(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Campanha combate a hanseníase em Goiás

Saúde Comentários 08 de janeiro de 2010

Em Anápolis, estatística do Ministério da Saúde revela uma queda no número de casos da doença. Porém, aponta detecção acentuada em menores de 15 anos


O Programa Estadual de Controle da Hanseníase desenvolve ações de controle da doença, tendo como estratégia a descentralização das ações nas unidades básicas de saúde. O objetivo é assegurar a assistência mais próxima dos usuários. Para intensificar as atividades de controle da doença, será realizada entre os dias 30 de janeiro de 6 fevereiro, a Campanha de Combate à Hanseníase nas 16 Regionais de Saúde do Estado, em parceria com os 246 municípios goianos.
A campanha será desenvolvida por meio de distribuição de material educativo (folderes, cartazes, camisetas, spot e cartilhas) divulgando os principais sinais e sintomas da doença, bem como a realização de atividades educativas, tais como palestras, apresentação de teatro, vídeos em unidades básicas de saúde, escolas, igrejas e centros comunitários e busca e exame das pessoas que apresentam os sintomas.
Goiás vem apresentando declínio na notificação de casos novos de hanseníase, mas os patamares ainda estão elevados, com níveis considerados de hiperendemicidade para a Detecção de Casos Novos em todas as idades. Em 2008, por exemplo, foram notificados 2.725 casos novos. Os dados de 2009 ainda são parciais. Até o início de dezembro de 2009 foram detectados 1.922 casos da doença.
A hanseníase é uma doença transmissível, causada pelo Micobacterium leprae, chamado bacilo de Hansen, que acomete principalmente a pele e nervos dos olhos, mãos e pés. É transmitida por meio do convívio com pessoas portadoras de formas contagiosas, que ainda não iniciaram o tratamento. A enfermidade pode atingir homens e mulheres de diferentes faixas etárias. Quando não diagnosticada e tratada precocemente, a hanseníase pode evoluir para incapacidades físicas que geram processos de exclusão social. Porém, com a evolução da ciência, a doença tem tratamento e cura com medicamentos gratuitos disponibilizados na rede do SUS, em tratamento varia de 6 meses a 2 anos, feito em ambulatórios da rede básica de saúde, (Cais, Ciams e centros de saúde) com a distribuição gratuita de medicamentos.

Situação da hanseníase em Anápolis
Em Anápolis, os dados sobre a doença, divulgados disponíveis pelo Ministério da Saúde, apontam para uma redução no número de casos. Em 2008 (último dado consolidado), foram registrados 80 casos. A Taxa de detecção, considerando um universo de 100 mil habitantes, ficou em 24,15. No ano anterior, foram 94 casos e a taxa foi de 29%. No ano de 2006, houve a menor ocorrência: 70 casos, com taxa de 21,96%.
Entretanto, no ano de 2008, houve o registro de dois óbitos. Em 2007, não houve registro de morte causada pela doença. 2005 contabilizou um óbito. 2004 e 2003, não houve registros e em 2002 e 2001, houve também uma morte a cada ano.
Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, subiu a taxa de detecção em menores de 15 anos. Em 2008, foram quatro casos registrados nesta faixa etária, com taxa de 4,50% (considerando o universo de 100 mil habitantes). Em 2007, foram dois casos e a taxa foi de 2,26%. A maior incidência nesta faixa etária foi em 2001, com sete casos, ficando a taxa em 8,56%. (Fonte: Sala de Situação/Ministério da Saúde)

Autor(a): Da redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Estado prepara vacinação contra HPV nas escolas

20/07/2017

Secretaria da Saúde de Goiás, por meio da Gerência de Imunização e Rede de Frio, está concluindo os preparativos para a...

Anápolis desenvolve programa contínuo de análise de água

20/07/2017

O município de Anápolis é o único em Goiás que está realizando o programa de monitoramento de água nos serviços de he...

Novo protocolo vai reduzir número de atendidos

20/07/2017

Um grupo de diabéticos que recebe gratuitamente insulinas e insumos de alto custo da Secretaria Municipal de Saúde, acionou...

Unidades filantrópicas da saúde vão receber recursos do Município

06/07/2017

Duas unidades de saúde de Anápolis serão contempladas com recursos financeiros oriundos do Tesouro Municipal. Na última q...