(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Bom Jesus: Um projeto para mudara a praça

Cidade Comentários 24 de junho de 2010

Está pronto o estudo para a revitalização da Praça, com propostas ousadas visando dar à Cidade uma nova imagem para o futuro. Um modelo de “acupuntura” urbana.


O arquiteto e urbanista Guilherme Takeda esteve em Anápolis na última quarta-feira, 23, na Associação Comercial e Industrial (Acia), para fazer a entrega do projeto de revitalização, sustentabilidade e acessibilidade da Praça Bom Jesus e ruas adjacentes, no quadrilátero do logradouro. Gaúcho de Gramado e com trabalho reconhecido nacional e internacionalmente, ele surpreendeu na apresentação da proposta, que envolve não apenas ações de efeito imediato, mas um trabalho que aponta para ações planejadas nos próximos 30, 40 anos.
Segundo observou, traçar estratégias de longo prazo é um passo fundamental para que as mudanças aconteçam, como aconteceu em Curitiba-PR e como está acontecendo no Rio de Janeiro, com o projeto “Maravilha”, que vai sediar as Olimpíadas de 2016, há muito sendo trabalhado e que se estenderá após o evento numa série de desdobramentos e mudanças no modelo urbanístico e social da capital carioca. Ele citou, também, o caso da cidade de Medelín, na Colômbia, que era vista apenas como uma das cidades mais violentas do mundo, dominada pelo narcotráfico. Hoje, graças à ação planejada com intervenções em todas as regiões, criando espaços de lazer, de cultura e humanização dos bolsões de miséria, a realidade foi transformada e a cidade ganhou status de ponto turístico.

Proposta
A proposta trazida para a remodelação da Praça Bom Jesus, conforme demonstrou o arquiteto, prevê a construção de um mirante, estacionamento subterrâneo com galeria de comércio. Neste caso, ele observou que o investimento não precisa ser necessariamente feito por parte do poder público, mas da iniciativa privada, como já acontece em grandes centros. Entretanto, destacou que esta é uma das propostas de longo prazo, visto que depende do interesse do capital privado, o que só virá dentro do processo de mudanças. Takeda ressaltou que uma intervenção imediata e de grande vulto na Praça poderia ser onerosa, uma vez que há uma série de demandas a serem resolvidas, dentre elas o fluxo de trânsito no local e a convergência do transporte de massa no setor central.
Além disso, a proposta contempla, ainda, a implantação de pisos especiais e equipamentos públicos adequados para deficientes físicos e calçadas alinhadas com as ruas, permitindo o alargamento das mesmas; paisagismo; coberturas; espaços para feiras permanentes e a reprodução, por meio de pinturas nas calçadas e vias, dos monumentos da cidade, como a Igreja Bom Jesus. Nas palavras do arquiteto, trata-se de um projeto de “acupuntura urbana”. Ele salientou que é praticamente impossível pensar em grandes transformações de curto prazo, mas defendeu que o trabalho seja iniciado o mais breve possível, para se evitar a degradação da área central.

Avaliação
O presidente da Acia, Ubiratan Lopes, disse que, algumas propostas de curto prazo estão contempladas na iniciativa, uma delas o projeto de acessibilidade de calçadas, que já vem sendo trabalhado há mais de dois anos juntamente com o Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário e a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP). O projeto ganhou, também, apoio da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano Sustentável. O titular da Pasta, Clodoveu Reis, inclusive, tem acompanhado as reuniões da Comissão de Acessibilidade, que deu suporte ao trabalho desenvolvido por Takeda e vem alimentando a proposta de padronização e acessibilidade das calçadas.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Assembleia Legislativa faz homenagem ao Município

03/08/2017

A Assembleia Legislativa realizará nesta sexta-feira, 4, por iniciativa do deputado Carlos Antonio (PSDB), sessão especial ...

Anápolis recebe jogos da Liga Nacional de Handebol

03/08/2017

A Força Atlética/ Estácio de Sá/ Governo de Goiás volta às quadras para participar da Liga Nacional Feminina Conferênc...

Uma cidade formada por muitas lutas e conquistas

28/07/2017

Desde 1870, quando Gomes de Sousa Ramos iniciou a colonização do lugarejo onde foi construída uma capela em homenagem a Sa...

Anápolis é o 2º maior gerador de riquezas de Goiás

27/07/2017

Conforme dados divulgados pelo IBGE, Anápolis mantém sua posição como o segundo maior gerador de riquezas em Goiás. O Pr...