(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Bombeiros têm ações para a segurança dos foliões

Geral Comentários 09 de fevereiro de 2018

Atenção maior será dada aos municípios com maior fluxo de turistas para as festividades carnavalescas


Para reforçar a segurança dos foliões nos principais pontos turísticos durante o Carnaval, a partir desta sexta-feira, 09, os bombeiros militares partem de Goiânia para diversas cidades do interior de Goiás.
Por mais um ano, o foco da Operação Carnaval 2018 será no trabalho educativo para sensibilizar os foliões a não estragarem a festa. A ideia é que pequenos cuidados podem evitar grandes tragédias. Segundo o coordenador da operação, tenente coronel Michelsen Rodrigues de Faria, o reforço do efetivo será enviado para os municípios que solicitaram apoio, além dos locais onde o feriado prolongado é comemorado tradicionalmente em Goiás como Caldas Novas, São Simão, Aruanã e Três Ranchos.
Os bombeiros militares serão distribuídos em postos avançados montados à beira de lagos, represas e rios, onde se observa uma grande concentração de turistas e serão utilizadas embarcações como canoas e moto náuticas, além dos equipamentos de segurança obrigatórios como coletes salva-vidas e boias.
Outro objetivo do Corpo de Bombeiros Militar é reduzir o tempo-resposta no atendimento às ocorrências e dar rápido suporte de vida para os foliões que necessitarem de socorro especializado. Para isso, o planejamento da operação previu a ação integrada de cada unidade e posto e também um reforço nas viaturas e equipamentos disponíveis para as equipes de bombeiros.
Todos os quartéis do Estado, em especial das cidades turísticas, estarão empenhados em garantir a segurança dos foliões durante todo feriado. A maior preocupação ainda é o afogamento. No período de folia, a combinação bebida e mergulho torna-se mais recorrente e é uma mistura altamente perigosa.
Afogamentos
A experiência dos anos anteriores mostra que quase todas as mortes nos balneários poderiam ter sido evitadas, já que a causa da maioria dos afogamentos é a imprudência da vítima ou de alguém que a acompanhava. O perfil das vítimas de afogamento é jovem, do sexo masculino, de 14 a 21 anos. Boa parte consome bebida alcoólica antes de entrar na água ou não respeita faixas de contenção. Em 2017, os bombeiros registraram no Carnaval três mortes por afogamento em Goiás.
Para evitá-las, estão sendo distribuídos flyers com dicas de segurança, realizadas palestras educativas nas escolas, aulas práticas sobre prevenção de afogamentos para o público externo, orientações aos turistas, sinalização com placas para avisar local de risco de afogamento, delimitação de área de banhistas nos principais rios e lagos, além de campanha educativa em redes sociais e rádios com áudios e vídeos sobre cuidados com afogamentos.
O Corpo de Bombeiros Militar empregará 385 bombeiros militares para a Operação Carnaval 2018 e estará com 22 postos avançados em diversos locais do Estado que irão somar com as 25 unidades operacionais que também irão receber reforço de efetivo.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Cartões do Renda Cidadã estão no radar do MPF

20/04/2018

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO), por meio de sua Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), instaurou, na últi...

Memorial resgata parte da história do classismo e da economia local

20/04/2018

Um acontecimento casual levou à descoberta de um acervo importante para o resgate da história da Associação Comercial e I...

Mãe se diz punida, apenas, pelo seu inconformismo

20/04/2018

Desde a morte do filho, Paulo Gabriel Lopes Tonetto, ocorrida em novembro de 2014, quando o mesmo contava, então, com 24 ano...

PRF se engaja em campanha “Eu sou do bem, Eu sou de Deus”

20/04/2018

Na manhã da última quarta-feira, 18, mais um passo importante foi dado para tornar nacionalmente difundida a campanha “Eu...