(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Campanha começa pra valer

Política Comentários 15 de agosto de 2010

Programas de rádio e TV, carreatas e comícios. A campanha ganha corpo e é hora de o eleitor prestar atenção nos candidatos e nas suas propostas, nesta fase da corrida ao voto


Essa pergunta tem martelado a cabeça de eleitores, analistas políticos e, principalmente, dos candidatos. E ela é recorrente já que, nos últimos anos, a campanha no horário gratuito de rádio e TV tem sido decisiva, principalmente, depois de decretado o fim dos chamados showmícios que arrastavam multidões para as reuniões políticas, com atrações artísticas de renome. E, ainda, o fim da distribuição de brindes, em que os candidatos conquistavam os eleitores com presentinhos (ou presentões). Há, no folclore político brasileiro, a figura do candidato que dava um pé de botina para o eleitor e, somente se eleito, entregava o outro par do “pisante”.
Esse tempo ficou para trás e, hoje, mais rígida, a Justiça Eleitoral procura dar ao processo político uma maior transparência e condições mínimas de igualdade na disputa. Nessa nova realidade, sobrou um pouco mais de espaço para que os candidatos possam se mostrar aos eleitores e apresentar as suas propostas de trabalho para a sociedade. Mas, o horário gratuito, também, virou “palco” de trocas de acusações, divulgação de dossiês, em que um adversário tenta desfazer ao outro, atentando contra a sua imagem, sua individualidade, sua vida privada, posições ou, mesmo, ideologias e credos.
Na última eleição para prefeito em Anápolis, as desavenças entre os postulantes Ridoval Chiareloto (PSDB) e Frei Valdair (PTB) foram um exemplo claro. Os dois utilizaram o espaço para trocarem farpas e, ambos, saíram “nocauteados” do processo. Ficou claro que não era aquele o discurso que o eleitorado gostaria de ver. Mais atrás vinha o candidato do PT, Antônio Gomide, que soube se aproveitar das desavenças dos candidatos e ocupou espaço firmando as suas propostas. Deu no que deu.
Voltando um pouco mais ainda ao passado, houve a vitória de Wolney Martins sobre Adhemar Santillo, numa virada histórica que teria acontecido após um debate eleitoral entre os candidatos pela TV, às vésperas do pleito. Um jornal que havia na cidade chegou, inclusive, a circular apontando a suposta vitória de Adhemar e até com a indicação de alguns nomes que deveriam compor o seu secretariado.

Os tempos
Na eleição deste ano, os principais candidatos: Marconi Perillo (PSDB), Iris Rezende (PMDB) e Vanderlan Cardoso (PR) terão o tempo equilibrado: Marconi com 5 minutos e 33 segundos; Iris com 5 minutos e 31 segundos e Vanderlan com 4 minutos e 27 segundos vão fazer as suas mensagens chegarem aos lares goianos. E a expectativa é de que essas mensagens sejam otimistas e recheadas de propostas. Afinal, o eleitor tem pela frente a difícil missão pela frente de escolher aquele que assumirá o comando de um dos estados que mais cresce no País e que saiu do “anonimato” político tendo, hoje, nomes de destaque no cenário nacional em todas as esferas: Executiva, Legislativa e Judiciária.
Embora com uma distribuição de tempo um pouco menor, nós, eleitores, ainda poderemos conhecer os candidatos a deputado estadual, federal e senador da República. Também os candidatos à presidência farão seus proselitismos na telinha. É a companhia que teremos até o dia 30 de setembro próximo. Esperamos que seja uma boa companhia.

Movimentação
Nas ruas de Anápolis, a campanha eleitoral já é bem mais visível. Os candidatos estão, aos poucos, trocando as reuniões setorizadas, com os segmentos formadores de opinião pública, para eventos maiores, como comícios e carreatas. Também é evidente que Anápolis se tornou um alvo preferencial para a caça ao voto, não só por ser o terceiro colégio eleitoral de Goiás, com mais de 230 mil cidadãos aptos ao voto. Mas, sobretudo, porque os votos do Município se tornaram estratégicos. O que explica a movimentação dos candidatos na região, que deve crescer ainda mais nos próximos dias.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Deputado Coronel Adailton preside CPI das Universidades

26/04/2019

O deputado estadual Coronel Adailton (PP), foi eleito presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia ...

Projeto prevê estender mandato de prefeitos e vereadores

25/04/2019

O Prefeito Roberto Naves e os 23 vereadores de Anápolis podem ganhar mais dois anos de mandato, assim como os demais prefeit...

Prazo para a regularização de imóveis será ampliado até o final de dezembro

25/04/2019

A Câmara Municipal aprovou, em dois turno de votações, em sessões ordinárias ocorridas na última quarta-feira, 24/04, o...

Projeto prevê proteção dos direitos da pessoa com autismo

17/04/2019

O Deputado Estadual Amilton Filho (SD) apresentou, na Assembleia Legislativa, Projeto de Lei que institui em Goiás a Políti...