(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Brasil dá o adeus. Alemanha e Argentina disputam a grande final

Esportes Comentários 11 de julho de 2014

Carrasco da semifinal e los hermanos vão disputar o título da Copa do Mundo no Brasil. Seleção Brasileira tentará se redimir lutando pelo terceiro lugar


Neste final de semana, o Brasil dá adeus à Copa do Mundo. Desde o dia 31 de maio de 2009, quando a Federação Internacional de Futebol (FIFA) ratificou a escolha do Brasil como sede do mundial, o País se preparou e enfrentou muitos problemas para receber um dos maiores eventos esportivos do planeta. Isto, depois de 64 anos passados da Copa de 1950, em que as seleções do Brasil e do Uruguai protagonizaram a final no Estádio do Maracanã, construído especialmente para aquela competição. O Uruguai acabou vencendo a partida (2X1) e ficou com a taça de campeão. Nesta Copa, a expectativa era de que, jogando em casa, o Brasil pudesse conquistar o seu sexto título. Mas, o sonho acabou num pesadelo, após a acachapante derrota por 7 a 1, na semifinal, contra a Alemanha.
E a final, no Maracanã, às 19 horas deste domingo, terá como protagonistas a Alemanha e a Argentina. Aos brasileiros, restará a luta pelo terceiro lugar no mundial, no jogo contra a forte seleção da Holanda, neste sábado, às 17 horas, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.
Na primeira fase, a Seleção começou a sua campanha com uma vitória por 3 a 1 em cima da Croácia. No segundo jogo, começou a demonstrar sua fragilidade, empatando em 0 a 0 com o México. Na partida seguinte, fez uma boa atuação contra Camarões e aplicou uma goleada: 4 a 1. Nas oitavas de final, no sistema de mata-mata, Brasil e Chile empataram em 1 a 1 e, na cobrança de penalidades, a equipe da casa foi salva com a boa atuação do goleiro Júlio César. Nas quartas de final, o Brasil venceu a Colômbia por 2 a 1. Classificado à semifinal, o Brasil conheceu o seu mais forte adversário e o seu carrasco na Copa, a Alemanha. O placar todos já conhecem, foi o 7 a 1, a pior derrota da Seleção Brasileira na história dos mundiais. Resumo do samba: em seis jogos que disputou, o Brasil balançou a rede adversária 11 vezes e tomou 11 gols. O hexa foi adiado, quem sabe, para o mundial de 2018, na Rússia.

Os finalistas
Alemanha e Argentina chegam, de forma merecida, à final da Copa. As duas equipes fizeram boas campanhas em todas as fases e devem dar um grande espetáculo na decisão da taça. Em busca do quarto título, a Alemanha iniciou sua campanha contra Portugal e, de cara, aplicou uma goleada de 4 a 0 no time comandado pelo craque Cristiano Ronaldo. Depois empatou em 2 a 2 contra Gana. No terceiro jogo, venceu os Estados Unidos por 1 a 0 e obteve 78,8% de aproveitamento em seus jogos. Nas oitavas de final, venceu a Argélia por 2 a 1. Nas quartas de final, os alemães bateram a forte França, por 1 a 0 e, na semifinal, derrotou outro favorito, o Brasil, por 7 a 1.
A Argentina teve 100% de aproveitamento nos três jogos da primeira fase: venceu a Bósnia-Herzegovina por 2 a 1, o Irã por 1 a 0 e a Nigéria por 3 a 2. Nas oitavas de final, los hermanos venceram a Suíça pelo placar de 1 a 0. Esse foi o mesmo placar do jogo contra a Bélgica, nas quartas de final e, na semifinal, contra a Holanda, o jogo terminou empatado (0X0) no tempo regulamentar e, na cobrança de pênaltis, a Argentina carimbou o passaporte à final por 4 a 2.
Alemanha e Argentina contabilizaram, cada uma, 05 vitórias e 01 empate, ao longo da competição. Os alemães marcaram 07 gols e tomaram apenas 04, enquanto os argentinos marcaram 08 gols e tomaram 06. Os números, por enquanto, são favoráveis à Alemanha. Mas o futebol não vive de estatística e, na final, o que vai valer é o resultado dentro de campo. E, já que não estamos na final, que vença o melhor!

A final da Copa, no Maracanã, poderá reunir, pela primeira vez na história dos mundiais, três chefes de Estado mulheres: a Presidente Dilma Rousseff e suas colegas Cristina Kirchner, presidente da Argentina e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Esportes

Times da Cidade já projetam o próximo Goianão

18/08/2017

O Campeonato Goiano de 2018 terá três representantes da Cidade: Grêmio Anápolis, Associação Atlética Anapolina e Anáp...

Abertas as inscrições para os Jogos da Primavera

18/08/2017

A mais tradicional competição esportiva de Anápolis já está com inscrições abertas. Alunos de escolas das redes públi...

Quem será o campeão?

10/08/2017

Termina, neste domingo, a temporada 2017 para o futebol anapolino e com bons resultados. Associação Atlética Anapolina e G...

Goiânia recebe o Grêmio Anápolis no Estádio Olímpico

03/08/2017

A primeira partida entre Grêmio Anápolis e Goiânia foi marcada por um lance polêmico: o árbitro Wilton Sampaio marcou um...