(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Caiado garante o pagamento da folha de janeiro dos servidores

Política Comentários 27 de dezembro de 2018

O governador eleito, no entanto, está buscando solução para o pagamento de dezembro, já que não houve empenho


O governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) garantiu, durante coletiva de imprensa na quarta-feira, 26, que tomará todas as medidas cabíveis para buscar resolver a questão do pagamento dos salários dos servidores públicos referentes ao mês de dezembro.
Isso porque a gestão do governador José Eliton (PSDB) não promoveu o empenho (fase em que a administração pública se compromete a reservar o valor para cobrir determinadas despesas) e, dessa forma, ainda não é possível fazer uma previsão da data em que o próximo governo depositará os salários do funcionalismo no próximo mês. O prazo legal seria o dia 10 de janeiro.
“Não tem como pagar algo que não foi empenhado. Temos que, ao chegar ao governo, buscar um sistema para regularização de algo que é um gasto previsto, mas que não foi empenhado pelo atual governo. Veja a situação que vamos viver”, lamentou.
No final de outubro, Eliton assinou um controverso decreto que revogou a obrigação legal do Estado de empenhar e liquidar dentro do respectivo mês de competência despesas com pessoal e encargos sociais, oriundas das folhas de pagamento, bem como com estagiários e respectiva taxa de administração. À época, Caiado tachou a medida de “calote anunciado”.
O governador eleito garantiu que já acionou toda a equipe jurídica do novo governo para encontrar uma alternativa para o pagamento da folha de dezembro e que honrará todos os compromissos referentes a sua gestão e também as dívidas que serão deixadas pelos governos José Eliton e Marconi Perillo, ambos do PSDB.
“Além das dificuldades de não ter o financeiro, o dinheiro em conta para pagar os salários, temos a dificuldade dentro daquilo que a legislação determina”, asseverou, enfatizando o objetivo de buscar uma solução.
A expectativa da equipe de transição do novo governo é que, entre folha de pagamento atrasada, dívidas com prestadores de serviço e contratos, o rombo a ser deixado pelo grupo que domina Goiás há 20 anos é de R$ 3,4 bilhões.
“O salário do funcionalismo público é sagrado. E é nosso compromisso honrar todas as folhas de pagamento. Infelizmente o governo que se encerra não pensa assim e não irá pagar os salários de dezembro”, arrematou.

Reforma administrativa e mais nomes para o secretariado
O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) apresentou na última quarta-feira, 26, mais quatro nomes do secretariado que tomará posse na próxima semana. Antônio Carlos de Souza Lima Neto será o secretário estadual de Agricultura; Rafael Rahif, do Esporte; Andrea Vulcanis, do Meio Ambiente e Edival Lourenço, de Cultura.
Recentemente, Caiado anunciou os nomes de Anderson Máximo, para comandar a Casa Civil; Juliana Pereira Diniz Prudente, como futura procuradora-chefe do Estado; e o jornalista Vassil Oliveira, que estará à frente da Secretaria de Estado da Comunicação. O prefeito de Formosa, Ernesto Roller (MDB), foi confirmado como futuro secretário de Governo de Goiás.
A escolha foi feita de maneira “estritamente técnica” e levou em conta a credibilidade, honestidade e competência administrativa de cada um deles.
“Vivemos um momento em que precisamos buscar um profundo detalhamento da ação, função e amplitude de cada secretaria, para definir quais serão os métodos a serem implantados de forma a resolver os problemas de cada pasta. O objetivo é mudar o modelo de gestão em Goiás”, ressaltou.
Para o governador eleito, o principal desafio da a ser criada Secretaria de Meio Ambiente é justamente superar a burocracia que trava investimentos no Estado. “Decidimos trazer alguém que conhece o tema, tem expertise e vai dar celeridade às demandas da pasta com atuação técnica e jurídica. A maior queixa que temos é a morosidade das licenças, o que causa desânimo nos investidores que buscam o Estado”, explicou.
No mesmo sentido, o democrata enalteceu o trabalho do jovem Antônio Carlos Neto à frente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). “Tem perfil 100% técnico. Um rapaz que aglutina experiência, teve o apoio de todo o cooperativismo de Goiás, e tem dinâmica moderna e atual de trabalho. Não só atendendo as necessidades atuais do setor, como programando Goiás para uma agricultura moderna e competitiva”, acrescentou.
Caiado destacou que a escolha dos nomes teve total apoio dos políticos aliados, que entendem o momento delicado pelo qual passa o Estado. Inclusive, a coletiva de imprensa foi realizada momentos antes do governador eleito embarcar para Brasília, onde deve ser recebido pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes.

Estrutura
O governador eleito esclareceu, ainda, que o projeto que promoverá mudanças na estrutura administrativa das secretarias e de todo o governo ainda está sendo desenvolvido e será apresentado no próximo ano.
“O objetivo é analisar bem. Sabemos que há coisas que funcionam bem no papel, mas não na prática. Tenho humildade, ninguém é dono da verdade. Estamos implantando o governo como está, com as modificações já propostas, vendo se existem falhas e, assim, se for preciso reformular, faremos antes de encaminhar a proposta para a Assembleia”, antecipou.
Questionado sobre as nomeações para os cargos de segundo e terceiro escalões, Caiado reafirmou que deu total liberdade aos secretários e que, assim, as indicações serão definidas por cada um deles. “Cada um cuidará de sua pasta, levando em conta a eficiência necessária. Serão as pessoas certas nos lugares certos”, arrematou.

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Deputado Coronel Adailton preside CPI das Universidades

26/04/2019

O deputado estadual Coronel Adailton (PP), foi eleito presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia ...

Projeto prevê estender mandato de prefeitos e vereadores

25/04/2019

O Prefeito Roberto Naves e os 23 vereadores de Anápolis podem ganhar mais dois anos de mandato, assim como os demais prefeit...

Prazo para a regularização de imóveis será ampliado até o final de dezembro

25/04/2019

A Câmara Municipal aprovou, em dois turno de votações, em sessões ordinárias ocorridas na última quarta-feira, 24/04, o...

Projeto prevê proteção dos direitos da pessoa com autismo

17/04/2019

O Deputado Estadual Amilton Filho (SD) apresentou, na Assembleia Legislativa, Projeto de Lei que institui em Goiás a Políti...