(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Campanha da Fraternidade estimula debate sobre saúde pública

Geral Comentários 24 de fevereiro de 2012

Este ano, a campanha entra para a 48ª. edição e o objetivo principal é trazer à reflexão da sociedade a saúde pública que teve avanços mas tem também os seus desafios


A quarta-feira de cinzas foi marcada pelo lançamento da Campanha da Fraternidade. Uma tradição que já se repete há 48 anos e que tem por objetivos trazer à reflexão da sociedade temas importantes de interesse público. A solenidade de abertura aconteceu na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília e foi dirigida pelo secretário geral da entidade, dom Leonardo Steiner, contando com a participação do ministro da Saúde, Alexandre Padilha; do secretário executivo da Campanha, padre Luiz Carlos Dias, além de outros convidados.
Em entrevista à imprensa, o Bispo Diocesano de Anápolis, Dom João Wilk destacou que a quarta-feira de cinzas marca o início da quaresma, ou seja, a preparação para a páscoa, quando se celebra o mistério da paixão e ressurreição de Cristo. E, segundo ele, um momento de reflexão, no qual a Campanha da Fraternidade tem um papel importante dentre deste período de crescimento espiritual em virtude da páscoa. A quaresma, ainda segundo observou, é um momento em que a Igreja intensifica as práticas carismáticas baseadas na oração, no jejum e na oração.
Sobre a Campanha da Fraternidade, Dom João Wilk ressaltou que este ano, a mesma traz como tema “Fraternidade e Saúde Pública”, e o lema “Que a saúde se difunda sobre a terra”, que é inspirado na leitura de Eclesiásticos. “Esse tema deve ser refletido nas nossas comunidades, nas celebrações da igreja durante todo o ano”, frisou, acrescentando que, embora tenha à frente a Igreja Católica, a campanha é direcionada à toda sociedade. “Nós temos visto que as campanhas têm sido fundamentais para a mudança de mentalidade do povo”, ponderou, acrescentando que a questão da saúde pública é uma questão ampla a ser abordada nas comunidades e ela será também importante para a valorização do profissional da saúde em todo o País. “Afinal, queremos que os nossos políticos possam nos representar com valores éticos, democráticos e cristãos”.


Política
Dom João Wilk, questionado a respeito do posicionamento da Igreja Católica em virtude das eleições próximas, fez a seguinte colocação: “Igreja não participa do processo partidário, mas não pode estar ausente do processo político”. Na sua avaliação, é um dever das lideranças religiosas de discutirem as questões políticas e administrativas, pois elas envolvem a todos. E os religiosos, como cidadãos, embora não possam se candidatar a cargos eletivos, têm todo o direito de ter as suas convicções ideológicas, sempre voltadas- disse- para a promoção do bem e da cidadania. Com este foco, lembrou, a Igreja foi uma das defensoras da Lei da Ficha Limpa.

CNBB
Em seu discurso na abertura da 48ª. campanha da Fraternidade, o secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Steiner ressaltou que houve “significativos avanços” nas últimas décadas da saúde pública no país, como o aumento da expectativa de vida da população, a drástica redução da mortalidade infantil, a erradicação de algumas doenças infecto-parasitárias e a eficácia da vacinação e do tratamento da Aids, elogiada internacionalmente. Também levantou pontos que ainda não são completamente sanados pelo Governo em relação à saúde. “Com a Campanha da Fraternidade de 2012, a Igreja deseja sensibilizar a todos sobre uma das feridas sociais mais agudas de nosso país: a dura realidade dos filhos e filhas de Deus que enfrentam as longas filas para o atendimento à saúde, a demorada espera para a realização de exames, a falta de vagas nos hospitais públicos e a falta de medicamentos. Sem deixar de mencionar a situação em que se encontra a saúde indígena, dos quilombolas e da população que vive nas regiões mais afastadas”, destacou Dom Leonardo.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Prefeitura quer novas regras para a exploração do serviço funerário

27/04/2017

A Prefeitura de Anápolis vai criar novas regras para a exploração do serviço funerário. As atuais são consideradas obso...

Membros do Conselho da Juventude empossados em concorrida solenidade

27/04/2017

Aconteceu na manhã da última terça-feira, 25, no miniauditório da Prefeitura de Anápolis, a posse dos membros do Conselh...

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....