca, ainda, que estatísticas recentes apontam que em, aproximadamente, 22% dos atropelamentos há culpa do pedestre.
Carlos Toledo narra que, logo após a liberação do viaduto da Avenida Brasil com a Avenida Goiás, foi colocada uma faixa para pedestres com botoeira no sinal, em frente ao prédio da Prefeitura. “Fui para lá com a minha equipe e, durante muitas horas, vimos a insistência das pessoas em atravessarem fora da faixa”, disse. E, este, não é o único problema: há, também, os pedestres que não sinalizam que pretendem fazer a travessia na via pela faixa e adentram rápido, muitas das vezes, não dando tempo para que o motorista visualize e pare.
“Precisamos que todos tomem os cuidados necessários, tanto os pedestres, quanto os motoristas”, reforça o diretor da CMTT. Ele destaca que todas as faixas de travessia da cidade foram, ou estão sendo, revitalizadas e pintadas novas nos locais onde não havia. Ou seja, a autoridade de trânsito, também, está fazendo a sua parte para que a campanha tenha êxito e, quem sabe, Anápolis se torne uma referência com respeito à faixa de pedestres, assim como é a Capital do País, Brasília, que teve uma mudança cultural muito positiva baseada no trabalho educativo e que, hoje, é referência no Brasil e em outros países.
O trabalho de conscientização, conforme adiantou Carlos Toledo, terá também uma ênfase grande nas escolas, para se garantir a educação da geração do futuro. As equipes da CMTT estão abordando motoristas e pedestres, passando orientações e distribuindo material informativo. “Anápolis ganha muito com um trânsito mais humanizado”, ressaltou Carlos Toledo.

Números
No mês de julho, em todo o Brasil, 27% das indenizações dos Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) ou 9.083 ocorrências, foram oriundas de acidentes envolvendo pedestres. Dessas, 7.279 foram relativas à invalidez. Ainda, 933 foram pagas por morte. E, 861 foram relativas às Despesas de Assistência Médica e Suplementar (DAMS).
Em alguns países, não só o motorista que desrespeita a faixa é multado, como também o pedestre que não atravessa no local devido. De acordo com Carlos Toledo, o Código de Trânsito Brasileiro tem esta previsão. No entanto, o dispositivo legal ainda carece de regulamentação para ser aplicado na prática.

Locais da campanha “Mão na Faixa”
Dia 23/10
Manhã e tarde na Praça Americano do Brasil

Dia 24/10
9 da manhã - Praça Americano do Brasil
Meio dia - no Bairro Jundiaí em frente ao Colégio Galileu
15 horas - na Avenida Pedro Ludovico

Dia 25/10
Palestra sobre a campanha na empresa Futura caminhões
Tarde - na Avenida Ana Jacinta em frente o Supervi

Dia 26/10
Avenida Fernando Costa no período da manhã em frente à Caixa e no período da tarde em frente o Supervi

Dia 27/10
Na Avenida Tiradentes, em frente ao Colégio Adonai

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Trânsito

Semana Nacional do Trânsito tem simulador de impacto em Anápolis

20/09/2018

Pode parecer pouco, mas se um condutor que dirige um veículo sem cinto de segurança a 6 km/h, sofre uma colisão, com o imp...

Justiça móvel já atendeu a mais de 100 mil casos

05/07/2018

De acordo com dados do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do Tribunal de Justiça do Estado...

Motorista pode fazer declaração eletrônica de acidente

18/06/2018

A Polícia Militar de Goiás informa que a declaração eletrônica de acidente de trânsito é um instrumento oficial, feito...

Justiça Móvel: mais de 60% de acordo em acidentes

15/02/2018

Mais de 60% dos acidentes com veículos automotores sem vítimas ocorridos em Anápolis são solucionados através de acordo....