(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Caiado diz que condenação de Lula é exemplo e marco na história

Política Comentários 25 de janeiro de 2018

De acordo com o senador do Democratas, a decisão do TRF-4 mostra que a lei é para todos, indistintamente


O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado, comentou a condenação em 2ª Instância do ex-presidente Lula, nesta quarta-feira (24/01). De acordo com o senador, a confirmação da sentença do juiz Sério Moro e a ampliação do tempo de prisão do ex-presidente colocam a Lava Jato como marco da história brasileira e dão um recado claro de que a lei vale para todos.
“A Justiça fez com que prevalecesse a decência ao punir o ex-presidente da República depois de tantos fatos e tantos crimes cometidos. Este é o reflexo que fica: o Brasil se enquadra como uma democracia respeitada onde a lei prevalece independente de poder político ou financeiro. O cidadão sabe que do mais humilde ao mais importante empresário, todos estão sob as mesmas regras e normas que a lei impõe. Este é o ponto alto. Resgatar a decência, a honestidade”, definiu.
Para Caiado, com a prisão de Lula o cenário político brasileiro deve ser modificado de uma forma definitiva, simbolizando o fim da ideia de impunidade para crimes de corrupção e formação de quadrilha na gestão pública. “É algo histórico e o que precisamos agora é buscar a consciência do eleitor para que tenha em mente que maus políticos não podem mais participar do processo eleitoral. Que a nossa democracia está madura e não permite mais ser subjugada por projetos de poder pautados no populismo e na corrupção. Que esse modelo implantado por Lula no Brasil e que chegou a condição que chegou na Venezuela não vai mais voltar”, afirmou.
Caiado também enalteceu o trabalho dos juízes, promotores e policiais envolvidos na Lava Jato lembrando que a operação também acabou com a cultura brasileira de associar crimes de corrupção com impunidade. “A Lava Jato quebrou todos aqueles ditos populares de que empresário não ia para cadeia, que políticos não eram penalizados. Agora todos sabem que a lei valei para todos”, disse.

ELEIÇÕES
O senador Ronaldo Caiado também comentou o impacto que a condenação em 2ª instância deve ter para o PT nas eleições de 2018 no Brasil e em Goiás. “Sabemos que o PT ficará agora totalmente esfacelado, sem condições morais até de apresentar um candidato depois de seu líder maior ter sido condenado em 2ª Instância e estar totalmente inelegível. O PT fica totalmente desarticulado, perde forças mais do que tudo”, lembrou.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

PArlamento Jovem - Estudante anapolina figura entre os 12 nomes selecionados

16/08/2018

Três estudantes vão representar Goiás na edição 2018 do Programa Parlamento Jovem Brasileiro 2018. A lista dos seleciona...

Anápolis terá candidatos em todos os cargos da eleição de outubro

16/08/2018

A Justiça Eleitoral encerrou, na última quarta-feira, 15, o período para o registro de candidaturas que vão concorrer às...

Candidato defende plataforma de valorização da família

16/08/2018

Ex-candidato à Prefeitura de Anápolis no pleito de 2016, o advogado Valeriano Abreu, que ficou conhecido na vida pública p...

“Não entro na disputa para ser uma mera figurante”, diz candidata do PT

16/08/2018

No sexto ano de exercício do mandato de vereadora em Anápolis, a Professora Geli encara um desafio que deve ser o maior de ...