(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Brasil lança o padrão Mercosul de placas

Geral Comentários 14 de setembro de 2018

Segundo o ministro, Alexandre Baldy, nova modalidade de emplacamento trará mais segurança e reduzirá a clonagem de veículos


O Rio de Janeiro é o primeiro estado no Brasil a disponibilizar as placas padrão do Mercosul, unificando para o modelo já utilizado na Argentina e no Uruguai, o que facilitará a circulação e ampliará a segurança. A novidade foi oficializada na última terça-feira, 11, na capital fluminense, durante cerimônia com a presença do ministro das Cidades, Alexandre Baldy e do governador Luiz Fernando Pezão.
Todos os Detrans do país estão em processo de homologação para introdução do novo modelo de placa desde 1º de agosto de 2018. À medida que forem homologando e integrando-se ao novo sistema, poderão operar.
Segundo o ministro Alexandre Baldy, a medida tem o principal objetivo de contribuir com a segurança pública. “Esperamos que essa nova tecnologia da placa possa encerrar, definitivamente, as fraudes e clonagens de veículos. Será um grande avanço para as polícias, que terão meios mais eficientes para o rastreamento. E conseguimos, aqui no Rio de Janeiro, implementar isso tudo e oferecer a nova placa pelo mesmo preço da atual”, destacou.
O diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Maurício Alves, lembrou que a implementação da nova placa já era pauta há anos. “Desde 2011 o Brasil assumiu esse compromisso da mudança. Foi necessária a união de todo o Sistema Nacional de Trânsito (SNT) para que isso fosse possível. Fizemos um grande empenho para que não custasse mais caro aos cidadãos”, explicou.
Novo modelo
Todas as placas irão com QRCode e há previsão, também, de se adotar chip. A troca não será obrigatória para todos os veículos. Quem quiser trocar a placa voluntariamente ou realizar operações que envolverem novas placas já receberá o modelo Mercosul. As operações são: emplacamento de carros zero quilômetro, transferências de propriedade, de jurisdição e de município, além de alteração de categoria de direção.
Segundo informações dos órgãos que atualmente credenciam as empresas fabricantes/estampadoras, não há um tabelamento nos preços das placas veiculares, e o próprio mercado que regula os valores por meio da livre concorrência. No estado do Rio de Janeiro, por exemplo, a nova placa terá o mesmo preço da placa antiga.
Além do QR Code, outro item de segurança da nova placa é a marca d´água com o nome do país e do Mercosul, que evita a falsificação e praticamente impossibilita a clonagem, e estará grafada na diagonal ao longo das placas. No Brasil, a placa terá uma tira holográfica do lado esquerdo e um código bidimensional que conterá a identificação do fabricante, a data de fabricação e o número serial da placa.
O modelo segue o padrão definido para o Mercosul. Ocorre que o país tem uma particularidade que os demais países partes do bloco comercial não têm: a frota registrada é de 97 milhões de veículos, que corresponde a mais de 80% de todos os veículos do Bloco. Somos divididos em UF e municípios.

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

UniEVANGÉLICA promove IV Semana Internacional

18/10/2018

A UniEVANGÉLICA irá realizar de 22 a 26 de outubro a 4ª edição da sua Semana Internacional, com o tema: ‘Um mundo mais...

Cemitérios são preparados para o Dia de Finados

18/10/2018

Em meio às atribulações do dia a dia, milhares de pessoas farão uma pausa em 2 de novembro, Dia de Finados, para homenage...

Estradas vicinais recebem melhorias

18/10/2018

Os produtores e moradores da zona rural têm experimentado mais tranqüilidade e segurança ao transitar pelas estradas vicin...

Enel é obrigada a religar energia a residência em Anápolis

18/10/2018

Em Anápolis, juiz Eduardo Walmory Sanches, da 1ª Vara Cível, determinou que a Enel Distribuição Goiás, restabeleça o f...