(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Bispo fala sobre Campanha da Fraternidade

Geral Comentários 06 de maro de 2015

Dom João Wilk participou se sessão da Câmara Municipal, onde apresentou os objetivos do trabalho a ser realizado pelos cristãos durante este ano


O bispo da Diocese de Anápolis, Dom João Wilk, participou da sessão ordinária da última quarta-feira,04, para falar sobre a Campanha da Fraternidade 2015, cujo tema é “Fraternidade: Igreja e Sociedade”, e o lema, “Eu vim para servir”.
Dom João esteve na Câmara Municipal a convite do vereador Amilton Filho (SD), que destacou a importância da Campanha da Fraternidade para todos os cristãos e ressaltou a sua característica ecumênica. O vereador comentou sobre a atualidade do tema proposto pela Igreja. “Embora a escolha tenha sido feita há dois anos, vem a calhar com o momento do País”.
A Campanha da Fraternidade 2015 tem como objetivo geral “aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre a Igreja e a sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II, como serviço ao povo brasileiro, para a edificação do Reino de Deus”.
Dom João Wilk fez um relato de como a igreja se inseriu na sociedade ao longo da trajetória da humanidade, tendo um papel decisivo em diferentes momentos. O bispo lembrou, por exemplo, que nas invasões bárbaras o imperador romano foi para Constantinopla e coube à Igreja Católica cuidar da vida civil. E, desse momento da história, surgiu o que vem a ser hoje o Estado do Vaticano.
O bispo frisou que o rei Carlos Magno confiou aos mosteiros a tarefa de ensinar ao povo trabalhar com a terra. “Aliás, foi a Igreja a primeira a construir universidades, hospitais, abrigos e leprosários”, comentou Dom João Wilk.
Segundo o bispo diocesano, foi a civilização cristã que constituiu a arte e literatura ocidental. São Francisco de Assis foi o primeiro poeta de língua italiana, com o seu “Cantica do Sole”, se utilizando de uma linguagem popular, mais próxima daquela falada pelo povo.
A presença da Igreja Católica na sociedade também pôde ser observada nos primeiros momentos de conquista do Brasil. Dom João lembrou que o avanço no novo território foi feito com a presença de evangelizadores. A subordinação ao rei de Portugal nem sempre permitia à Igreja nomear o bispo que desejasse ou abrir mosteiros na região planejada. Mas esse foi o custo para se ter liberdade de evangelizar na terra recém-descoberta.
Dom João destacou outros momentos importantes, como o decreto papal que frisava que os índios eram seres com alma, numa tentativa de conter a mentalidade vigente de que a etnia deveria ser perseguida e exterminada.

Atualidade
Sobre os dias atuais, dom João falou do avanço das tecnologias e do comportamento dos jovens, que quase sempre não encontram sentido na vida e se recusam a protestar e exigir melhorias. “Ficam no sofá, com seus smartphones”, comentou o bispo.
Dom João disse ainda que há uma apologia da redução da natalidade e uma tentativa de aprovar o aborto que, inclusive, vai na contramão de uma tendência natural do País envelhecer, reduzindo sensivelmente sua mão de obra ativa.
O bispo também falou sobre a questão do homossexualismo, que segundo ele se alimenta de um lobby de uma minoria, que se utiliza de conceitos equivocados de direitos humanos.
Por fim, dom João Wilk explicou que a Igreja não tem partido político, mas não está dissociada da comunidade. Ele citou conquistas importantes do Brasil que tiveram participação da instituição: lei da ficha limpa, debate amplo sobre reforma política e valorização do meio ambiente. “A Campanha da Fraternidade teve como tema, por diversas vezes, a defesa do ecossistema”.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Convênios públicos têm nova regulamentação

11/05/2017

A Câmara Municipal realizou audiência pública nesta quinta-feira,11, em conjunto com a Prefeitura de Anápolis, para trata...

Corpo encontrado em lago é de empresário anapolino

04/05/2017

Na noite desta quinta-feira, 04, informação colhida pelo Jornal “A Voz de Anápolis”, junto a um irmão de Edmar Almeid...