(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Cai o índice de mortes por dengue em Goiás

Saúde Comentários 19 de agosto de 2011

Em Anápolis, segundo relatório da Secretaria Municipal de Saúde, este ano ainda não houve nenhuma confirmação de óbito causado pela dengue. Mas a população deve manter-se alerta


De janeiro a julho deste ano, Goiás registrou 30.594 casos notificados de dengue, uma redução de 69,49% em relação ao mesmo período de 2010, quando o número de notificações foi de 100.247 ocorrências. O total de mortes por dengue hemorrágica ou por complicações, teve um recuo ainda maior: 94,88%. Neste ano, quatro óbitos estão confirmados, enquanto que no mesmo período do ano passado, foram 78. Nos 12 meses de 2010, o quantitativo de mortes chegou a 93 em todo o Estado. Os dados são da Superintendência Estadual de Vigilância em Saúde, que divulga semanalmente um boletim epidemiológico, fazendo um “diagnóstico” da situação.
A situação, conforme mostram os números, é bem menos alarmante do que no ano passado. No entanto, as autoridades de saúde recomendam que a população não baixem a guarda nas medidas de prevenção ao surgimento de focos do mosquito Aedes aegypti, que é o vetor da doença e também da febre amarela. Além do que, o boletim lista 57 casos de óbitos suspeitos de dengue que ainda não estão confirmados oficialmente em 24 municípios goianos, sendo, deste total: 16 em Goiânia, oito em Aparecida de Goiânia e cinco em Anápolis.
Ainda, de acordo com o relatório da Secretaria Estadual de Saúde (SES), 66 municípios goianos estão na classificação de alto risco de epidemia de dengue; 78 em médio risco e 68 estão classificados como de baixo risco. Os municípios com o maior coeficiente de incidência de dengue, levando em conta o número de casos por 100 mil habitantes, são: Palestina de Goiás, que tem um percentual de 1,74, com 59 casos notificados; Cidade de Goiás, 1,53 (380 casos); Luziânia, 1,45 (2.536 casos); Simolândia, 1,15 (75 casos) e Alto Horizonte, 1,10 (50 casos).
Em números absolutos, os municípios com maior número de casos notificados de dengue em Goiás este ano, são: Goiânia (11.881); Aparecida de Goiânia (3.802); Luziânia (2.536), Anápolis (2.199) e Goianésia (638). Dos quatro óbitos registrados em 2011, três foram por complicações, sendo dois registros em Luziânia e um na Cidade de Goiás e, ainda, uma morte por dengue hemorrágica na Capital. No ano de 2010, ocorreram 61 mortes por complicações da dengue e outras 32 por dengue hemorrágica. Somente em Goiânia, o total foi de27 óbitos. Em Anápolis, foram confirmadas três mortes de dengue com complicações.

Números da dengue em Goiás
2010
115.079 casos notificados
100.247 no período de janeiro a julho
93 óbitos no ano
78 óbitos no período de janeiro a julho

2011
30.594 casos notificados
04 óbitos
49 casos confirmados de febre hemorrágica da dengue
179 casos confirmados de dengue com complicações
57 óbitos suspeitos de dengue

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Região de Anápolis mantém baixa em novos casos de dengue

21/09/2017

Anápolis pode fechar 2017 com bons indicadores em relação à dengue. Desde o início do ano, o Município mantém uma baix...

Hospital de Urgências capta coração para transplante pela primeira vez

31/08/2017

Pela primeira vez em sua história, o Hospital de Urgências de Anápolis “Doutor Henrique Santillo” promoveu o transplan...

Oferta de leitos de UTI será ampliada

24/08/2017

A falta de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Anápolis está sendo enfrentada de forma prioritária. A secretá...

Saúde da Família integra programa contra o tabagismo

24/08/2017

O programa Estratégia de Saúde da Família, da Secretaria Municipal de Saúde já conta com a adesão de 100% das equipes d...