(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Caiado quer debater compra de gasolina por bolivianos

Geral Comentários 17 de fevereiro de 2017

Ele quer audiência pública para debater a diferença no preço do combustível em Goiás entre bolivianos e brasileiros


O volume de caminhões do país vizinho que cruzam a fronteira e viajam até seis dias para comprar gasolina e diesel no polo de abastecimento de combustíveis de Senado Canedo tem chamado a atenção de todo o estado. Por conta de renúncias fiscais, a gasolina sai a R$ 1,59 e diesel a R$ 0,82 para os comerciantes vizinhos, enquanto os locais precisam desembolsar R$ 3,34 e R$ 2,91, respectivamente. A denúncia, publicada pelo jornal O Popular, chamou atenção do Senador Ronaldo Caiado, líde do DEM no Senado, que quer apurar o caso, por meio de uma comissão da Comissão de Fiscalização da Casa.
Caiado informa que vai pedir a presença de representantes da Petrobras, governo e órgãos reguladores, como Agência Nacional do Petróleo (ANP). “Que tipo de modelo tributário é esse que faz com que o boliviano compre gasolina brasileira pela metade do preço que nós mesmo compramos? Não tem como não se indignar. Nada contra a exportação, mas os brasileiros também precisam de gasolina mais barata. É hora de discutir essa anomalia”, afirmou Caiado.
A presença dos caminhoneiros bolivianos é recente e também tem levantado denúncias a respeito da prática de contrabando. O produto adquirido nas distribuidoras brasileiras poderia estar sendo repassado a postos brasileiros em outros estado driblando a arrecadação de ICMS e outros impostos.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Geral

SENAI abre as portas para a comunidade

08/11/2018

Pioneiro na formação e qualificação de mão-de-obra para indústria, o Senai de Anápolis, primeira unidade de Goiás, fu...

Ex-presidente de associação condenada a 61 anos

08/11/2018

Criseide Castro Dourado, ex-presidente da Associação de Combate ao Câncer em Goiás, foi condenada a 61 anos de prisão pe...

Documento Digital será lançado no estado de Goiás

08/11/2018

A partir da próxima semana, os motoristas do estado de Goiás poderão acessar, no celular, o seu Certificado de Registro e ...

Provável fechamento da Unidade Oncológica gera polêmica na Cidade

08/11/2018

A notícia de que o tratamento oncológico oferecido pelo Hospital Evangélico Goiano (HEG) a pacientes com câncer poderia s...