(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Base Aérea de Anápolis tem nova denominação: agora se chama ALA 2

Segurança Comentários 20 de janeiro de 2017

Mudança faz parte de um pacote de reestruturação da Força Aérea Brasileira que começou a ser desencadeado desde o segundo semestre do ano passado


A Base Aérea de Anápolis (BAAN), agora, passa a se denominar ALA 2. A mudança - que não é apenas de nomenclatura - segue a Diretriz do Comando da Aeronáutica (DCA nº 11-51/2016), despachada pelo Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, que determinou ao Estado-Maior da Aeronáutica a reestruturação organizacional da Força Aérea Brasileira.
A solenidade de passagem da Base Aérea de Anápolis ao patamar de ALA 2 do Sexto Comando Aéreo Regional aconteceu nesta quinta-feira,19. Na ocasião, o até então comandante da BAAN, coronal-aviador Francisco Antônio Bento Antunes Neto foi conduzido ao comando da ALA 2 pelo comandante operacional do Sexto Comando Aéreo Regional, tenente Brigadeiro Gerson Machado Nogueira.
Em entrevista, o comandante destacou que, dentro da reformulação ocorrida, a unidade deve receber investimentos como, por exemplo, a ampliação de pátio, pista e novas instalações. Além disso, a Força Aérea espera implantar em Anápolis mais dois esquadrões. O Primeiro Esquadrão do Décimo Sexto Grupo de Aviação, que vai operar os Caças Gripen, juntamente com o GDA e também o Primeiro Grupo de Transporte de Tropa para operar a aeronave KC390, que está sendo produzida pela Embraer. “Esperamos ainda, investimentos da ordem de R$ 300milhõe nos próximos 10 anos”, frisou.
Segundo o informe institucional publicado pela FAB, as ALAS começaram a ser ativadas em dezembro de 2016, como organizações militares voltadas para a área operacional. Na restruturação, foram desativas as estruturas de Comandos Aéreos Regionais (COMAR).
Cada ALA, num total de 15, “será uma organização operativa de nível tático, comandada por um Brigadeiro do Ar ou Coronel-Aviador, com responsabilidade focada tanto nas atividades de preparo quanto nas ações de emprego da Força, quando assim for determinado. Em outras palavras, as ALAs, distribuídas pelo território nacional, serão o símbolo de uma Força Aérea focada em sua missão-fim”, destaca o texto institucional da FAB.
A mudança traz, ainda, em seu bojo, uma mudança no foco de comando. Os comandantes das ALAs passam ter uma atividade mais concentrada na parte operacional, ou seja, no treinamento e na efetividade de ações dos esquadrões subordinados, de acordo com as diretrizes e os planos emitidos pelos escalões superiores. Assim, as atividades rotineiras como aquisições de materiais e serviços, pagamento de diárias, conservação e reforma de instalações, fornecimento de alimentação, manutenção de viaturas e atendimento a pensionistas, que antes eram de responsabilidade de um comandante de um COMAR ou de uma Base Aérea, por exemplo, passam a ser executadas por órgãos especializados, subordinados aos Órgãos Setoriais de Logística, Pessoal e Administração.
As 15 ALASs, estão sediadas nas seguintes localidades: Anápolis; Belém; Boa Vista; Brasília; Campo Grande; Canoas; Galeão; Manaus; Natal; Santa Cruz; Santa Maria; São Paulo; Porto Velho, Recife e Salvador.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia visita a ALA 2

12/10/2017

Na última terça-feira,11, uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) visitou...

Implantação do Polo de Defesa poderá ter linha de crédito federal

12/10/2017

Resultado da reunião ocorrida na última terça-feira, 10, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o projeto de implantaç...

Fugas expõem fragilidade na segurança da Cadeia Pública

06/10/2017

No domingo, primeiro de outubro, quatro presos conseguiram escapar do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc” ap...

ALA 2 começa a se preparar para receber os primeiros caças Gripen

08/09/2017

Denominada de Base Aérea de Anápolis até dezembro do ano passado e, a partir de então, de ALA 2, a unidade local da Forç...