(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Brasil enfrenta a Colômbia de olho em vaga na semifinal

Esportes Comentários 05 de julho de 2014

Atacante brasileiro diz que não tem problema para o jogo desta sexta-feira, válido pelas quartas-de-final do mundial


Brasil e Colômbia são os adversários de um dos jogos das quartas de final da Copa do Mundo de 2010. O Brasil se classificou após vencer, na decisão pela cobrança de pênaltis, o Chile por 3 a 2 - 1 a 1 no tempo normal A Colômbia se classificou após vencer o Uruguai por 2 a 0, no Maracanã. Nesta sexta-feira,04, os dois times se enfrentam na Arena Castelão, em Fortaleza (CE).
No começo da semana, os jogadores da Seleção Brasileira foram liberados depois do duro embate com o Chile, partida que provocou muito desgaste físico e emocional nos jogadores. Na quarta-feira,02, o técnico Felipão fez um treino tático e, na quinta-feira, o coletivo apronto para o jogo desta sexta-feira, no mata-mata das quartas-de-final.
O atacante Neymar, um dos principais destaques do time brasileiro, era preocupação, devido ao desgaste do último jogo. Mas, na entrevista concedida à imprensa, na Graja Comary, antes do embarque para Fortaleza, ele tranquilizou a torcida: “Estou me sentindo muito bem, treinei normalmente e estou em condições de jogar contra a Colômbia”, disse, acrescentando não estar sentindo dores na perda. Ele foi enfático também em relação ao aspecto emocional da equipe, tão questionado nos últimos dias. “Não tem problema emocional algum no grupo. O jogo contra o Chile é que foi emocionante, para todo mundo”, frisou.
Questionado se estaria se sentindo pressionado com a responsabilidade sobre o destino da equipe no mundial, Neymar afirmou que não se sente sobrecarregado. “Faço parte de um grupo, somos um time e todos têm o mesmo objetivo”. Quanto ao jogo desta sexta-feira, contra a Colômbia, o camisa 10 da Seleção fez a seguinte colocação: “Não dá para escolher adversário em Copa do Mundo. E todos os jogos até agora na Copa do Mundo têm sido difíceis não só para o Brasil, mas para todas as seleções”.
Para os que esperam dele sempre um show à parte, que seja o jogador que faz a diferença, Neymar foi realista, precavido e modesto. “Não me preocupo com isso, em dar caneta, lençol, enfim, show. A Seleção Brasileira está comprometida em vencer e é esse o nosso primeiro objetivo. Não importa de que maneira isso aconteça”.
Com relação ao seu colega de ataque, Fred, Neymar elogiou o companheiro, mas reconheceu que a bola tem chegado pouco nele. “Eu me cobro muito para deixar ele [Fred] mais na cara do gol, porque tenho certeza que seu fizer isso 50 vezes, ele vai marcar 51. O Fred é muito importante para todos nós”, finalizou.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Esportes

Diretoria procura um camisa 10

27/04/2017

O meia Elias, de 33 anos, está muito próximo de acertar com a Anapolina para a disputa do Campeonato Goiano da Divisão de ...

Elenco se apresenta cheio de novidades

27/04/2017

O Centro de Treinamentos do Clube Renascer já está pronto para receber o elenco do Grêmio Anápolis, nesta segunda-feira, ...

Galo completa 71 anos com vários eventos

27/04/2017

Primeiro de Maio é sempre uma data especial, pois é comemorado o aniversario do Anápolis Futebol Clube e este ano com vari...

Incentivos terão regras baseadas no Marco Regulatório

19/04/2017

Atendendo às disposições da Lei Federal que estabeleceu o novo Marco Regulatório, a Prefeitura de Anápolis suspendeu os ...