(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Bezinho, suplente de Kajuru, fala sobre vitórias e projetos

Política Comentários 11 de outubro de 2018

Empresário destaca que o senador deverá trabalhar para Anápolis


Considerado um fenômeno nas urnas das eleições deste ano, o vereador de Goiânia, Jorge Kajuru Reis da Costa Nasser, ocupará uma cadeira no Senado da República, a partir do dia 1º de janeiro, do alto dos mais de 1,5 milhão de votos conquistados em Goiás, sendo mais de 87 mil somente em Anápolis.
Um dos principais articuladores da campanha, o advogado e empresário Benjamin Beze Júnior, primeiro suplente na chapa de Jorge Kajuru, analisa que o antimarconismo, somado à trajetória de vida do candidato, foram elementos chaves na vitória. Até porque, segundo observou, “foi a campanha do tostão contra o milhão”.
Bezinho, como é mais conhecido em Anápolis, destacou que a candidatura de Kajuru nasceu de um grupo que gostaria de fazer uma política diferenciada em Goiás. E, segundo observou, o primeiro diferencial foi realizar uma campanha modesta, com o mínimo para deslocamentos do candidato, em ônibus, e levar na bagagem muitas propostas.
“Ele (Kajuru) foi muito perseguido por Marconi Perillo, teve até a sua rádio fechada e, acreditamos que o antimarconismo se incorporou à sua candidatura. Mas, mais do que isso, pesou termos feito uma campanha propositiva”, disse, acrescentando que Jorge Kajuru, no Senado, dispensará privilégios que são dados aos detentores de mandato.
Sobre a escolha de seu nome para a primeira suplência, Bezinho assinalou que foi levada ao então candidato, uma proposta de que essa vaga fosse preenchida por alguém de Anápolis. Surgiram vários e importantes nomes, mas a escolha recaiu sobre o seu nome e, agora, conforme observou, sua missão é trabalhar com o futuro Senador, para que o Município seja contemplado com recursos federais e vários projetos. Um deles, citou, que deverá ser trabalhado a partir do ano que vem, é a implantação do Centro de Diabetes. “Nós queremos que Anápolis tenha um centro de referência para o tratamento da doença”, adiantou, dizendo que a criação deste espaço de saúde foi uma bandeira amplamente levantada por Jorge Kajuru na campanha, visto que o mesmo é portador da doença e conhece, portanto, muito de perto a realidade dos pacientes e as suas demandas. “Somos amigos e vamos trabalhar juntos por Anápolis”, enfatizou Bezinho.
Ainda, na entrevista, Bezinho comentou o episódio que tentou macular a imagem de Kajuru, jogando-o contra os evangélicos e que provocou a perda de muitos votos. Porém, ele salientou que o então candidato é um cristão e jamais agiria com desrespeito. “Tivemos uma campanha maldosa”, assinalou.

Bolsonaro
Sobre a eleição presidencial, Bezinho narrou que Jorge Kajuru ficou magoado pelo ocorido durante a campanha, talvez por um equívoco de assessoria, em que o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, gravou um vídeo de apoio ao adversário Wilder de Morais, do Democratas, mesmo partido que elegeu Ronaldo Caiado para Governador.
O suplente do Senador eleitor disse que a intenção é trazê-lo para o apoio a Bolsonaro, mas respeita a posição que ele tiver. Pessoalmente, Bezinho, que foi um dos coordenadores da campanha de Bolsonaro em Anápolis, disse que vai trabalhar para que a sua votação seja, até, ampliada. No primeirro turno, o presidenciável do PSL teve nada menos que 137.218 votos (70,28% dos votos válidos). “Queremos colocar Goiás como um dos estados que vai dar maior votação ao Bolsonaro”, afirmou.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Próxima legislatura terá 21 partidos no parlamento estadual goiano

18/10/2018

A renovação política do parlamento estadual será de, praticamente, 50%, ou seja, 20 novos parlamentares do total de 41 se...

Audiência abre debate sobre relatório técnico das obras da nova Câmara

18/10/2018

Pela primeira vez após três anos de paralisação das obras do novo prédio da Câmara Municipal de Anápolis o assunto foi...

Equipe de transição será altamente técnica, garante Governador eleito

18/10/2018

Por meio de sua assessoria, o Governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado, do Democratas, informou que deve anunciar na próx...

Derrota nas urnas e prisão. O inferno astral vivido por Marconi Perillo

11/10/2018

O ex-governador de Goiás por quatro mandatos, ex- Senador e ex-deputado Federal, Marconi Perillo (PSDB), vive um verdadeiro ...