(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Câmara Municipal vive momentos de turbulência e situações atípicas

Política Comentários 07 de dezembro de 2012

Vereadores cassados, suplentes assumindo, pedidos de desculpas públicas entre vereadores “brigões”. Tudo isso quase no apagar das luzes da atual legislatura


Quase que no apagar das luzes da 34ª. Legislatura, a Câmara Municipal vive um verdadeiro inferno astral. De forma mais acentuada, os problemas se agravaram este ano em função do desencadeamento de operações por parte do Ministério Público e da Polícia Federal. Depois, com o período eleitoral, outros problemas surgiram colocando parlamentares da Casa em maus lençóis.
O vereador Wesley Silva (PMDB), foi flagrado n um suposto esquema para fraude na licitação da bilhetagem eletrônica no transporte público do Distrito Federal (Operação Saint-Michel, do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios). Passou cerca de 50 dias encarcerado. Depois, teve seu nome envolvido na Operação La Plata, do Ministério Público de Goiás, numa investigação sobre favorecimento a empresários para a aprovação de um projeto de expansão do perímetro urbano e, ainda, de acordo com o MP, por fazer divisão de parte dos vencimentos de pessoas contratadas por seu gabinete. Ele ficou preso por cerca de 100 dias e teve de pedir licenças seguidas, inclusive, o que levou o seu suplente, o peemedebista Eli Rosa, a assumir o cargo em duas ocasiões.
Há poucos dias, o vereador do PTB, Domingos Paula de Souza, foi obrigado, por determinação judicial, a deixar o cargo. Ele enfrenta um processo de abuso de poder econômico na campanha política de 2008. E, esta semana, o presidente da Mesa Diretora, vereador Amilton Batista, foi notificado para cumprir uma decisão judicial que pede o seu afastamento da função pública por envolvimento com a operação La Plata. Uma situação realmente complicada a que enfrenta o Poder Legislativo anapolino. Obviamente que estes episódios trazem desgastes. A expectativa é de que a próxima legislatura possa reverter esse quadro, que é lamentável, porque a atual, também, conseguiu alguns feitos importantes como a reforma da Lei Orgânica, do seu Regimento Interno, do novo Código de Posturas, dentre outros. Quanto aos vereadores Wesley, Domingos e Amilton, certamente, eles irão recorrer nos processos dentro das garantias legais e constitucionais.

Desculpas
Mas não foram apenas os episódios decorrentes das operações do Ministério Público e da Polícia Federal, que sacudiram o parlamento local. Na sessão ordinária da última segunda-feira, 03, houve pedidos de desculpas e lágrimas derramadas em público.
Num gesto inusitado, o vereador Mauro Severiano (PDT), solicitou à Mesa o uso da palavra e, se dirigindo à vereadora Gina Tronconi (PPS) e disse que estava aproveitando o espaço e a transmissão da sessão por uma emissora de rádio, por uma emissora de TV por assinatura e pela TV Câmara, na internet, para fazer um pedido de perdão à colega de parlamento às palavras duras a ela dirigidas em outras ocasiões. A recíproca foi verdadeira e a vereadora, conhecida por suas posições rígidas, também amoleceu e perdoou o desafeto.
No começo do ano, Mauro Severiano, Gina Tronconi e o vereador Sírio Miguel (PSB), depois de trocas mútuas de acusações em emissoras de rádio da Cidade, acabaram parando na delegacia. Chegou-se a abrir um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) o qual, há poucos dias, apenas, foi engavetado. Mauro Severiano disse que o pedido de desculpas teve, até, motivações familiares.
Na próxima semana, serão realizadas as três últimas sessões ordinárias da Casa e, caso não haja nenhuma convocação extraordinária, oito dos atuais vereadores vão se despedir, porque não buscaram a reeleição ou não se reelegeram. E, a partir de janeiro, a Câmara Municipal inicia nova legislatura com 23 vereadores. Se os 15 atuais já deram esse barulho, imagine o que está por vir.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Fundo bilionário para patrocinar as campanhas

10/08/2017

Os deputados integrantes da comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) acabam de rejeitar um ...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Dívidas do Estado com a União alongadas em até 240 meses

20/07/2017

Aprovadas na Assembleia Legislativa nas sessões realizadas no período de convocação extraordinária, nos dias 14 e 17 des...