(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Campanha contra sarampo e pólio termina sábado

Saúde Comentários 30 de agosto de 2018

Todas as crianças com idade entre 1 e 5 anos incompletos devem ser imunizadas


A campanha de vacinação contra o sarampo e a paralisia infantil termina neste sábado, dia 1º de setembro, com um reforço em 23 unidades de saúde do município. “Nosso objetivo é garantir a imunização de todas as crianças que fazem parte do público-alvo”, enfatiza o prefeito Roberto Naves. Com essa abertura dos postos no próximo sábado, das 8h às 17h, os pais encontrarão salas de vacinas disponíveis para levar as crianças de 1 a 5 anos incompletos.
Até 31 de agosto a vacinação acontece, diariamente, em 15 unidades de saúde distribuídas pela cidade. A Secretaria Municipal de Saúde reforça a necessidade da vacinação. “É muito importante que os pais levem as crianças. Não deixe seu filho sem vacinar!”, destaca o coordenador de Vigilância, Júlio César Spíndola. Confira abaixo a lista de unidades com salas de vacinação.
Neste ano, o governo federal aproveitou a campanha nacional contra a paralisia infantil, que sempre acontece em agosto, para também imunizar as crianças contra o sarampo, já que os casos da doença aumentaram no País. Inclusive, estados da região norte como Amazonas e Roraima, tiveram a vacinação antecipada. Segundo o Ministério da Saúde, esse aumento do vírus é explicado pela constante migração para o Brasil.
Outra preocupação é relacionada ao fato de muitas pessoas deixarem de se vacinar. Em algumas cidades, a imunização está abaixo da meta de 50% de sarampo e até da poliomielite, doença erradicada há anos no Brasil. “Há uma preocupação com esses casos. Por isso temos que conscientizar a população sobre a importância de se proteger”, ressalta Júlio César Spíndola.
A prevenção contra o sarampo é a tríplice viral, medicação injetável que que também protege contra a caxumba e a rubéola. O sarampo é transmitido através da fala, tosse, respiração e secreções expelidas pelo doente. Considerada uma doença infecciosa altamente contagiosa, ela se manifesta por manchas avermelhadas na pele que se iniciam no rosto e progridem em direção aos pés.
Outros sintomas também conhecidos são febre, tosse, mal-estar, conjuntivite, coriza, perda do apetite e manchas brancas na parte interna das bochechas. Além disso, o sarampo também compromete o funcionamento de diversos órgãos. O período de transmissão pode variar entre quatro e seis dias até o surgimento dos sintomas.
A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil ou simplesmente pólio, é uma doença grave que é provocada por um vírus que afeta o sistema nervoso e pode levar à imobilidade irreversível dos membros. A principal maneira de vita-la é por meio da vacina que pode ser oral ou injetável, dependendo do cartão da criança.
Embora a imunização esteja disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS), o Ministério da Saúde alertou em nota que mais de 300 municípios brasileiros estão com cobertura vacinal abaixo do esperado, o que é um sinal vermelho para o risco de volta da doença, erradicada desde 1994 no País.

Unidades que estarão abertas no sábado (1º de setembro):

Vila Santa Maria de Nazareth
Bairro de Lourdes
Conjunto Filostro Machado
Jardim Alvorada
Bairro das Bandeiras
Anexo Itamaraty
Adriana Parque
Vivian Parque
Vila União
Jardim Arco Verde/Setor Sul
Setor Industrial Munir Calixto
Bairro Calixtolândia
Bairro São Carlos
Bairro Recanto do Sol
Jardim Suíço
Vila Fabril
Bairro Jundiaí (Osego)
Vila Esperança
Jardim das Américas
Parque dos Pirineus
Parque Iracema
Bairro São Joaquim
Bairro Paraíso


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Dor de cabeça pode ser motivada por abuso de analgésico

18/10/2018

Um tipo de cefaleia desconhecida pela população, mas cada vez mais frequente nos consultórios médicos, é a dor de cabeç...

Alunos da Rede Municipal colaboram nas informações contra o Aedes aegypti

18/10/2018

Reduzir ainda mais os casos de dengue em Anápolis, que já tiveram uma queda de 86% nos últimos dois anos é o objetivo da ...

Agentes do Estado se mobilizam no combate ao mosquito da dengue

18/10/2018

Começou na última quarta-feira, 17, a vistoria dos imóveis residenciais e comerciais de todo o Estado, por equipes de agen...

Alunos e professores da UEG discutem alimentação saudável

18/10/2018

A Coordenação de Desenvolvimento Humano da Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da Universidade Es...