(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Câmeras registram “flanelinha” e delegado em confronto

Violência Comentários 03 de julho de 2015

Flanelinha joga pedra no carro de um delegado aposentado que o atropela e diz agir em legitima defesa


Um rapaz que atua como vigia de carros- “flanelinha”- foi atropelado após apedrejar um carro na cidade de Anápolis. O caso aconteceu na última sexta-feira (26/6) e todo o episódio foi registrado por uma câmera de segurança da Prefeitura instalada próximo ao local. O fato teve ampla repercussão durante a semana, nas redes sociais. De acordo com o titular do 1º Distrito Policial (DP) da cidade, delegado Daniel Nunes Guimarães, o condutor do carro, o delegado aposentado Valdir Palhano, teria se negado a dar dinheiro ao “flanelinha”, uma vez que já havia pago o estacionamento rotativo.


Nas cenas capturadas pelas câmeras de vídeomonitoramento, o rapaz joga pedras no carro duas vezes. Depois, vira de costas e se abaixa para pegar mais pedras. É quando o motorista acelera e atropela o guardador. A PM e os Bombeiros chegaram em seguida e levaram a vítima para o hospital com o pé quebrado.


O “flanelinha” é Antônio Francisco da Silva. O motorista saiu do local direto para a delegacia e registrou um boletim de ocorrência contra o rapaz, que. foi autuado por dano qualificado, pagou fiança e foi liberado.


Mas o caso não para por aí: a conduta do delegado, que dirigia o carro, também vai ser investigada pela polícia. “Se por acaso nós não virmos nenhum elemento de legítima defesa, praticado pelo doutor, nós podemos indiciá-lo por algum crime. Uma lesão corporal culposa e, em casos mais graves, até tentativa de homicídio”, afirmou o delegado Daniel Nunes.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Violência

Anápolis aparece em relação das cidades mais violentas do Brasil

09/06/2017

Em 2015, a taxa de homicídios por 100 mil habitantes de Anápolis, ficou em 40,9. Somada às Mortes Violentas com Causa Inde...

Governo diz que Goiás é um dos estados com menor índice criminal

09/06/2017

Os índices de criminalidade em Goiás apresentam queda sequenciada a partir de 2016. Na comparação entre janeiro e maio de...

Judiciário quer ações práticas para reduzir criminalidade em Anápolis

02/06/2017

A busca de soluções para o crescente aumento do índice de criminalidade em Anápolis foi debatida no final da tarde da úl...

Emanuelle Muniz e Emanuelle Ferreira: passageiras da agonia

04/05/2017

Emanuelle Muniz Gomes tinha 21 anos. Era transexual. Bela; extrovertida; meiga, alegre e filha carinhosa. Apesar da pouca ida...